2.3 A Oferta

Fonte: Wikiversidade

Regressar à disciplina Introdução à Microeconomia

Regressar ao Capítulo 2: Procura e Oferta


A Curva da Oferta[editar | editar código-fonte]

A Curva da Oferta corresponde ao valor mínimo que o vendedor está disposto a receber para vender determinada quantidade de um bem. bem. De novo aplica-se o conceito de pensamento na margem e do custo que tem vender de uma unidade adicional do bem. A curva da oferta representa por isso o acréscimo de valor mínimo que o vendedor está disposto a receber para abdicar de mais uma unidade do bem.


Normalmente a curva é crescente uma vez que há medida que o consumidor está disposto a pagar mais, o produtor irá colocar mais unidades à venda no mercado. Quando porém o preço diminui, o produtor coloca menos unidades no mercado, provocando desta forma alterações na curva da oferta.


O modelo aplica-se a um vendedor price-taker: não escolhe os preços. Através dos preços e dos custos de produção é determinada a quantidade que põe à venda. A quantidade que maximiza o seu excedente será a mesma que maximizará o seu lucro!

A área por baixo da curva da oferta representa os custos variáveis na produção de X unidades do bem. Esta curva permite responder à questão: "Produzo Q. Quanto tenho que receber para estar disposto a produzir um pouco mais?". A resposta a esta questão é imediata. O produtor tem que receber no mínimo o valor que permita cobrir os seus custos adicionais na produção dessa unidade. Esses custos adicionais são retratados pelo custo marginal. Assim, conlui-se que a curva da oferta é igual ao cuusto marginal.


Oferta.png

Determinantes da Oferta[editar | editar código-fonte]

São determinantes da procura os seguintes factores:

  • Tecnologia
  • Bens Substitutos
  • Bens Complementares
  • Salários


Alterações no preço correspondem a alterações NA curva da oferta.

Alterações num dos determinantes correspondem a alterações DA curva da oferta: expansões ou contracções.

Oferta de mercado[editar | editar código-fonte]

Da mesma forma como agregámos as curvas da procura individuais é necessário fazer o mesmo para as curvas da oferta.

Num determinado mercado existem vários produtores. Cada produtor terá uma curva da oferta individual que indica o valor mínimo que permite cobrir os seus custos variáveis. A Oferta de mercado irá resultar na adição horizontal de todas as ofertas individuais.

Desta forma temos de novo que é importante ter noção de que as curvas da oferta também AGREGAM-SE SEMPRE PELAS QUANTIDADES!

A forma como se agrega a Oferta é idêntica à da procura.


Com base nestes conhecimentos sobre a curva da procura e da oferta ser-nos-á agora possível estudar os equilíbrios de mercado com o modelo de procura-oferta que iremos analisar agora no capítulo 3!


Fim do Capítulo


Regressar ao Capítulo 2: Procura e Oferta