Saltar para o conteúdo

CICWiki/Aula Prática sobre Inspeção

Fonte: Wikiversidade

O que é?[editar | editar código-fonte]

A Aula Prática sobre Inspeção, no estudo em questão[1], visou da realização de um processo de garantia de qualidade aplicado a artefatos do processo de análise de um sistema computacional fictício. Foi usado um checklist[2] com itens de verificação que avaliam atributos como completude, compreensibilidade, precisão, etc. A técnica desse processo foi feita individualmente usando um formulário[3], discussão dos defeitos identificados e melhor modo de correção deles, e a execução dela foi feita ao longo de varias aulas.

Na primeira aula, foi feito um treinamento da técnica e feita a inspeção de apenas um artefato. Na segunda aula, foram feitas discussões em grupos de 3 a 5 pessoas, e pequenas alterações nos artefatos de cada grupo para os diferenciar. Na terceira aula, ocorreu uma discussão sobre os resultados, incluindo os defeitos identificados, correção de problemas e impressões dos alunos sobre a técnica utilizada.

Vantagens e Desvantagens[editar | editar código-fonte]

Alunos que passaram pelo processo foram questionados quanto suas opiniões em relação ao método. Um comentário recorrente, como normalmente visto em métodos ativos, foi como o engajamento e contextualização do conteúdo de maneira prática ajudou na retenção e organização do processo e suas etapas. Além disso, estimula a resolução de problema dos alunos.

Uma ressalva vem do caso de não ser dado tempo suficiente para a atividade desenvolver, o que pode dar um ar de sobrecarga de conceitos aos alunos.

Categorias[editar | editar código-fonte]

Disciplinas[editar | editar código-fonte]

Palavras-Chave[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "Lições Aprendidas de Uso de Baixa Tecnologia em uma Disciplina Engenharia de Software Aplicando Diversas Metodologias Ativas: Um Relato de Experiência" Y. Costa et. tal; WIE2020
  2. Deboni, J. E. Z., & Gregolin, R. (2008). Inspeção de Qualidade em Descrições de Casos de Uso: Uma Proposta de Modelo e Artefatos. VII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE QUALIDADE DE SOFTWARE, 157.
  3. Sauer, C., Jeffery, D. R., Land, L., & Yetton, P. (2000). The effectiveness of software development technical reviews: A behaviorally motivated program of research. IEEE Transactions on Software Engineering, 26(1), 1-14.