Ensino de Sociologia e Estágio Supervisionado/III-2021

Fonte: Wikiversidade

Sobre[editar | editar código-fonte]

Disciplina obrigatória do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo

Professor Responsável: Prof. Dr. Henrique Zoqui Martins Parra

contato: henrique.parra [arroba] unifesp.br

PADs Doutorandos: Silvana (tarde); Gustavo (Noite)

Local: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - Bairro dos Pimentas, Guarulhos.

Período e Carga Horária[editar | editar código-fonte]

Quando: 2° semestre de 2021 às terças-feiras, a partir de 5 de outubro.

Atividades síncronas:

  • Turma vespertino: 15:00 - 17:00hs
  • Turma vespertino: 19:30 - 21:30hshs


Objetivo Geral[editar | editar código-fonte]

Oferecer formação teórica e prática para o desenvolvimento de ações educativas em escolas e em novos espaços de atuação profissional do cientista social no universo da educação (museus, ONGs, cursinhos populares, movimentos sociais, entre outros).


Objetivos Específicos[editar | editar código-fonte]

  • Experienciar diferentes práticas de ensino na intersecção de processos educacionais formais e informais;
  • Análisar diferentes linguagens, suas tecnologias e modos específicos de conhecimento;
  • Desenvolver habilidades e conhecimentos para a análise e ação situacional no campo escolar e extra-escolar;
  • Promover a articulação entre os conhecimento disciplinares, os saberes docentes e as dinâmicas de formação e subjetivação no devir professor.


Ementa[editar | editar código-fonte]

O Estágio III oferece ao estudante a possibilidade de experienciar e desenvolver metodologias e práticas de ensino de sociologia em situações escolares e extra-escolares, mediante a realização de projetos de intervenção educacional em instituições escolares ou em espaços de educação não-formal. O(a) docente responsável pela disciplina deverá oferecer ferramentas teóricas e metodológicas para subsidiar a elaboração do projeto, os conteúdos e metodologias envolvidas na sua execução, bem como a avaliação da atividade realizada. No âmbito da disciplina deve ser promovido o intercâmbio entre as diferentes experiências e as especifidades de cada campo de atuação. Por fim, deverá orientar o desenvolvimento do relatório de estágio, que deverá conter o relato das experiências educativas, planos de aulas elaborados, uma reflexão teórica a partir de pesquisa/diagnóstico sobre o campo de estágio (não formal).


Conteúdo Programático[editar | editar código-fonte]

  • Educação, escola e cultura: educação formal e informal
  • Linguagens, modos de conhecimento e tecnologias de comunicação
  • Pesquisa e propostas de atuação temática na escola

Atividades[editar | editar código-fonte]

  • Discussão de referencial teórico e análise de casos concretos;
  • Orientação/supervisão;
  • Pesquisa de campo e registro multimídia: registros em audio, fotografia, video e texto.
  • Relatório de Estágio
  • Publicação Online do trabalho final.
  • Participação na lista de discussão: https://lists.riseup.net/www/subscribe/estagio-sociais

Distribuição das Horas/atividades[editar | editar código-fonte]

  • 32hs em formação
  • 50hs em campo (registradas na Ficha de Estágio);
  • 85hs (distribuídas entre orientação/seminários/preparação projeto e relatório final).

Avaliação[editar | editar código-fonte]

  • Presença nas atividades sincronas.
  • Avaliação do relatório de estágio e plano de ensino.
  • Presença: 100% das horas práticas e supervisão, 75% das horas de formação em sala.

Ambiente e tecnologias digitais[editar | editar código-fonte]

Estudantes matriculadxs deverão se cadastrar nesses ambientes.

