Portal:9o ano 2014 - Língua Portuguesa - Colégio I. L. Peretz/Alexandre e Keren

Fonte: Wikiversidade

Diário de bordo[editar | editar código-fonte]

05/11: O moré nos informou sobre nosso novo trabalho em grupo alguns dias atrás, então hoje demos início a esta nova atividade procurando os verbetes na wikipédia e os livros na midiateca para nos ajudar.

13/11: Nós fomos a procura dos livros na midiateca e arrumamos o verbete sobre o segundo livro. Não conseguimos terminar.

14/11: Eu ( Keren) irei fazer o que falta para finalizar o trabalho com a ajuda de Alexandre fazendo os últimos retoques.

18/11 : Tivemos que corrigir os nossos textos e tentaremos melhora-los.

Putaria do tesouro Robert louis stevenson

Introdução[editar | editar código-fonte]

A Ilha do Tesouro é um dos clássicos da literatura infanto-juvenil escrito por Robert Louis Stevenson em 1883, livro sobre piratas e tesouros enterrados. Nele, um garoto chamado Jim Hawkins cujos pais são proprietários e moradores de uma pequena pensão (mais conhecida como Hospedaria Almirante Benbow), numa cidade litorânea da Inglaterra, vive diversas aventuras após a chegada de um velho lobo do mar. Diversos fatos vão acontecendo, até que o jovem menino (narrador da história) se vê em um navio indo em busca de um tesouro. Daí para frente é muita ação e aventura. Nesta obra, o autor também instituiu um novo estilo de escrita, traçado pela característica da ação contínua, que também serviu de intuito para estimular a leitura ao público-alvo. Como curiosidade, foi nesse livro que pela primeira vez apareceu um mapa do tesouro, onde a arca cheia de ouro enterrada estava marcada com um grande X, hoje tão comum nesse tipo de história. E também foi neste livro que o conhecido estereótipo de pirata - aquele com perna-de-pau e um papagaio no ombro - apareceu e se tornou tão popular.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Black Dog : Ex-membro da tripulação pirata de Flint, mais tarde, um dos companheiros de Pew que visita o almirante Benbow. Manchado por Jim e perseguido por dois homens de prata, mas desaparece de vista. Dois dedos estão faltando em sua mão esquerda.
  • Jim Hawkins : O protagonista de quase todo o livro. Ele está ansioso e entusiasmado para ir ao mar e caçar tesouros. Ele é um narrador modesto, nunca ostentando da notável coragem e heroísmo que sempre mostra. Muitas vezes impulsivo e impetuoso, mas também exibe sensibilidade e sabedoria.
  • Dr. Livesey : O médico local, Dr. Livesey é sábio e prático, e Jim o respeita . Livesey exibe o senso comum e o pensamento racional, enquanto na ilha, sua ideia de enviar Ben para assustar os piratas revela uma profunda compreensão da natureza humana. Ele é imparcial, magnanimamente concordando em tratar os piratas com tanto cuidado como seus próprios homens feridos. Como seu nome sugere, Livesey representa as virtudes modestas e constantes da vida cotidiana, em vez de fantasia, sonho, ou de aventura.
  • Long John Silver : O cozinheiro na viagem para a ilha  é Silver ,líder secreto do bando dos pirata. Sua força física e emocional é impressionante. Silver é enganoso , desleal, ganancioso , visceral e não se preocupa com as relações humanas. No entanto, ele é sempre gentil com Jim e genuinamente gostava do menino. Silver é uma mistura poderosa de carisma e auto-destrutividade, individualismo e imprudência.
  • Capitão Smollett : O capitão da viagem à Ilha do Tesouro. Capitão Smollett é experiente e suspeito de estar na tripulação que Trelawney contratou. Smollett é um verdadeiro profissional, levando seu trabalho a sério e exibindo habilidade significativa como um negociador. Como Livesey, Smollett é muito competente e confiável para ser uma figura inspiradora para a mente adolescente de Jim. Smollett acredita em regras e não gosta da desobediência de Jim; ele mesmo diz a Jim que ele nunca navegará com ele novamente.
  • Squire Trelawney : Um nobre local de Bristol . Organiza a viagem para a ilha a procura do tesouro. Ele é associado a autoridade civil e poder social, bem como com os confortos da vida de um país civilizado (o seu nome sugere ambos "árvores" e "gramado"). A malandragem de Trelawney, no entanto, são limitadas, como a facilidade com que os piratas enganam-o para contratá-lo como um ''cobaia'' da equipe.
  • Billy Bones : O velho marinheiro que reside na pousada dos pais de Jim. Billy, que costumava ser um membro da tripulação de Silver, é grosseiro e rude. Ele contrata Jim para procurar e vigiar um homem com uma perna só, envolvendo, assim, o jovem Jim na vida de pirata. O baú e o mapa do tesouro de Billy definem toda a aventura .Sua recusa ríspida para pagar as contas do hotel simboliza oposição geral dos piratas com a lei, a ordem e a civilização. Sua doença e sua predileção por rum simbolizam os aspectos fracos e autodestrutivas do estilo de vida pirata. Ele morre de um acidente vascular cerebral, como resultado de uma combinação de beber muito rum e o duplo choque de que Long John Silver o localizou.


