Discussão:Introdução à Telefonia por IP utilizando Asterisk

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Asterisk é um software livre, portanto de codigo aberto, para a construção de aplicações de comunicações que implementa um software os recursos encontrados em um PABX convencional, utilizando tecnologia VoIP. Inicialmente foi desenvolvido pela empresa Digium, hoje recebe contribuições de programadores ao redor de todo o mundo. Seu desenvolvimento é ativo e sua área de aplicação muito promissora.O Asterisk utiliza protocolos abertos tais como SIP, MGCP e IAX para realizar a sinalização das chamadas telefônicas na rede IP. usado por pequenas empresas, grandes empresas, call centers, operadoras e agências governamentais em todo o mundo, o asterisk é livre e open source, transforma um computador comum em um servidor de comunicações, um software de PBX completo, que roda em Linux e provê todas as funcionalidades que você poderia esperar de um PABX e muito mais. Asterisk faz Voz sobre IP em três diferentes protocolos e pode se integrar à maioria dos padrões de telefonia utilizando hardware de baixo custo. O projeto Asterisk começou em 1999, quando Mark Spencer lançou o código inicial sob a licença GPL open source. Desde aquela época ele foi aprimorado e testado por uma comunidade global de milhares de pessoas. Hoje Asterisk é mantida pelos esforços combinados Digium e da comunidade Asterisk. o asterisk é um framework para a construção de multiprotocolo de aplicações e soluções de comunicação em tempo real, é a voz em tempo real e aplicações de vídeo como o Apache é para aplicações web: a plataforma subjacente. o asterisk abstrai as complexidades de protocolos e tecnologias de comunicação, permitindo-lhe concentrar-se na criação de produtos e soluções inovadoras. pode-se usar o Asterisk para construir aplicações de comunicações, coisas como sistemas empresariais de telefonia (também conhecido como PBXs), distribuidores de chamadas, gateways VoIP e pontes de conferência. Asterisk inclui tanto componentes de baixo e de alto nível que simplificam significativamente o processo de construção dessas aplicações complexas.

Asterisk é flexível e permite que você defina a uma solução que realmente atenda às suas necessidades, é estável, confiável e em produção em milhares de sistemas em todo o mundo. Asterisk é livre para usar. Pode-se dizer que o quadro Asterisk em si é construída por desenvolvedores para desenvolvedores. Se você deseja criar aplicações e soluções com Asterisk você vai precisar de um conhecimento de trabalho de Linux, programação script, redes e telefonia. Se você não for um desenvolvedor, você ainda pode tirar proveito do poder do Asterisk usando soluções pré-empacotadas construídas sobre Asterisk ou por trabalhar com um integrador asterisk ou consultor. Projetos baseados em Asterisk exigem hardware para manter a integração das redes PSTN. O usuário desenvolve sua aplicação através da programação do dialplan, que trata as chamadas e executa passos de acordo com uma prioridade predefinida.È altamente dependente do processamento para alguns módulos específicos, outra questão é o deadlock por utilizar listas globais com todos os canais ativos.O Asterisk coloca em cheque os altos custos das centrais telefônicas convencionais, além de proporcionar conectividade com das redes VoIP com as tradicionais PSTN (Public Switched Telephone Network), possibilita o uso do VoIP que normalmente se mostra barato do que chamadas DDD e DDI das redes PSTN, outro importante consideração é a autonomia para controle do sistema de telefonia. Podemos definir O Asterisk como um software VOIP opensource de licença GPL (Gnu Public License), que pode transformar um simples computador em poderoso e completo PBX criado pela Digium INC. È um software livre, com código aberto, que realiza a sinalização de chamadas telefônicas nas redes IP. É uma solução híbrida, capaz de agregar todas as redes e oferecer uma série de recursos, como gravação de chamadas de voz, URA, DAC(distribuição automática de chamada), rota de menor custo, bilhetagem de chamadas e ligação matriz/filial a custo zero. hoje, existem mais de um milhão de sistemas de comunicações baseados em Asterisk em uso, em mais de 170 países. Asterisk é usado por quase toda a Fortune 1000 lista de clientes. Na maioria das vezes implantado por integradores e desenvolvedores de sistemas, Asterisk pode se tornar a base para um sistema completo de telefone da empresa, ou usado para melhorar ou ampliar o sistema existente, ou para preencher uma lacuna entre sistemas. O asterisk pode ser utilizado como:

  • Media gateware - Entre a RTPC e a rede IP (fazendo uso de hardware especial).
  • URA ou Media server - Tocando mensagens pré-programadas ou com interatividade via DTMF, como música de espera ou menu de atendimento.
  • Correio de voz - Permitindo gravar recados
  • PABX IP- Fazendo controle de encaminhamento de chamadas intra e inter-terminais.
  • O Trixbox (antigamente denominado asteriskathome) é uma distribuição Linux baseada no CentOS que foi criada para ser instalado e estar pronto para uso. A experiência com o Asterisk fica então facilitada, necessitando de apenas uns poucos ajustes para que esteja em pleno funcionamento. O Trixbox contém a versão completa do Asterisk e outros softwares pré-configurados no CD que fazem a auto-instalação/configuração de um PABX altamente funcional.
  • Quanto mais rápido o sistema utilizado para rodar o Asterisk, mais chamadas simultâneas ele conseguirá realizar. Um computador com processador Pentium III 500MHz e 128MB de memória RAM é suficiente para uso pessoal residencial.
  • Hardware mínimo recomendado para uma aplicação com 10 canais simultâneos: Processador Intel 900Mhz (Mínimo); Memória RAM de 512 mb; Disco Rígido de 20Gb (sem correio de voz).

Existem diversas aplicações e funções, alguns exemplos são:

  • conectar empregados trabalhando em casa ao PABX da empresa (homeoffice);
  • conectar escritórios em localidades, até mesmos estados diferentes via Internet;
  • correio de voz integrado ao e-mail/webmail;
  • construir aplicações de resposta automática por voz;
  • possibilitar o acesso ao PABX da empresa para usuários em viagem;
  • registro de chamadas para integração com sistema de tarifação;
  • integração com reconhecimento de voz, conferências ilimitadas, gravação das ligações, filas de atendimento, correio de voz, atendimento automático / URA (unidade de resposta audível), plano de discagem flexível, transferência / Música de espera (mp3).foi desenvolvido para ter o máximo de flexibilidade, assim o Asterisk fica transparente a protocolos, CODECs e hardwares, podendo ser compatível com qualquer tecnologia existente ou que venha a ser lançada, sem que sejam necessárias mudança no núcleo do Asterisk.
Voz sobre IP (VoIP)[editar código-fonte]

Voz sobre IP refere-se à difusão do trafego de voz nas redes de Internet. O Protocolo de Internet (IP) foi originalmente criado para redes de dados, mas devido ao seu sucesso, também foi adaptado para rede de voz, pode-se dizer que é Voz sobre Protocolo de Internet, mais conhecido como VoIP (voice over internet protocol), telefonia IP, telefonia internet, telefonia em banda larga ou voz sobre banda larga é o roteamento de conversação humana usando a internet ou qualquer outra rede de computadores baseada no protocolo de internet, tornando a transmissão de voz mais um dos serviços suportados pela rede de dados, empresas que fornecem o serviço VoIP são geralmente chamadas provedoras, e os protocolos usados para transportar os sinais de voz em uma rede IP são geralmente chamadas protocolos VoIP. A Voz sobre IP (VoIP) pode facilitar tarefas e fornecer serviços que podem ser volumosos e caros de implementar usando um PSTN tradicional:

  • Mais de uma chamada pode ser transmitida pela mesma linha telefônica de banda larga. Dessa forma, a voz sobre IP pode facilitar a adição de linhas telefônicas em empresas.
  • Recursos normalmente cobrados como extra por empresas telefônicas, como encaminhamento de chamadas, ID do chamador ou rediscagem automática, são operações simples com tecnologia de voz sobre IP.
  • Comunicações unificadas são seguras com tecnologia de voz sobre IP, já que permitem a integração com outros serviços disponíveis na Internet, tais como conversas em vídeo, mensagens etc.
  • Estas e várias outras vantagens da voz sobre IP estão fazendo as empresas adotarem os Sistema de telefonia VoIP num ritmo alucinante.