  • Lista de email: para se cadastrar na lista basta cadastrar seu email aqui:

https://lists.riseup.net/www/subscribe/estagio-sociais

  • Mensageria: Telegram - estudantes devem se cadastrar no grupo de acesso restrito (link será enviado por email.
  • Canal público para difusão de informações, textos e materiais relacionados à educação, ensino de ciências sociais e formação de professorxs. Aberto a todxs interessadxs: https://t.me/socioeduca2021

Trabalho e Avaliação[editar | editar código-fonte]

Durante o semestre serão realizados dois trabalhos para avaliação. O primeiro entregue em meados de dezembro e o segundo ao final do semestre. Os trabalhos poderão ser realizados em duplas (vespertino) ou em trios (noturno).

  • Trabalho 1: pesquisa de campo junto a profs de sociologia no ensino médio.
  • Trabalho 2: elaboração de plano de ensino e material didático.

Elaboração do Plano de Ensino e do material didático e paradático[editar | editar código-fonte]

Segue abaixo algumas referências pra a elaboração de um Plano de Ensino (PE). Considero um PE um programa de atividades didáticas que objetiva desenvolver junto aos estudantes, conhecimentos e habilidades relativas a saberes disciplinares da nossa área de formação (Ciências Sociais: antropologia, sociologia e ciência política).

Um Plano de Ensino contém uma proposta a ser desenvolvida em um bimestre, semestre, ano letivo, ou mesmo em 1,2,3 aulas. Por isso, quando falamos em Plano de Ensino é importante indicar qual é o seu escopo e abrangência. Minha sugestão é que neste momento vocês elaborem um Plano de Ensino pensando em poucas aulas, no máximo 4.

Como vocês verão, os Planos de Ensino podem variar radicalmente. Escolas (públicas e privadas), centros de formação, etc, cada uma costuma ter seu próprio modelo estabelecido pela própria instituição. Cada professora/professor também tem um estilo próprio de faze-lo. Acho bom conhecer diferentes modelos de PE, assim pode-se ampliar o repertório de possibilidades criativas e ao mesmo, compreender o que é essencial que esteja sempre presente num PE.


Sugestão Roteiro Plano de Ensino[editar | editar código-fonte]

1. O contexto e o período da atividade: Escola, ano letivo, período (um bimestre, semestre, ano letivo). Duração da atividade em horas ou dias. Quanto mais longo for o período de abrangência, menos detalhado será o Plano de Ensino.

2. Tipo de atividade (aula, oficina...) associada ao(s) tema(s) que será(ão) mobilizado(s) e ao(s) local(is) onde ela poderá ocorrer (sala de aula, banheiro, pátio, fora de escola, biblioteca, quadra de esportes, corredor…). Um Plano de Ensino poderá ter só aulas, ou tambem combinar aulas, oficinas, atividades de campo etc.

3. Apresentação do tema/problema que você pretende analisar, discutir, investigar. Discorra, descreva, apresente o seu tema. Aqui você pode desenvolver um argumento, comentar teorias, autores, abordagens. Essa sessão funciona como uma “introdução” de um texto ou projeto.

4. Objetivos e Justificativa O que você pretende desenvolver, estimular, provocar junto aos estudantes? Que conhecimentos, que objetivos você pretende lançar? Por quê? Para quê?

5. Que materiais você pretende utilizar? E como você imaginou que eles poderiam ser utilizados? Indique aqui filmes e trechos de filmes, fragmentos de textos, capítulos selecionados de livros, imagens, músicas, poemas etc. Dê alguns exemplos do que você está pensando.

6. Roteiro e descrição das atividades Uma aula raramente acontece como previsto. E isso é bom! E frequentemente, uma aula será tanto mais espontânea, criativa e indeterminada, quanto mais ela estiver preparada. Veja que “preparada” não significa “amarrada”. Uma aula bem estruturada é um percurso onde nos sentimos a vontade porque temos algumas balizas claras do que podemos fazer, que objetivo é mais importante tocar, que momentos e atividades podemos lançar e como podemos acolher o que está emergindo em sala. Gosto de pensar num roteiro que seja mínimo, e ao mesmo tempo, tenha espaço pra gente criar e tirar “cartas da manga”.

