Ciência Aberta 2015/Laboratórios

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os laboratórios de capacitação introduzirão os participantes aos caminhos e ferramentas para adoção de práticas abertas no seu trabalho de pesquisa.

Eles ocorrem nos dias 25 e 26, durante o encontro Ciência Aberta 2015.

Arduino Aplicado à Meteorologia[editar | editar código-fonte]

Organização: Renan Bohrer da Silva

Afiliação: Centro de Tecnologia Acadêmica (CTA) - IF - UFRGS

Contato: renan.silva@ufrgs.br

Descrição: Oficina de Arduino aplicada à montagem de uma estação meteorológica automática em protoboard e utilização dos dados obtidos. Esta oficina parte do projeto Estações Meteorológicas Modulares, que visa a o estudo e desenvolvimento de instrumentação científica e educacional de código aberto, de baixo custo com vistas à formação de uma rede de ciência cidadã para pesquisas climáticas e ambientais. É pensada àqueles que tem interesse em se aproximar do projeto ou adquirir habilidade com o Arduino. A oficina oferecerá uma introdução ao Arduino e conceitos básicos de eletrônica e programação em C.

Recursos: Um computador com acesso à internet por dupla de participantes e projetor

Links: http://cta.if.ufrgs.br/projects/estacao-meteorologica-modular/wiki/Wiki

Orientadores: Renan Bohrer da Silva, Jan Luc Tavares (CTA-IF-UFRGS)

Como abrir os dados de uma pesquisa para não acadêmicos?[editar | editar código-fonte]

Organização: Bruno Paschoal e Caio Werneck

Afiliação: Onda Politica

Contato: info@ondapolitica.org ou +551940420916

Descrição: O laboratório busca apresentar e discutir diferentes formas, ferramentas e estratégias para a abertura de dados de pesquisa com vistas a atingir um público mais amplo - isto é, não apenas um seleto grupo de acadêmicos com interesse naquela área, mas também jornalistas, gestores públicos, ativistas da sociedade civil, entre outros.

Ele está baseado em metodologias desenvolvidas em workshops realizados em São Paulo e em Berlim, com o intuito de sensibilizar pesquisadores e estudantes de pós-graduação - especialmente no campo de políticas públicas - a pensarem sobre o impacto de suas pesquisas fora do âmbito acadêmico. Explorando exemplos de jornalismo multimídia, inovações da própria academia ou técnicas de comunicação persuasiva praticadas na sociedade civil, criamos nesse laboratório um ambiente para experimentação de novos desenhos de comunicação de pesquisas e de compartilhamento de dados que possibilitem sua re-utilização por acadêmicos e não acadêmicos.

Por meio de atividades baseadas em design thinking, criaremos diferentes estratégias para abertura dos dados de pesquisas acadêmicas para não acadêmicos, sempre visando aumentar seu impacto e audiência e permitir a reciclagem dos dados. Para tanto, pensaremos em diferentes desenhos de interfaces de apresentação de dados (dataviz), levando em consideração as expectativas e necessidades dos diferentes públicos. Os participantes trabalharão ora individualmente, ora em grupos. No final, cada grupo de trabalho irá apresentar sua estratégia de abertura de dados aos demais participantes.

Recursos: Sala com mesas circulares (ou arranjo similar), quadro branco e wi-fi.

Links: http://www.ondapolitica.org

Orientadores: Bruno Paschoal e Caio Werneck (Onda Politica)

Compartilhando dados e software: introdução ao Zenodo e Git[editar | editar código-fonte]

Organização: Ale Abdo

Afiliação: Garoa Hacker Clube

Contato: abdo@member.fsf.org

Descrição: Organizar e compartilhar versões de documentos, código e até dados pode ser um problema para quem faz pesquisa, dada a natureza colaborativa do trabalho. Armazenar esses recurso de forma permanente e citável também, especialmente quando a área de estudo não tem infraestrutura própria para isso. Os participantes dessa oficina aprenderão a resolver ambos esses problemas com duas ferramentas já consagradas: o sistema de controle e compartilhamento Git, e o repositório citável Zenodo.

Recursos: participantes devem trazer seu próprio laptop e, se possível, documentos e dados para exercitar.

Links: Zenodo, Git

Orientadores: Ale Abdo

Hackday de dados científicos[editar | editar código-fonte]

Organização: Jorge Machado, Gisele Craveiro, Andres Martano e Márcio Moretto

Afiliação: COLAB/USP

Contato: machado@usp.br

Descrição: Queremos gerar cruzamentos e visualizações interessantes, que revelem mais sobre a ciência brasileira. Estão na pauta, temas como produção científica, infraestrutura, recursos orçamentários ou salários.

