Axonomerias/Axonometrias ortogonais/Rebatimento de plano definido por par de eixos

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Como desenhar figuras num plano da pirâmide axonométrica?

Para fazer isto, temos que rebater esse plano de modo a estar paralelo com o plano axonométrico.

Significa isto que vamos rodar o plano que está numa posição oblíqua, pela charneira que é o lado do triângulo fundamental, até estar paralelo ao plano axonométrico.

Como fazer isso?

Bem, temo que pensar que o novo plano terá os eixos rebatidos a passar pelos vértices do triângulo fundamental, farão 90º, e que o ponto O rodará contido num plano perpendicular ao lado do triângulo do rebatimento.

Além disso, também sabemos que um ângulo inscrito numa semicircunferência será sempre recto.

Portanto, o que fazemos na prática é encontrar o ponto médio do lado do triângulo fundamental onde se encontram os eixos a rebater, traçar uma semi-circunferência com centro nesse ponto e abertura até aos vértices do triângulo. Aí, traçar a partir de O uma perpendicular ao lado do triângulo (continuação do outro eixo, no fundo) até à semi-circunferância, onde temos Or (O rebatido). Então, traçam-se os eixos rebatidos a partir de Or até aos vértices do triângulo.

Como o rebatimento dos pontos nos eixos foi feito segundo palnos paralelos ao do O, para se passar uma medida em verdadeira grandeza nos eixos rebatidos para os eixos, traça-se uma linha perpendicular ao lado do triângulo.