Por isso, podemos ter um roteiro com “blocos” de atividade. Por exemplo, se você vai exibir um filme/trecho, apresente também como você pensa que poderá trabalha-lo: “exibir 15min, distribuir a sala em grupos de 5; entregar uma questão (você pode já apresentar as questões) para cada grupo que a discutirá por 10min; cada grupo elege um sistematizador e um apresentador; rodada geral com cada grupo apresentando em 3min”.

7. Referencial teórico Indique alguns textos, artigos ou livros que foram referências para você.

Algumas referências de Planos de Ensino e Roteiros Didáticos[editar | editar código-fonte]

1. No site do Laboratório de Ensino de Sociologia da USP, no canto inferior à direita, há uma sessão denominada “Textos e Repertórios Didáticos”. Gosto bastante dessa produção que é realizada pelos próprios estudantes da licenciatura com a contribuição dos professores. Esses materiais estão organizados por temas. Navegue por eles: http://ensinosociologia.fflch.usp.br/ Dentro de cada tema haverá distintos Planos de Ensino e ou Repertórios Didáticos, cada um elaborado por diferentes estudantes.

Selecionei apenas 3 trabalhos como exemplos:

2. Laboratório de Ensino de Sociologia Florestan Fernandes: http://www.labes.fe.ufrj.br/

3. Drive: nesta pasta, coloquei alguns exemplos de Planos de Ensino realizados por estudantes da licenciatura em Ciências Sociais da Unifesp e também outros planos de ensino realizados numa licenciatura da Unicamp e outro plano de um professor de Sociologia (acesso restrito)

Programa e Cronograma[editar | editar código-fonte]

Aula 1: 05 de outubro – Sincrona: Apresentação e Organização do Curso[editar | editar código-fonte]

12 de outubro - Feriado[editar | editar código-fonte]

Neste intervalo de 15 dias a principal tarefa a ser realizada é localizar, contactar e estabelecer comunicação com professor(a) de sociologia na educação básica.

Aula 2: 19 de outubro - Sincrona - Ensino de Sociologia como Prática Sociológica[editar | editar código-fonte]

Aula 3: 26 de outubro - Sincrona - Pedagogias Insurgentes[editar | editar código-fonte]

02 de novembro - Feriado[editar | editar código-fonte]

Aula 4: 9 de novembro - Sincrona[editar | editar código-fonte]

Aula 5: 16 de novembro[editar | editar código-fonte]

Aula 6: 23 de novembro - Sincrona[editar | editar código-fonte]

Aula 7: 30 de novembro[editar | editar código-fonte]

Aula 8: 7 de dezembro - Sincrona[editar | editar código-fonte]

Aula 9: 14 de dezembro[editar | editar código-fonte]

Aula 10: 21 de dezembro - Sincrona - Entrega e Apresentação do Trabalho 1[editar | editar código-fonte]

  • Entrega do trabalho referente à primeira metade do curso (50% da nota final).

Aula 11: 11 de janeiro[editar | editar código-fonte]

Aula 12: 18 de janeiro - Sincrona[editar | editar código-fonte]

Aula 13: 25 de janeiro[editar | editar código-fonte]

Aula 14: 01 de fevereiro - Sincrona[editar | editar código-fonte]

Aula 15: 08 de fevereiro - Sincrona: Apresentação e Entrega dos Trabalhos[editar | editar código-fonte]

15 de fevereiro - fim semestre letivo[editar | editar código-fonte]

Digitação das notas na pasta verde de 16 a 23 de fevereiro

Recursos Educacionais[editar | editar código-fonte]

Podcasts[editar | editar código-fonte]

Videos/Palestras[editar | editar código-fonte]


Músicas[editar | editar código-fonte]

Referências Legislação e Currículos[editar | editar código-fonte]