Recursos: traga seu laptop, ideias, disposição e algo saudável para compartilhar.

Links: Ciência_Aberta_2015/Hackday,_sugestões

Orientadores: Jorge, Gisele e Andrés (COLAB)

Introdução à Wikiversidade e cadernos de pesquisa colaborativos[editar | editar código-fonte]

Organização: Ale Abdo

Afiliação: Garoa Hacker Clube

Contato: abdo@member.fsf.org

Descrição: A Wikiversidade é um projeto irmão da wikipédia para estudantes e pesquisadores organizarem cadernos abertos de estudo e pesquisa colaborativamente. Os participantes realizarão os primeiros passos para aproveitar esse espaço, começando por criar sua página pessoal e conhecer os mecanismos de controle de versão, supervisão e categorização de páginas, além dos princípios de colaboração.

Recursos: laboratório com computadores para os participantes, projetor

Links: http://pt.wikiversity.org, Página da Oficina

Orientadores: Ale Abdo

OpenLattes[editar | editar código-fonte]

Organização: Tel Amiel (e outros, adicionem)

Afiliação: UNICAMP

Contato: info@educacaoaberta.org

Descrição: Um sprint de discussões e mão na massa em torno de como viabilizar a abertura dos dados e processos relacionados ao Lattes. A meta é reunir os interessados (e novos participantes) desse projeto e temática para avançar algumas das questões abordadas no projeto.

Recursos: Espaço para com encontro com Wi-Fi

Links: https://pt.wikiversity.org/wiki/OpenLattes

Facilitadores: Tel Amiel, etc etc

Organizando referências fácil e colaborativamente usando Zotero[editar | editar código-fonte]

Organização: Miguel Said Vieira

Afiliação: pesquisador independente

Contato: msv .arroba. dev.full.nom.br

Descrição: Oficina de Zotero (um software livre de base de dados bibliográfica — para coletar, organizar, citar e compartilhar fontes de pesquisa).

O objetivo da atividade é apresentar a ferramenta, e explorar algumas das suas características que podem ser úteis para pesquisa colaborativa. Trata-se de um software com bastante usabilidade, adequado a pesquisadores mais iniciantes em computação (particularmente interessante a quem não usa TeX, mas busca um gerenciador bibliográfico); mas ao mesmo tempo, com recursos poderosos para organização de pesquisa, e uma gama significativa de scrapers para coletar fontes de dados. A atividade contará com uma apresentação inicial dos recursos básicos de coleta e organização de dados, e em seguida uma prática coletiva para explorar as ferramentas de colaboração, pelo software e por sua interface na web. A princípio, será uma atividade introdutória, com foco em quem nunca usou a ferramenta, mas esse direcionamento poderá ser ajustado conforme o interesse dos participantes.

Recursos: espaço com wi-fi e projetor; cada participante deve levar seu próprio laptop (e criar antecipadamente uma conta em zotero.org, se quiser participar da prática coletiva).

Links: https://www.zotero.org

Orientadores: Miguel Said Vieira (aberto a outros que quiserem ajudar)

Periódicos acadêmicos na Wikipédia[editar | editar código-fonte]

Organização: Felipe G. Nievinski

Afiliação: IFSC

Contato: fgnievinski arroba serviço de email gratuito oferecido pela google

Descrição: Inglês é a língua franca em ciência, o que torna a Wikipédia anglófona uma grande vitrine acadêmica internacional. Muitos periódicos com revisão por pares têm sua história exposta na Wikipedia. Infelizmente, há um desequilíbrio de representatividade que privilegia o renome, com maior predominância de veículos editoriais de países desenvolvidos assim como de editoras comerciais, ao invés de não comerciais e do sul global. Diversos periódicos acadêmicos de aspiração e escopo internacional mereceriam inclusão na Wikipedia, como p.ex. vários integrantes da Redalyc, SciELO, e de outras bibliografias regionais. Nessa oficina, será revisada a mecânica de criação e editoração de páginas em formato wiki-texto. Será também explicado o guia de redação para páginas sobre periódicos, incluindo p.ex. sua caixa de informações bibliográficas padronizada, além das formas de categorização (por idioma, ano de fundação, frequência, etc.). Será discutido as diretrizes de notabilidadde, que indicam quando o periódico merece uma página própria ou quando a sua inclusão poderá vir a ser questionada e eventualmente nominada para exclusão. A oficina incluirá uma demonstração guiada de criação de um rascunho.

Recursos: projetor

Links: Wikipedia:WikiProject Academic Journals, Guia de redação, Diretrizes de notabilidade.

Orientadores: Felipe G. Nievinski