Horta do Ciclista

De Wikiversidade
Ir para: navegação, pesquisa
MUTIRÕES:

Todo primeiro domingo de cada mês, às 12h. Para participar é só chegar. Materiais necessários: mudas de hortaliças (árvores não), composto orgânico, folhas secas, pás e enxadas.

Praça do Ciclista
Horta do Ciclista. Linda
Foto aérea da horta e Av. Paulista
Festa Horta do Ciclista. Dia 13/10, domingo, a Horta do Ciclista fez um ano

A Horta do Ciclista é uma intervenção coletiva sobre o espaço urbano de São Paulo com o fim de cultivo de alimentos. Teve início em 12/10/2012. Na sua essência, é uma proposta de uso equitativo da cidade. Ela vem a somar uma direção bastante forte assumida por ciclistas, que é o uso do espaço urbano público para a satisfação de uma necessidade essencial: além de transitar e de contribuir para a não poluição do ar coletivo, alimentar-se. Está localizada na Praça do Ciclista, próxima ao cruzamento de duas importantes vias de São Paulo, Av. Consolação e Av. Paulista, contrastando com o cenário de dinamismo econômico e individualista presente no entorno.

"SIM, as pessoas se comportam de forma respeitosa e, SIM, podemos confiar uns nos outros para construir um mundo melhor."

Coordenadas: 23.556252° ' S 46.662189º ' W

Planejamento[editar | editar código-fonte]

Esquema da horta

Conheça e participe do grupo de discussão da horta.

Desenho dos canteiros, onde considerou-se:

  • a existência de caminhos entre os canteiros que permitisse o acesso ao monumento do Miranda, bem como a circulação e acesso confortável aos canteiros;
  • as atividades dos ciclistas que é o grupo mais denso e diverso que utiliza a Praça.

Dessas considerações partiu-se para a proposta de um desenho radial cruzado por uma espiral (veja imagem ao lado). Seus caminhos partem com um afastamento da margem para permitir que se continue usando-a para circular e a mureta, para sentar. Há também um eixo bastante amplo para se acessar o monumento. Os canteiros estão entre os caminhos e sua forma não é permanente: serão acomodadas ao longo do tempo conforme as plantas e a convivência entre pessoas e as plantas exigirem.

  • Questões estratégicas
  • Espécies que serão plantadas
  • Material necessário
  • Parcerias

Dicas para o Cuidado da Hortinha[editar | editar código-fonte]

Horta do Ciclista I.jpg

Veja e participe da escala de regas da horta.

  • Faça da ação de plantar algo legal pra você, não um sacrifício.
  • A rega deve ser feita apenas quando a terra estiver seca. Caso forme "pocinhas de água" na superfície é sinal de que a terra está muito seca. O infalível "dedômetro" nos diz se a terra está seca, levemente úmida, muito úmida ou encharcada. É preciso enfiar o mais fundo possível. Se estiver úmido demais, não precisa regar. Com o tempo vamos aprendendo o ponto. Diariamente, toque na terra e veja se está úmida. Estando seca, regue sempre com delicadeza e, caso a raiz comece a sair pelos buraquinhos do vaso, é sinal de que ele está pequeno e a planta precisa ser transplantada.
  • Nutrir a terra a cada 30 ou 40 dias com algum tipo de adubo, como húmus de minhoca ou composto orgânico.
  • Nunca arranque as folhas de ervas como salsinha, hortelã, cebolinha, rúcula. Corte-as em no máximo 3 cm acima da terra. De manjericão, tomilho, alecrim, corte apenas os brotos. Frutos como jiló, berinjela, tomate basta colher quando estiverem maduros.
  • Ao menos uma vez por semana dê uma atenção especial para observar se não há fungos e insetos.
  • Se tiver lixo, plantas quebradas, arrancadas, ou canteiros pisoteados precisa dar um jeitinho e, se a coisa for grave, avisar o resto do pessoal para combinarmos uns primeiros socorros.
  • Se você não pode participar dos mutirões, mas quer e pode contribuir em outra oportunidade, observe na Horta e na página Wiki o que estamos fazendo e o que pretendemos fazer. Se estiver de acordo, some as nossas ações. Se não, coloque sua posição pra que nos reavaliemos e ajamos juntos.
  • Se você tiver uma plantinha, mas estiver impossibilitado de plantar por qualquer motivo (falta de tempo, ferramenta...), pendure o vasinho em uma das árvores, para que a plantinha aguarde protegida algum voluntário munido de ferramenta.
  • Se você não mora próximo, mas tem a Praça no seu trajeto, você pode considerar levar uma mudinha ou uma aguinha extra nos alforges pra alimentar a Praça de vez em quando, não?
  • Não plante mais árvores na Horta, pois há copa suficiente sobre ela. Além disso, há uma laje sob a Horta limitando a profundidade do canteiro.