Um sistema de telefonia VoIP/IP PABX consiste em um ou mais telefones IP/telefones VoIP, um servidor IP PABX e inclui a opção de um Gateway VoIP. O servidor IP PABX é semelhante a um servidor proxy: clients SIP, tanto software como hardware, se registram com o servidor IP PABX e quando querem fazer uma chamada, solicitam que o IP PABX estabeleça a conexão. O IP PABX tem um diretório de todos os telefones/usuários e seus endereços SIP correspondentes, e então pode conectar uma ligação interna ou rastrear uma ligação externa tanto via Gateway VoIP quanto via provedor de serviço VoIP. A grande vantagem de usar o voz sobre IP (VoIP ) pode ser quando Você tem um telefone, um computador e quer economizar dinheiro? Bom, hoje você já pode optar por voz sobre IP (VoIP). E é inevitável que VoIP substituirá o serviço de telefonia tradicional em algum momento. a telefonia sobre IP está ganhando confiança rapidamente, e vem recebendo grande aceitação. De fato, as companhias de telefone já estão optando pelas vantagens da tecnologia que permite ligação pela Internet para fornecer taxas de telefonia mais baratas. Como a carga de impostos e taxas é muito mais baixa em voz sobre IP, o custo do serviço fica abaixo da telefonia tradicional. Se você tiver uma conexão rápida de Internet (DSL ou cabo), você pode fazer uma ligação via Internet “PC-PC” de/para qualquer lugar no mundo gratuitamente. A telefonia sobre IP “PC-telefone”, ou “telefone-telefone” têm, geralmente, uma taxa, mas ainda assim são mais baratas que o serviço de telefonia comum.Uma outra vantagem do voz sobre IP é sua portabilidade. Você pode fazer e receber chamadas de telefonia sobre IP onde quer que haja uma conexão rápida de Internet, simplesmente entrando na sua conta de VoIP. Isto faz a voz sobre IP tão conveniente quanto o e-mail. Em viagem, você pode simplesmente levar um microfone com fones de ouvido, ou um telefone especial para telefonia sobre IP e, então, poder falar com sua família e amigos. O tipo de ligação via Internet "telefone-telefone" também pode ser portátil. Os telefones para voz sobre IP são pequenos e leves o bastante para se levar a qualquer lugar. Quando você assina com um fornecedor de telefonia sobre IP, está atribuindo um número original ao telefone, ou ao adaptador de Internet usado por esse serviço. Este "número de telefone" permanece válido, mesmo se seu serviço de voz sobre IP estiver, por exemplo, em Los Angeles e você conectado a Internet em Londres. Quando plugado à uma conexão de alta velocidade, em qualquer lugar no mundo, você pode fazer e receber qualquer ligação via Internet como se estivesse em casa. A voz sobre IP possui ainda algumas características como transferência automática de chamadas, espera de chamada, secretária eletrônica, teleconferência, números extras, entre outras. Quando você faz uma ligação via Internet também é possível enviar fotos e documentos pelo seu computador, ao mesmo tempo, mesmo durante uma conversa. Além de todas essas vantagens sobre os serviços de telefonia comum, existe o fato de que a tecnologia de voz sobre IP está em constante aprimoramento, ou seja, cada vez mais aumenta-se a qualidade de uma ligação via Internet. Em alguns casos já é até mesmo possível uma qualidade do som superior a qualidade de uma ligação telefônica convencional.

Vantagens de se obter o voz sobre IP em uma empresa

  1. Uma das grandes vantagens de estar implantando voz sobre IP com a PL tecnologia, é integrar sua rede de dados com sua rede de voz. Sua empresa, precisa apenas estar ligada com suas filiais através de um links de dados dedicado, para que possamos integrar os serviços de dados e voz. garantir a redução de custo com a comunicação de voz entre matriz e filiais.
  2. Sua empresa estará utilizando o serviço de voz com as filiais como se fossem ramais internos, não precisando digitar código da operadora e código da cidade, eliminando o enorme custo com os serviços DDD e DDI.
  3. é garantir a redução de custo com a comunicação de voz entre matriz e filiais. Os alugueis dos tie lines geram um enorme custo para todas as empresas e quanto maior for o número de ligações entre as filiais, maior precisará ser o tie line. Com a tecnologia voz sobre IP sua empresa reduz esse custo, devido a largura de banda necessária ser muito menor do que a dos tie lines.
  4. O primeiro passo da integração entre Voz, vídeo e dados é implantar em sua empresa. Após a instalação desse serviço,a pl tecnologia oferece outros serviços como por exemplo: Telefonia IP, soluções de Call Center, IP/TV, Vídeo Conferência, soluções Wireless, além de outras novas tecnologias do mercado.

