Curso Livre de Redes de Computadores II

Fonte: Wikiversidade


Datacenter-telecom.jpg

Curso Livre de Redes de Computadores II


O Curso Livre Redes de Computadores II é uma iniciativa do professor Leonardo Medeiros, do Instituto Federal Catarinense (IFC) - Campus Videira. O objetivo do curso é oferecer uma formação básica para profissionais e estudantes de computação, além dos demais interessados no campo de redes de computadores.

O conteúdo do curso abarca a formação obrigatória do Plano Pedagógico de "Ciência da Computação", do próprio IFC. Note, contudo, que para o reconhecimento da realização deste curso pelos professores responsáveis, são obrigatórias a inscrição e a realização das atividades propostas.

Para a realização do curso, foi desenvolvido um conjunto de módulos ditos de "Curso Online Aberto e Massivo" (mais conhecidos pela sigla "MOOC") nesta plataforma livre que é a Wikiversidade. Tal escolha garante a colaboração ativa de pessoas interessadas no conteúdo. Assim, para que se tenha proveito pleno do curso, é importante estar autenticado na Wikiversidade, o que permitirá que suas tarefas e dúvidas sejam devidamente registradas sob um mesmo usuário. Para tanto, siga as instruções apresentadas nos três passos abaixo.

1.
Certifique-se de estar logado

Caso ainda não tenha uma conta de usuário, clique aqui. Caso já tenha uma conta e apenas esteja momentaneamente deslogado, clique aqui para efetuar seu login. Caso já tenha uma conta de usuário e já esteja devidamente logado, basta seguir para o passo 2.

2.
Faça sua inscrição

Uma vez devidamente logado com sua própria conta de usuário, basta então efetuar sua inscrição clicando aqui.

3.
Inicie o curso

Depois de ter efetuado sua inscrição no passo anterior, você estará apto a dar início ao curso acessado a página de apresentação dos módulos que compõem o Curso Livre de Redes de Computadores II! Acesse a pagina dos módulos clicando aqui.

Curso Livre de Redes de Computadores II

Redes de Distribuição de Conteúdo - CDNs

A Rede TOR

Redes P2P

Blockchain