Gestão de Projetos Culturais

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Yellow-bg.svg
HSBook.svg
Ementa

Bem vindo ao curso Gestão de Projetos Culturais


OBJETIVO

O curso livre Gestão de Projetos Culturais é voltado para iniciantes e profissionais da área cultural que buscam a educação continuada, a qualificação permanente ou o redirecionamento de carreira.

JUSTIFICATIVA

Pesquisadores e responsáveis por uma vasta produção teórica não tem medido esforços para demonstrar, desde tempos remotos, a importância do campo denominado cultura para compreensão da sociedade humana e de seus movimentos. Compreender a cultura como parte indissociável dos fenômenos e atividades sociais como política, educação, comunicação, cidadania e manifestações artísticas e sociais é fundamental não apenas para o desenvolvimento de uma leitura crítica dos fenômenos sociais, mas, sobretudo, para o embasamento de uma formação que permita um posicionamento lúcido e criativo diante da complexa realidade do mundo contemporâneo.

NÍVEL DO CURSO

Curso Livre de Extensão

PRÉ-REQUISITOS

  • Ensino Médio completo
  • Atuar no setor cultural como artista, gestor ou produtor
  • Conhecimento básico em produção cultural
  • Noções básicas em leis e editais de cultura

MÓDULOS

  • Aula 01 - Dimensão Filosófica: Natureza e cultura
  • Aula 02 - Dimensão Antropológica/Simbólica: Identidade e diversidade cultural
  • Aula 03 - Dimensão Sociológica: A influência da cultura no comportamento social
  • Aula 04 - Dimensão Política: A cultura como direito e o conceito de Cidadania Cultural
  • Aula 05 - Principais Pensadores da Cultura: Guia rápido de leitura


  • Aula 01 - A Antiguidade Clássica: Grécia, Roma e Egito
  • Aula 02 - A Idade Média: Dogmatismo religioso e cultura
  • Aula 03 - O Renascimento: Leonardo da Vinci, Nicolau Copérnico, Galileu Galilei e o Novo Mundo
  • Aula 04 - O Iluminismo: A Enciclopédia de Diderot
  • Aula 05 - Era Moderna: Revolução Industrial, burguesia, proletariado, urbanização e produção em massa
  • Aula 06 - Marxismo Cultural - Módulo I: Marx, Gramsci, Luckács, Adorno, Horkheimer, Habermas e Marcuse
  • Aula 07 - Marxismo Cultural - Módulo II: A experiência do socialismo real no século XX
  • Aula 08 - Nazi-Fascismo Cultural: A experiência do nacional-socialismo na II Guerra
  • Aula 09 - Liberalismo Cultural: Indivíduos e normas culturais
  • Aula 01 - Ausência: Da Colônia ao Império
  • Aula 02 - Pioneiros: Mário de Andrade, Sérgio Milliet e a experiência de São Paulo
  • Aula 03 - Ditadura Vargas e o Estado Novo: Incentivo paternalista e repressão política
  • Aula 03 - Anos 50: A Bossa Nova e Cinema Novo
  • Aula 04 - Ditadura Militar: Repressão política e resistência
  • Aula 05 - Governos Sarney, Collor e FHC: Recusa do Estado como indutor de políticas culturais e o papel do mercado como 'gestor' da cultura
  • Aula 06 - Governos Lula e Dilma: Retomada do Estado como indutor de políticas culturais
  • Aula 01 - O que são Políticas Públicas: Breve Conceituação
  • Aula 02 - Wellfare State: O Estado de Bem-Estar Social e o modelo social-democrata
  • Aula 03 - Atores das Políticas Culturais: Estado, Organizações Internacionais, Iniciativa Privada, Sociedade Civil e ONGs
  • Aula 04 - Como organizar a Gestão do Setor Cultural: Recursos Humanos, Financeiros e Materiais
  • Aula 05 - Órgão Público Gestor da Cultura
  • Aula 06 - Instâncias de Articulação, Pactuação e Deliberação
  • Aula 07 - Instrumentos de Gestão: Planos, mecanismos e pactuação de desempenho
  • Aula 08 - Setorização do Campo da Cultura: Organizando a gestão para compreender a diversidade cultural


  • Aula 01 - O Campo da Produção Cultural
  • Aula 02 - O Profissionais da Organização da Cultura
  • Os Setores Criativos: arranjo e cadeia produtiva
  • Mercado Criativo: A importância dos Micro Empreendimentos
  • Economia Criativa e Desenvolvimento Local: Territórios Criativos (Bacias, Cidades e Pólos) e os APLs (Arranjos Produtivos Locais)



BIBLIOGRAFIA

  • ADORNO, T. & HORKHEIMER, M. A. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.
  • ADORNO, Theodor W. “A Indústria Cultural”. In: Cohn, G. (org.), Theodor Adorno, trad. de Amélia Cohn. Coleção Grandes Cientistas Sociais. São Paulo: Ática, 1986.
  • .___________. Educação e emancipação. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1995.
  • ALVAREZ, Sonia., DAGNINO, Evelina e ESCOBAR, Arturo.(orgs.) Cultura e política nos movimentos sociais latino-americanos: novas leituras. Belo Horizonte: UFMG, 2000.
  • BAKHTIN, Mikhail. Estudo das Ideologias e Filosofia da Linguagem. In: Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1999. p. 31 – 39.
  • CANCLINI, Néstor García. (1998). Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP.
  • CEVASCO, MARIA E. Dez lições sobre estudos culturais. São Paulo: Boitempo, 2003.
  • d’ADESKY, Jaques. Pluralismo étnico e multiculturalismo: racismo e anti-racismo no Brasil. Rio de Janeiro: Pallas, 2001.
  • DOWNING, John D. H. (org). Mídia radical – Rebeldia nas comunicações e movimentos sociais. São Paulo: Senac, 2002.
  • FREITAG, Bárbara. A teoria crítica ontem e hoje. São Paulo: Brasiliense, 2004. 184 p.
  • FERREIRA, M. Nazareth. Cultura, comunicação e movimentos sociais. São Paulo: CELACC -ECA/USP, 1999.
  • GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.
  • GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. V. 1, 2, 3, 4 e 5. Edição e tradução: Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
  • LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: 24ª Ed. Jorge Zahar Editora, 2009.
  • MINISTÉRIO DA CULTURA. Guia de Orientações para os Municípios: Perguntas e Respostas. Brasília: Ministério da Cultura; Secretaria de Articulação Institucional, 2011.
  • RUBIM, Antônio Albino Canelas. As políticas culturais e o governo Lula. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2011. 96p. (Brasil em Debate; v. 5)
  • FEIJÓ, Martin Cezar. O que é política cultural. São Paulo: Editora Brasiliense, 1983. (Primeiros Passos)
  • CALABRE, Lia. Políticas culturais no Brasil: dos anos 30 ao século XXI. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2009. 144 p. (FGV de Bolso. Série Sociedade & Cultura)
  • WILLARD, Charles Arthur. O liberalismo e o Problema do Conhecimento: uma nova retórica para a Democracia moderna, University of Chicago Press, 1996.