Enredo[editar | editar código-fonte]

PARTE I - "O velho bucaneiro" Um velho marinheiro, chamando a si mesmo de "capitão", Billy Bones .Se apresenta no Almirante de Benbow na costa oeste Inglêsa durante os meados de 1700, pagando o filho do estalajadeiro, Jim Hawkins, alguns tostões para vigiar um marinheiro perneta . Billy assustado e bêbado em Rum tem um acidente vascular cerebral, e Billy diz a Jim que seu ex-companheiro cobiça o conteúdo de seu baú do tesouro. Após a visita de mais um homem, Billy tem outro AVC e morre;Jim e sua mãe (seu pai também morreu apenas alguns dias antes) cuidavam do baú, encontraram algum dinheiro, um diário e um mapa. O médico local, Dr. Livesey, deduz que o mapa é de uma ilha onde um pirata falecido - Capitão Flint - enterrou um grande tesouro. Trelawney propõe a compra de um navio para ir atrás do tesouro, tendo Livesey como médico do navio e Jim como grumete.

PARTE II - "O mar cozinha" Várias semanas depois, Trelawney apresenta Jim e Livesey para Long John Silver, um perneta de Bristol, taverneiro que ele contratou como cozinheiro do navio. (Silver aumenta seus outros atributos - muleta, gíria de pirata , etc - papagaio falante.) Eles também se reúnem com Capitão Smollett, que lhes diz que ele não gosta da tripulação ou da viagem, que parece que todos em Bristol sabem procurar tesouros.Depois de tomar algumas precauções, no entanto, eles zarpam na escuna de Trelawney para a ilha mais distante. Durante a viagem, o primeiro companheiro, um bêbado, desaparece no mar. E pouco antes de a ilha ser avistada, Jim escondido em um barril de maçãs ouve Silver falando com outros dois tripulantes. Eles são todos ex-senhores "o'fortune" (piratas) na tripulação de Flint e planejaram um motim. Jim alerta o capitão o médico e o escudeiro,eles calculam que serão sete a 19 contra os amotinados e devem fingir que não suspeitavam de nada até que o tesouro seja encontrado, até eles poderem surpreender os seus adversários.

PARTE III - "Minha curta/costa aventura" Mas depois que o navio está ancorado, Silver e alguns dos outros,vão à praia, e dois homens que se recusam a participar do motim foram mortos , um deles com um grito tão alto que todo mundo pode perceber que não há mais fingimento. Jim impulsivamente se juntou a eles e secretamente testemunhou Silver cometendo um dos crimes na fuga, ele encontra um enlouquecido inglês, Ben Gunn, que foi abandonado na ilha e pode ajudar contra os amotinados em troca de passagem casa e uma parte do tesouro.