  • Currículo Paulista Etapa Ensino Médio (em elaboração): Apresentação da área de Ciências Humanas:

https://efape.educacao.sp.gov.br/curriculopaulista/wp-content/uploads/sites/7/2020/04/VC-Cie%CC%82ncias-Humanas-01.04.pdf

Links selecionados: Educaçao em tempos de pandemia[editar | editar código-fonte]

Ensaios e analises[editar | editar código-fonte]

É hora de falar da educação como bem público

E agora, Escola? por António Nóvoa

Boaventura: A universidade pós-pandêmica - Outras Palavras

A universidade e os undercommons

Rumos da Universidade Publica - redigido pelo colegiado do curso de Historia - Memoria e Imagem da Universidade Federal do Parana

Coronavírus: Francesco Tonucci: “Não percamos esse tempo precioso com lição de casa” | Sociedade | EL PAÍS Brasil

O trabalho de educar numa sociedade sem futuro – Blog da Boitempo

Exactas-UNLP - La escuela después...¿con la pedagogía de antes? por Philippe Meirieu

EAD, tecnologias e finalidades da educação | AVALIAÇÃO EDUCACIONAL – Blog do Freitas Coronavírus pode construir uma distopia tecnológica

Elogio à sensorialidade da Cultura - Outras Palavras

Não voltar, recriar a Escola por Helena Singer

“Voltar a nos entediar é a última aventura possível”: entrevista com Franco Berardi, Bifo - Vapor ao Vento

Formação Continuada - Aula Magna António Nóvoa – YouTube

Universidades públicas, aulas remotas e os desafios da ameaça neofascista no Brasil - Carta Maior

Reportagens sobre condiçoes socioeconomicas do ensino, professores, estudantes[editar | editar código-fonte]

Alunos da rede pública de SP enfrentam problemas no ensino a distância

Pandemia deve intensificar abandono de escola entre alunos mais pobres

EaD durante a pandemia expõe desigualdades no acesso à internet - CartaCapital

Sem internet, merenda e lugar para estudar: veja obstáculos do ensino à distância na rede pública durante a pandemia de Covid-19 | Educação | G1

335 mil estudantes da rede pública podem estar excluídos das aulas online | SINTESE

Yes, balancing work and parenting is impossible. Here’s the data. - The Washington Post

A roleta-russa da abertura das escolas

Pesquisas e Dados empíricos sobre condições socioeconômicas e acesso às tecnologias[editar | editar código-fonte]

TIC Kids Online Brasil - Pesquisa Nacional CETIC

Juventudes e a Pandemia do Coronavírus Conheça a pesquisa realizada com jovens de todo o Brasil.

V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos (as) Graduandos (as) das IFES – 2018

Impactos sociais, econômicos, culturais e políticos da pandemia - Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz): Ciência e tecnologia em saúde para a população brasileira

COVID-19 y educación primaria y secundaria: repercusiones de la crisis e implicaciones de política pública para América Latina y el Caribe

EAD e trabalho docente[editar | editar código-fonte]

Faculdades particulares de SP lotam salas virtuais com até 180 alunos e demitem mais de 1.600 professores durante pandemia

A invisibilidade do magisterio brasileiro no delicado processo de retorno as aulas presenciais durante a pandemia

Pesquisa aponta as condições de trabalho para desenvolvimento de aulas remotas durante a pandemia | SINTESE

Depois de colocar robôs para ensino, Laureate demite 120 professores - 14/05/2020 - Educação - Folha

Laureate usa robôs no lugar de professores sem que alunos saibam - Agência Pública

Servidores da educação de MG denunciam riscos do ensino à distancia

Ações e reações - estudantes e professores[editar | editar código-fonte]

Alunos da rede pública planejam reprovar de propósito para 'aprender de verdade' em 2021

Controversias juridicas[editar | editar código-fonte]

Aluno de direito move ação popular para obrigar UFPE a oferecer ensino remoto

SP: Pais vão à Justiça para pedir volta às aulas presenciais

Orientações e Manifestações institucionais[editar | editar código-fonte]

REPU - Nota pública "Por que não é possível retornar às escolas em setembro?"

