Cooperação Parisioca CorText

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Aqui se documenta o plano de colaboração entre grupos de pesquisa em Paris e no Rio de Janeiro em torno da utilização da plataforma digital Cortext Manager e mais geralmente o uso de métodos digitais em ciências sociais e humanidades.

Conspiradores[editar | editar código-fonte]

França[editar | editar código-fonte]

Ale Abdo - LISIS / IFRIS

Brasil[editar | editar código-fonte]

Marcelo

Ricardo

Sarita

Plano de ação[editar | editar código-fonte]

1a etapa: Componente técnico[editar | editar código-fonte]

Um primeiro objetivo é incorporar softwares para processamento de linguagem natural adaptados para o português para algumas tarefas. Listar e avaliar as opções de softwares para cada tarefa.

Língua Portuguesa
Lematização Tarefa 2 Tarefa 3
polyglott ? ? ?
spacy ? ? ?

A relativa facilidade na realização desta primeira etapa permitirá estabelecer um vínculo de trabalho entre os grupos.

Acordo de cooperação[editar | editar código-fonte]

Durante a primeira etapa podemos buscar estabelecer uma relação um tanto mais formal, tendo um vista a sua realização e das próximas etapas.

2a etapa: Componentes metodológico e técnico[editar | editar código-fonte]

Metodológico[editar | editar código-fonte]

Diversas questões metodológicas acompanham o uso dessas ferramentas digitais em ciências humanas e sociais, e é importante o pesquisador conhecer os procedimentos apropriados e os vieses aos quais está exposto.

Assim, um conhecimento metodológico acompanha o uso dessas ferramentas, onde busca-se responder, para uma dada questão posta, como fazer escolhas correspondentes e reconhecer os limites:

  • na constituição de um corpus e avaliação de sua representatividade
  • na escolha do método analítico
  • na escolha de representações visuais
  • na interpretação dos resultados
  • etc

Entramos em acordo de prospectar uma via de cooperação envolvendo os programas de pós-graduação do IBICT e UFRJ. Além do componente de formação colocar-se naturalmente, pode se ter em vista uma cooperação com o mestrado NUMI organizado pelo LISIS. Nesse mestrado realizam-se atividades como "data sprints" que poderiam ser replicadas ou realizadas paralamente e conjuntamente.

Técnico[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento de parsers para formatos de uso no Brasil: ScieLo e outros bancos de dados no Brasil.

Ações[editar | editar código-fonte]

Reuniões[editar | editar código-fonte]

  • 28 março 2018 - Ale, Marcelo, Ricardo: discussão de ideias e delineamento de um plano de ação