PARTE IV - "paliçada" Enquanto isso Smollett, Livesey, Trelawney juntamente com três de seus servos e uma das outras mãos, Abraham Gray, abandonam o navio e vêm à terra para ocupar uma paliçada. Os homens ainda no navio, liderados pelo timoneiro Israel, correm até a bandeira dos piratas. Um dos servos de Trelawney e um dos piratas são mortos na luta para chegar à paliçada, e a arma do navio mantém-se em uma barragem em cima deles, para nenhum efeito, até o anoitecer, quando Jim encontra a paliçada e se junta a eles. Na manhã seguinte Silver aparece sob uma bandeira de trégua, oferecendo condições que o capitão se recusa, e revelando que outro pirata foi morto na noite (por Ben Gunn). Na recusa de Smollett a entregar o mapa, Silver ameaça atacar e dentro de um curto espaço de tempo, o ataque à paliçada é lançado.

PARTE V - "Minha aventura marítima " Depois de uma batalha, os amotinados sobreviventes recuam, tendo perdido seis homens mais dois do grupo do capitão ,e o próprio Smollett estava gravemente ferido. Quando Livesey sai em busca de Gunn, Jim foge sem permissão e encontra o caseiro de Gunn, Coracle . Depois de escurecer, ele sai e corta o navio à deriva. Os dois piratas a bordo, Israel e O'Brien, interrompem sua briga bêbados correndo pelo convés, mas o navio de Jim é arrastado para a maré vazante. Exausto, Jim adormece no barco e acorda na manhã seguinte, boiando ao longo da costa oeste da ilha, transportada por uma corrente. Eventualmente, ele encontra o navio, que parece vazio, mas a bordo encontra O'Brien morto e Israel gravemente ferido. Ele e Israel concordam que eles vão para a praia do navio em uma enseada na costa norte da ilha. Mas, como o navio está encalhado, Israel tenta matar Jim, mas se matou na tentativa. Em seguida, depois de garantir o navio, ele vai voltar para terra e se dirige para a paliçada. Uma vez lá, na escuridão total, ele entra na palafita e é cumprimentado por Silver e os restantes dos cinco amotinados, que de alguma forma tomam a paliçada em sua ausência.

PARTE VI - "Capitão Silver" Silver e os outros discutem se matam Jim, e Silver diz a Jim que, quando todos encontraram o navio, havia ido embora, os homens do capitão concordaram com um tratado, pelo qual eles desistam da paliçada e do mapa. De manhã, o médico chega para tratar dos piratas feridos e doentes, e diz a Silver para ficar atento a problemas quando encontrarem o local do tesouro. Depois que ele se vai, Silver e os outros partiram com o mapa, tendo Jim junto como refém. Eles encontram um esqueleto, aparentemente voltado para o tesouro, que enerva seriamente os homens. Eventualmente eles encontram o esconderijo do tesouro que estava vazio. Dois dos piratas cobram de Silver e Jim, mas são derrubados por Livesey, Gray, e Gunn, de emboscada. Os outros três fogem, e Livesey explica que Gunn a muito tempo encontrou o tesouro e levou-o para sua caverna.Nos dias seguintes, eles carregaram o tesouro no navio, abandonaram os três amotinados restantes (com suprimentos e munição) e velejaram. No seu primeiro porto, onde iriam contratar mais tripulação, Silver rouba um saco de dinheiro e foge. O restante do dinheiro volta para Bristol e é dividido o tesouro igualmente. Jim diz que há mais na ilha, mas não vai realizar outra viagem para recuperá-lo.

Tintim explorando a Lua[editar | editar código-fonte]

Introdução[editar | editar código-fonte]

Explorando a Lua ou Pisando a Lua (On a marché sur la Lune, no original em francês) é um álbum de história em quadrinhos da sérieAs Aventuras de Tintim, produzida pelo belga Hergé, e lançado em 1954.Uma história eletrizante e muito ousada para a época, já que o Homem nunca tinha ido à lua antes.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Tintim: o protagonista da série, se mete nas viagens mais eletrizantes. Sempre explorando locais como templos no meio de florestas, lidando com os piores bandidos. No caso, o cenário de sua exploração é a almejada Lua, a qual ainda não fora explorada na época em que esse livro foi escrito.

