Saltar para o conteúdo

Encontro de Acadêmicos pelo Conhecimento Livre/Propostas

Fonte: Wikiversidade

Propostas das oficinas do dia 8.

Ações[editar | editar código-fonte]

Orientação[editar | editar código-fonte]

  • Documentar as referências do que foi apresentado em cada oficina.
  • Vídeos orientando sobre licenças e outros aspectos das tendências de Ciência Aberta.
  • Colaboração com indivíduos para adoção de práticas de ciência aberta. Desenvolver metodologias e estratégias.
  • Perfil da atuação dos participantes. Indicadores de práticas abertas e altmetrics.
  • Colaborar com atores da sociedade civil que também buscam avançar alguma tendência da ciência aberta. Fundações, associações.
  • Colaborar com bibliotecas e outras insituições ligadas à informação científica.

Políticas públicas[editar | editar código-fonte]

  • Contactar repositórios universitários de recursos educacionais que usam licenças contraditórias e não abertas [1]. Também referente ao PNLD.
  • Levantar falta de correspondências entre projetos de lei e necessidades da ciência aberta.
  • Identificar e contatar interlocutores no governo federal relevantes para nossas questões. Também pessoas da sociedade civil que tem melhor acesso a eles.
  • Dialogar e participar dos conselhos e conferências federais, estaduais e municipais relevantes.
  • Promover o conhecimento e o uso inteligente da Lei de Acesso e publicizar dificuldades.

Oportunidades[editar | editar código-fonte]

  • Encontro 'open science for development' em Londres (julho)
  • Confoa (outubro)
  • Festa do Scielo (outubro)
  • Encontro das Revistas Brasileiras (novembro)

Prioridades[editar | editar código-fonte]