Introdução à Metodologia Científica/Formas de conhecimento

De Wikiversidade
Ir para: navegação, pesquisa

O tema "Conhecimento" inclui, mas não está limitado, às descrições, hipóteses, conceitos, teorias, princípios e procedimentos que são ou úteis ou verdadeiros. O ser humano pode utilizar diversas formas de conhecimento para tentar compreender e interagir com o mundo. Entre as principais formas de conhecimento humano podemos discutir o Senso Comum, a Religião, a Filosofia.

Senso Comum[editar | editar código-fonte]

Senso Comum é o nome dado ao tipo de conhecimento humano que descreve crenças e proposições que uma pessoa acha correta, sem no entanto obtê-la de um conhecimento esotérico, investigação ou estudo.

O senso comum é uma forma de conhecimento informal, espontâneo, adquirido do contato direto com o mundo, geralmente obtido por tentativa ou erro. No senso comum são realizadas ações que achamos que produzem um resultado eficiente, mas não temos como descrever a cadeia de eventos que levam a este resultado. Esta forma de conhecimento é a primeira do ser humano, e acaba sendo utilizada pela grande maioria das pessoas nas atividades mais corriqueiras da vida cotidiana.Porém pelo fato de ser simples e superficial, o senso comum acaba sendo insuficiente pois é um conhecimento que depende dos sentidos humanos, que são limitados e não podem contemplar a realidade verdadeira das coisas.

Conhecimento religioso[editar | editar código-fonte]

Religião pode ser definida como um conjunto de crenças relacionadas com aquilo que a humanidade considera como metafísico, sobrenatural, divino, sagrado e transcendental, bem como o conjunto de rituais e códigos morais que derivam dessas crenças.

O conhecimento religioso implica na crença de verdades obtidas de forma divina ou sobrenatural, e desta forma são geralmente infalíveis e cujas evidências não podem ser comprovadas, sendo geralmente relegadas à fé ou crença pessoal. Desta forma, o conhecimento religioso se baseia em dogmas que não podem ser refutadas nem submetidas à análise científica.

O conhecimento religioso ou teológico apoia-se na fé e tem sua origem nas revelações do sobrenatural. Na compreensão humana essas manifestações são divinas e trazem a mensagem de um ser superior. Quantas autoridades divinas e invisíveis já são nomeadas por nós, exemplos: Buda, Maomé, Jeová e Jesus Cristo. O conhecimento Teológico parte do princípio de que as manifestações, verdades e evidências sobrenaturais não são verificáveis e, por serem obra do criador divino e conterem uma atitude implícita de fé, são infalíveis e indiscutíveis. O fundamento do conhecimento religioso é a fé, como já citado. Não é preciso ver para crer, e a crença ocorre mesmo que as evidências apontem no sentido contrário. As verdades religiosas são registradas em livros sagrados ou são reveladas por seres espirituais, por meio de alguns iluminados, santos ou profetas. Essas verdades são quase sempre definidas e não permitem revisões mediante reflexão ou experimentos. Portanto o conhecimento religioso é um conhecimento mítico, dogmático ou ainda espiritual, apoia-se em doutrinas que contem proposição sagradas. O conhecimento religioso é revelado pela Fé divina ou crença religiosa.Não pode por sua origem, ser confirmado ou negado. Depende da formação moral das crenças de cada indivíduo. (Joãozinho, 1994) ...

Conhecimento filosófico[editar | editar código-fonte]

Filosofia modernamente é uma disciplina, ou uma área de estudos, que a investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias (ou visões de mundo) em uma situação geral, abstrata ou fundamental.

O conhecimento filosófico é aquele que é obtido pelo ato de filosofar, isto é, através de uma análise mental em busca de respostas para certas interrogações. O conhecimento filosófico diferencia-se do conhecimento científico pelo fato de abarcar idéias, relações conceituais e raciocínios lógicos que por vezes não podem ser observados, nem mensurados e nem reproduzidos.

Conhecimento Empírico[editar | editar código-fonte]

Conhecimento empírico é uma forma de conhecimento adquirida através de experiências cotidianas, tentativas, erros e acertos. Ao contrário do conhecimento teológico, o empírico é um conhecimento que necessita de provas e/ou fatos concretos.

Conhecimento científico[editar | editar código-fonte]

Envolve uma descrição, interpretação, explicação, ou uma verificação mais precisa de um conhecimento já existente, a partir de um fluxo circular contínuo entre realidade empírica e a teoria.