Existe uma grande redução de custo devido ao uso de uma única rede para carregar dados e voz, especialmente quando os utilizadores já possuem uma rede com capacidade subutilizada, que pode transportar dados VoIP sem custo adicional. Chamadas de VoIP para VoIP no geral são gratuitas, enquanto chamadas VoIP para redes publicas (PSTN) podem ter custo para o utilizador VoIP. Considera-se a telefonia IP a agregação do VoIP com outros serviços agregados para a telefonia. O VoIP pode facilitar tarefas difíceis em redes tradicionais. Chamadas entrantes podem ser automaticamente roteadas para o telefone VoIP, independentemente da localização na rede. Por exemplo, é possível levar um telefone VoIP para uma viagem, e onde você conectá-lo á internet pode-se receber ligações, contanto que a conexão seja rápida e estável o suficiente. O fato da tecnologia ser atrelada à Internet também traz a vantagem de poder integrar telefones VoIP a outros serviços como conversação de vídeo, mensagens instantanias, compartilhamento de arquivos e gerenciamento de listas telefônicas. Estar relacionado à Internet também significa que o custo da chamada independe da localização geodésica e dos horários de utilização, ambos os parâmetros usados na cobrança na telefonia fixa e móvel, e cujos valores variam de operadora a operadora. Vários pacotes de serviço VoIP incluem funcionalidades que em redes tradicionais seriam cobradas à parte, como conferência a três, redirecionamento de chamadas, rediscagem automática e identificador de chamadas. Entretanto, apesar de amplamente utilizado através de computadores, o VoIP pode ser utilizado através de adaptadores para telefones analogicos ou gateways VoIP, que são aparelhos que podem ser conectados diretamente em uma conexão banda larga e a um aparelho telefônico comum ou a um PABX em posições de troncos ou ramais. Eles fornecem a interligação entre as redes IP e fixas. Funcionamento O procedimento consiste em digitalizar a voz em pacotes de dados para que trafegue pela rede IP e converter em voz novamente em seu destino. Segue passo a passo um caso de uso de uma ligação. O utilizador retira o telefone IP do gancho, e nesse momento é emitido um sinal para a aplicação sinalizadora do roteador de "telefone fora do gancho". A parte de aplicação emite um sinal de discagem. O utilizador digita o número de destino, cujos dígitos são acumulados e armazenados pela aplicação da sessão. Os gateways comparam os dígitos acumulados com os números programados; quando há uma coincidência ele mapeia o endereço discado com o IP do gateway de destino. A aplicação de sessão roda o protocolo de sessão sobre o IP, para estabelecer um canal de transmissão e recepção para cada direção através da rede IP. Se a ligação estiver sendo realizada por um PABX, o gateway troca a sinalização analógica digital com o PABX, informando o estado da ligação. Se o número de destino atender a ligação, é estabelecido um fluxo RTP sobre UDP entre o gateway de origem e destino, tornando a conversação possível. Quando qualquer das extremidades da chamada desligar, a sessão é encerrada. Apesar de poucos ambientes de escritório e residências utilizarem uma infra-estrutura puramente de telefonia IP, provedores de telecomunicações usam a tecnologia rotineiramente, geralmente em uma rede IP dedicada para conectar estações e converter sinais de voz em pacotes IP e vice e versa. O resultado é uma rede digital genérica (tráfego de voz e dados) com escalabilidade. O consumidor corporativo usa a telefonia IP para obter as vantagens da abstração da informação na rede. Com o VoIP é necessário somente fornecer uma conexão de dados e mais banda de rede. Não sendo necessário distribuir uma rede específica para a telefonia no ambiente de trabalho. Empresas maiores também fazem uso de gateways para as redes tradicionais, reduzindo custos de mão de obra externa o serviço. Seu uso é ainda mais visível quando uma empresa necessita comunicar dois sítios distantes a nível internacional. Outro tipo de aplicação corporativo deste sistema resulta na tele-conferência com custos reduzidos, senão nulos, em que os sistemas envolvidos, sejam eles software cliente ou hardware específico para tal aplicação, disponibilizam formas simples para vários utilizadores (colaboradores das empresas) comunicarem entre si sem que requeiram grandes centrais telefónicas e/ou sequências complexas de números e símbolos no telefone para darem início a uma sessão. Nas situações de uso do sistema através de software proprietário do fornecedor de serviço VoIP este poderá disponibilizar outro tipo de ferramentas como transferência de arquivos, partilha de pastas e em alguns casos a partilha do próprio computador. Pelos projetos atuais das empresas que hoje trabalham com VoIP, segundo analistas de mercado e alguns pontos de opinião, uma das próximas etapas na evolução do VoIP é a extinção por completo do modelo atual de ligações de longa distância (DDD/DDI) pela rede PSTN e, mais adiante, talvez a erradicação dos sistemas convencionais de telefonia. Parte desta evolução estará à medida que os telefones IP chegarem aos lares e os acessos em banda larga se popularizarem. Neste sentido, vários segmentos trabalham no intuito de criarem redes convergentes, seja utilizando os meios de transmissão telefônica atual, já compartilhado por serviços ADSL, seja compartilhando meios de transmissão de serviços de televisão a cabo, entre outros. O futuro da tecnologia de Voice over Internet Protocol (VoIP) são as comunicações unificadas (UCoIP) (Unified Communication over IP). O órgão responsável pela regulamentação de telecomunicações no Brasil é a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). A ANATEL, através de um comunicado, clarificou que um provedor VoIP, que não fornece a estrutura, isto é, não fornece a rede, não precisa de licença da ANATEL. Assim os provedores VoIP que possuem somente o Servidor e não oferecem o link, não necessitam da licença.