Introdução à Matemática Financeira/Juros Simples

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Chamamos de juro simples o regime de capitalização de juros onde a taxa de juro incide apenas sobre o capital.

Neste caso, a cada período de capitalização, aplicamos a taxa de juro sobre o capital e obtemos o valor do juro daquele período. Quando há mais de um período envolvido, basta somar todos os juros obtidos ou, de forma mais simples, multiplicar o juro de um período pelo número de períodos da aplicação. Assim, chegamos à nossa primeira equação de juros simples, o cálculo do juro:


Montante[editar | editar código-fonte]

Nas definições vimos que o montante é sempre o resultado do capital mais o juro. A equação para o montante é:


Podemos substituir na equação acima pela expressão do juro simples:


          
Colocando  em evidência chegamos a nossa segunda equação de juros simples:
          

A seguinte relação entre o montante, o capital e os juros:

Descapitalização[editar | editar código-fonte]

Com a equação do montante também encontramos a equação da descapitalização, ou seja, dado o montante, a taxa de juros, e o período de aplicação, queremos encontrar qual o capital investido, para isso basta isolar o capital:


Esta equação é importante em casos como o de precisarmos de uma certa quantia de dinheiro em um momento futuro, e tivermos a opção de investir o dinheiro.