Eribulina

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O QUE É? PARA QUE SERVE? É um fármaco feito a partir de esponjas marinhas origem animal, o “Halichondria okadai ". Ele tem a capacidade de bloquear a divisão celular e formar compostos tóxicos que atacam as células tumorais e assim aumenta em 20% a sobrevida dos pacientes com câncer de mama e também tem um perfil de toxicidade melhor do que outros medicamentos de quimioterapia. A droga é projetada especialmente para cânceres de mama em estágios avançados que levaram a metástases.

QUEM DESCOBRIU? Foi desenvolvido por Pesquisadores de Vall d'Hebron Instituto de Oncologia (VHIO). O estudo que foi publicado na revista Lancet foi liderada pelo chefe do programa do câncer de mama no Hospital Vall d'Hebron, Javier Cortez. O estudo clínico foi realizado em conjunto nos centros de pesquisa dos EUA, República Checa, Eslováquia, França, Rússia, Bélgica, Espanha e Inglaterra, entre outros, e está previsto que a Agência Européia do Medicamento aprove sua comercialização a partir deste ano (2010).

SOBRE A DOENÇA:

Sintomas:

Os sintomas do câncer de mama palpável são o nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem surgir alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações ou um aspecto semelhante a casca de uma laranja. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

Fatores de Risco:

História familiar é um importante fator de risco para o câncer de mama, especialmente se um ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmã) foram acometidas antes dos 50 anos de idade. Entretanto, o câncer de mama de caráter familiar corresponde a aproximadamente 10% do total de casos de cânceres de mama. A idade constitui um outro importante fator de risco, havendo um aumento rápido da incidência com o aumento da idade. A menarca precoce (idade da primeira menstruação), a menopausa tardia (após os 50 anos de idade), a ocorrência da primeira gravidez após os 30 anos e a nuliparidade (não ter tido filhos), constituem também fatores de risco para o câncer de mama. A ingestão regular de álcool, mesmo que em quantidade moderada, é identificada como fator de risco para o câncer de mama, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior a 35 anos.

Detecção Precoce:

As formas mais eficazes para detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico da mama e a mamografia.

OBS: Este tipo de câncer representa nos países ocidentais uma das principais causas de morte em mulheres. As estatísticas indicam o aumento de sua freqüência tantos nos países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nas décadas de 60 e 70 registrou-se um aumento de 10 vezes nas taxas de incidência ajustadas por idade nos Registros de Câncer de Base Populacional de diversos continentes.

  • No Brasil, o câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres.
  • A Espanha registra anualmente cerca de 24.000 novos casos de câncer de mama em um progressivo aumento na incidência, embora as taxas de sobrevivência são reforçados pela descoberta de terapias melhores.