Espécies plantadas[editar | editar código-fonte]

Horta do Ciclista.jpg

Num primeiro momento vamos privilegiar as espécies "desintoxicadoras", as mais resistentes e as menos “roubáveis”, deixando os tomates, pimentões, berinjelas & cia para quando a horta estiver mais estabelecida e conhecermos melhor a reação dos frequentadores do local. Exemplos:

  • Girassol
  • Alecrim
  • Mirra
  • Melissa
  • Variedades de Manjericão
  • Capim santo
  • Cebolinha
  • Flores
  • Feijão Guandu
  • Feijão criolo
  • Milho criolo
  • Salsinha
  • Variedades de Tomate
  • Variedades de Alface
  • Couve

Materiais necessários[editar | editar código-fonte]

Horta do Ciclista II.jpg
  • Terra
  • Composto orgânico (no último mutirão foi criada uma composteira diretamente na terra. Deverá ser preenchida com cascas de frutas e ovos, além das folhas secas)
  • Serragem e ou cacos de tronco de árvore (para caminhos entre canteiros e cobrir a terra nas áreas já plantadas)
  • Folhas secas
  • Seixos ou pedras pequenas (para o desenho dos canteiros)
  • Sinalização (placa explicativa da horta e identificação das espécies plantadas)
  • Mudas
  • Regadores
  • Água (o estacionamento em frente e o bar ao lado deste são vizinhos dispostos a doar água da torneira para a rega!)
  • EMPRÉSTIMO: Pás, enxadas e cavadores

Histórico[editar | editar código-fonte]

  • 1º mutirão: 12/10/2012 às 10h na Praça do Ciclista
  • 2º mutirão: 21/10/2012 à tarde na Praça do Ciclista
  • 3º mutirão: 11/11/2012
  • 4º mutirão: 02/12/2012 como parte da programação da Parada Veg
  • A partir de então, primeiro domingo de cada mês!

Saiu na Mídia[editar | editar código-fonte]

Em ordem cronológica crescente

2012[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

Registros[editar | editar código-fonte]

As imagens e vídeos abaixo são apenas uma seleção, veja e contribua com o catálogo completo na.

Primeiro mutirão (12/10/2012)[editar | editar código-fonte]

Horta do Ciclista - primeiro mutirão

Segundo mutirão (21/10/2012)[editar | editar código-fonte]

Terceiro mutirão (11/11/2012)[editar | editar código-fonte]

Quarto mutirão (01/12/2012)[editar | editar código-fonte]

Ainda sem fotos no catálogo.

Após o Reveillon da Paulista (01/01/2013)[editar | editar código-fonte]

Veja em Reveillon 2013.

Quinto mutirão (13/01/2013)[editar | editar código-fonte]

Ponto de ônibus[editar | editar código-fonte]

Mutirão (05/08/2013)[editar | editar código-fonte]

Horta na Praça Vegana (03/02/2013)[editar | editar código-fonte]

No dia 3 de fevereiro 2013 nasceu uma nova horta na cidade de São Paulo. Foram realizados os trabalhos de terra e foram plantadas mudas, principalmente de temperos, no primeiro canteiro da praça Vegana.

Ver também[editar | editar código-fonte]