Laboratório de Jornalismo Multimídia/2021/Acessibilidade imagética

Fonte: Wikiversidade

Bem-vindas e bem-vindos às atividades eletivas

Nesta parte do curso, você pode escolher entre uma das seguintes propostas, a realizar em grupo:

Leia bem as instruções de cada proposta. Monte seu grupo. Aprenda e divirta-se!

Acessibilidade imagética[editar | editar código-fonte]

A expectativa desta atividade é que cada grupo desenvolva textos de audiodescrição de obras fundamentais do acervo artístico da cidade de São Paulo. Em especial, vamos continuar o trabalho iniciado no: Livro de audiodescrição de obras do Museu do Ipiranga.

A orientação a este projeto é realizada pela jornalista e historiadora Giovanna Fontenelle, funcionária da Fundação Wikimedia.

Justificativa[editar | editar código-fonte]

Tutorial livre para audiodescrições.

O texto abaixo foi extraído de "Tutorial para elaboração de audiodescrições para wikipedistas - Projeto Wiki Museu Paulista", de Viviane Panelli Sarraf.

A audiodescrição é uma sub-área da tradução, mais especificamente da tradução intersemiótica, que se caracteriza pela tradução entre diferentes linguagens. Aplicada em produtos audiovisuais e culturais, possibilita a tradução e adaptação da linguagem visual (imagens) em linguagem verbal (texto) e garante a participação das pessoas com deficiência visual e outros públicos em atividades de natureza visual como teatro, cinema, exposições, programas de televisão e outros.

O principal objetivo da audiodescrição é proporcionar a Inclusão Sociocultural das Pessoas com Deficiência Visual nas oportunidades de lazer e cultura oferecidas à população em geral, evitando a discriminação e exclusão pela ausência do sentido da visão. Entretanto, outros públicos também são beneficiados considerando que a audiodescrição possibilita como o acesso à informação livre de barreiras para pessoas com deficiência intelectual; o acesso à informação para pessoas com Surdocegueira – Técnica de Audiodescrição adaptada aos métodos de comunicação alternativos); a possibilidade de assistir a programas de TV executando outras tarefas; o acesso aos conteúdos culturais e artísticos para visitantes de primeira viagem (em museus e exposições), a mediação de informações complexas em exposições de arte, espetáculos de dança contemporânea, espetáculos com uso de linguagens híbridas e performances artísticas e a sensibilização para conscientização a respeito dos direitos culturais da pessoa com deficiência visual.

Fim do texto extraído de fonte supramencionada.

A competência primordial no campo do jornalismo multimídia a ser desenvolvida com este exercício é preparar a produção para ser consumida por leitores de tela. Trata-se de um aplicativo de software que converte algo escrito em uma leitura sintetizada.

A adequação a leitores de tela é uma boa prática fundamental. Ocorre de várias maneiras na redação multimídia, mas uma primordial é o Alt text, em que uma descrição dos elementos visuais é oferecida. Garantir a acessibilidade faz seu conteúdo ter mais impacto em buscadores. Para mais informações, veja: [1]. Também é comum a campanha Pra cego ver, nas mídias sociais, em que postagens são acompanhadas de uma descrição textual da imagem. Para mais informações, veja: [2].

Neste exercício, vamos realizar uma atividade de acessibilidade voltada à produção de um catálogo acessível de imagens. Esse trabalho complementa uma oficina de acessibilidade realizada em 2020.

Organização dos grupos[editar | editar código-fonte]

Os grupos são formados pelos próprios estudantes. Devem contar com três a cinco integrantes. A nota será coletiva, isto é, será a mesma para todos os integrantes do grupo. Para identificar os componentes de seu grupo, entre em:

Se por algum motivo, você não estiver num grupo e desejar estar, avise-me por email (japeschanski@casperlibero.edu.br) ou por mensagem no Microsoft Teams.

Cronograma[editar | editar código-fonte]

  • 3/5: apresentação das páginas do trabalho
  • 10/5: aula teórica sobre Acessibilidade imagética (quiz)
  • 17/5: finalização dos grupos
  • 24/5: aula teórica sobre comunicação computacional (quiz)
  • 31/5: aula teórica sobre estruturação e diversidade sonora em podcast (quiz)
  • 7/6: realização de projeto
  • 14/6: finalização e entrega de projeto (no horário de aula)

Modelos de trabalho[editar | editar código-fonte]

Cada grupo vai trabalhar com um lote de três imagens: uma pintura, um objeto e uma fotografia. As imagens serão selecionadas pelo professor para cada grupo.

Vejam abaixo modelos:

Pinturas
Objetos
Fotografias

Referências[editar | editar código-fonte]

Atividade a ser realizada[editar | editar código-fonte]

Instruções[editar | editar código-fonte]

  • Use a conta criada anteriormente.
  • Esteja logado/a para fazer a edição!
  • A publicação deve necessariamente ser feita por um dos estudantes do grupo. Não é necessário que todos os integrantes do grupo editem.

Critério de avaliação[editar | editar código-fonte]

Neste trabalho, é esperado de cada grupo que realize três textos de audiodescrição. Na seção abaixo, estão identificados três links para o objeto a ser descrito. Quando abrir o link, haverá um botão "Adicione/Edite a audiodescrição". É lá que -- estando logado/a -- deve publicar o texto. É possível salvar o texto (publicar) e revisar em outras ocasiões. O trabalho é em grupo.

Na avaliação, será levado em conta:

  • Adequação técnica às orientações da audiodescrição (regras estruturadas) (20%)
  • Pesquisa sobre imagem e planejamento de roteiro com acessibilidade (30%)
  • Utilização de linguagem descritiva, não interpretativa (20%)
  • Completude da descrição e correção textual (30%)


Leiam com atenção o material disponibilizado. Assistam novamente à aula específica. Vejam os modelos propostos e naveguem por obras descritas nesta página. Pesquisem sobre as imagens, discutam entre vocês, definam uma estratégia para a descrição.

Imagens selecionadas[editar | editar código-fonte]

Para a realização deste trabalho, é imprescindível que esteja logado/a antes de editar na wiki. Verifique antes de publicar!

Cada grupo é responsável por três obras, indicadas abaixo.

2JOA[editar | editar código-fonte]

2JOB[editar | editar código-fonte]