REPU - Nota pública "O Ensino Não Presencial e o Aumento das Desigualdades Educacionais: ninguém pode ser excluído!"

COVID-19 | CNDE

Banco Mundial - The COVID-19 Pandemic : Shocks to Education and Policy Responses

UNESCO - Suspensão das aulas e resposta à COVID-19

Dados dos estudantes que utilizam plataforma de ensino a distância devem ser protegidos, orienta CTE-IRB

UFMG: https://ufmg.br/comunicacao/noticias/aulas-prograd

UFABC: https://www.facebook.com/adufabc/posts/2598292390415126

Forum das Seis: http://adunicamp.org.br/novosite/carta-aberta-do-forum-das-seis-a-respeito-da-pandemia-do-coronavirus-e-das-medidas-que-devem-ser-adotadas-pelas-universidades-estaduais-paulistas-e-pelo-centro-paula-souza

Experiencias EAD[editar | editar código-fonte]

Faculdad Cero

Tecnologias Digitais, Direito a educaçao, Corporaçoes e Neocolonialismo digital[editar | editar código-fonte]

Educaçao Vigiada

PARRA, H. et al. Infraestruturas, economia e política informacional: O caso do Google Suite for education. Mediações, v. 23, n. 1, p. 63–99, 2018.

CRUZ, R. da; SARAIVA, F.; AMIEL, T. Coletando dados sobre o Capitalismo de Vigilância nas instituições públicas do ensino superior do Brasil. In: VI Simpósio Internacional LAVITS, Salvador. Anais… In: LAVITS. Salvador: 2019

Google under scrutiny in schools: New Mexico suit, Norway investigates

Nova economia dos dados: crianças são exploradas sem que pais percebam

Inteligência Artificial, amiga ou inimiga?

Gênero, Desigualdade e Violência[editar | editar código-fonte]

Desigualdade de gênero e a violência contra a mulher no contexto da pandemia do Informasus​ coronavírus. Disponível em: https://www.informasus.ufscar.br/desigualdade-de-genero-e-a-violencia-contra-a-mulher-no-contexto-da-pandemia-do-coronavirus/. Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Mulheres estão mais sobrecarregadas na pandemia por desigualdade na divisão de tarefas domésticas. Extra Globo. 13 de set de 2020. Disponível em: https://extra.globo.com/economia/mulheres-estao-mais-sobrecarregadas-na-pandemia-por-desigualdade-na-divisao-de-tarefas-domesticas-24635711.html​ >. Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Pessoas LGBT enfrentam preconceito na quarentena. ​ Faculdade de Medicina UFMG​ . 26 de mai de 2020. Disponível em:​ https://www.medicina.ufmg.br/pessoas-lgbt-enfrentam-preconceito-na-quarentena/​ . Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Principais Questões sobre Violência contra a Mulher na pandemia e após. ​ Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente​ . 23 de out de 2020. Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-mulher/principais-questoes-sobre-violencia-contra-a-mulher-na-pandemia-e-pos-pandemia/. Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Psicologia, sexualidade e gênero: como a violência de gênero opera na pandemia?. Psicologia Viva​. 1 de junho de 2020. Disponível em: <​ https://blog.psicologiaviva.com.br/violencia-de-genero-na-pandemia/. Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Violência contra a mulher aumenta durante a pandemia de Covid-19. ​ ACNUR. 25 de nov de 2020. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/2020/11/25/violencia-contra-a-mulher-aumenta-durante-a-pandemia-de-covid-19/. Último acesso em: 11 de jan de 2021.

Transexuais são excluídos do mercado de trabalho. Correio Braziliense​. Disponível em: http://especiais.correiobraziliense.com.br/transexuais-sao-excluidos-do-mercado-de-trabalho​ . Último acesso em: 11 de jan de 2021.