Fórum "Penso, logo existo" - Refletir com Método desde Descartes

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Objetivo da Aula

Relacionar à educação a experiência da dúvida, da análise e da reflexão desde Descartes.

Descartes – discurso do método


Descartes é considerado o primeiro filósofo moderno. A frase “PENSO, LOGO EXISTO” surgiu através do “Discurso do Método” escrito para estabelecer que era preciso usar a razão para se chegar à verdade universal, seguindo quatro preceitos.

- O primeiro preceito é o da evidência: não admitir "nenhuma coisa como verdadeira se não a reconheço evidentemente como tal".

- O segundo é o da análise: "dividir cada uma das dificuldades em tantas parcelas quantas forem possíveis".

- O terceiro é a síntese: "concluir por ordem meus pensamentos, começando pelos objetos mais simples e mais fáceis de conhecer para, aos poucos, ascender, como que por meio de degraus, aos mais complexos".

- O último é o da enumeração, dos "desmembramentos tão complexos a ponto de estar certo de nada ter omitido".

O discurso do método foi dividido em seis partes para melhor orientar o leitor:

1ª. Diversas considerações sobre a ciência;

2ª. As principais regras para a prática científica;

3ª. Algumas das justificativas do método;

4ª. As provas da existência de Deus e da alma humana, fundamentos da metafísica;

5ª. Descartes faz algumas aplicações do método a questões físicas e relativas à medicina; também as particularidades da alma humana;

6ª. As razões que o levaram a escrever o tratado e aquilo que Descartes acredita ser essencial para o progresso do conhecimento. René Descartes preceituo a dúvida como primeiro passo para se chegar ao conhecimento. Foi escrito em francês e não em latim como era costume, pois Descartes pretendia popularizar seus conceitos

Com base no texto e no que foi postado, reflita sobre os quatro preceitos que levaram Descartes a chegar a sua suposta ou pretensa 'Verdade Universal'.