Milu: o fiel cão de Tintim, o acompanhante mais fiel do personagem. Não se deixe enganar por sua "fofura", este cão é muito esperto. Mesmo assim, o cão se mete em algumas confusões durante a história, mas nada que atrapalhe muito os personagens.

Capitão Haddock: o melhor amigo de Tintim (depois de Milu), é um marinheiro e faz questão de agir como tal toda hora. Utiliza muitas expressões populares como "Pelas barbas do profeta!", além de ter um vício em bebidas alcoólicas.

Irmãos Dupont: irmãos gêmeos policiais. Amigos de Tintim, embarcam na viagem sem intenção, dormindo no foguete sem saber que partiria da terra logo. Apesar de policiais, são extremamente pacíficos e a personalidade deles incomoda muito Haddock.

Prof. Girassol: gênio da ciência que inventou o foguete que iria à Lua e que pediu para Tintim e seus amigos embarcarem com nele. É um tanto excêntrico, mas extremamente importante para o enredo.

Dalton: assistente de Girassol e piloto do foguete. Se faz de aliado, mas faz parte de uma trama para para roubar o foguete. No final se arrepende do que fez e se sacrifica para salvar a tripulação.

Jorgen: embarca como clandestino para roubar o foguete com Dalton. Extremamente cruel, pretende vingança contra Tintim, que destruiu seus planos em outra história.


Enredo[editar | editar código-fonte]

No livro anterior ( Objectif Lune), os inimigos fracassam, e a expedição de Girassol finalmente consegue partir.A torcida para que o voo seja bem sucedido é grande. Apesar disso, por causa da pressão da decolagem do foguete, os tripulantes desmaiam. Este é um momento de tensão, tanto a base de controle da missão, quanto inimigos, estão preocupados com o destino do foguete.

Por que será que eles desejam tanto que o foguete chegue à Lua? A preocupação dos inimigos é a de que há dois agentes infiltrados que roubariam o foguete na lua e voltariam com ele para uma estação espacial clandestina. Os tripulantes acordam, para alívio de todos, assim podendo continuar a missão de chegar a esse destino tão grandioso.No meio da viagem, encontram dois clandestinos: os famosos policiais, os irmãos Dupont. O prof. Girassol calculou que talvez não houvesse oxigênio o suficiente para voltar à Terra, graças aos passageiros extras.

A viagem de ida em si foi tranquila, mas tiveram alguns pequenos problemas de percurso, como a bebedeira do Capitão Haddock, que quase fez com que ele se jogasse no espaço e a manifestação de uma doença nos Dupont, referente a outro livro, a qual fazia crescer pelos faciais sem parar, os quais mudavam de cor o tempo todo.

O tempo passa e nossos heróis finalmente chegam à lua. Os primeiros a pisar nela são os irmãos, que dão um breve passeio sem fins científicos. Os próximos a explorar são Tintim e Capitão. Estes passeiam na lua para estudá-la, dentro de um enorme tanque e seguindo as ordens de Girassol. Encontram uma caverna na lua e resolvem explorá-la. Acontece um problema: no meio da exploração, Milu cai num buraco da caverna e precisa ser resgatado. Para piorar as coisas, um inimigo se revela dentro do foguete: o capitão Jorgen. Entrou como clandestino na nave para roubá-la com a ajuda de Dalton, ajudante do professor que se revela no final do livro um espião. O plano de Jorgen era abandonar nossos heróis no espaço, mas Dalton hesita e o plano dá errado, já que nossos heróis chegam antes do foguete partir. Jorgen nocauteia Tintim quando ele estava menos esperando e o prende. Jorgen quer matar Tintim com a justificativa de não haver oxigênio o suficiente para todos. Ele iria atirar, mas Dalton na tentativa de evitar isso atira em Jorgen e Dalton percebe que não há oxigênio para todos. Então, Dalton faz um sacrifício final e se joga no espaço para haver menos uma pessoa para respirar o pouco de ar. O foguete aterriza e os personagens voltam como heróis para a Terra.