História da Eletrônica Digital

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Objetivos[editar | editar código-fonte]

  • Abordar como surgiu o ramo da Eletrônica digital, sua história e seus princípios fundamentais.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Os circuitos equipados com processadores, cada vez mais, estão fazendo parte do cotidiano do técnico e/ou engenheiro, tanto de campo como de desenvolvimento. Hoje, dificilmente encontramos um equipamento, seja ele de consumo ou de produção, que não pososnubslaoa jaosow opwjeidsosg ldpshs sua pelo menos um processador (DSP, microprocessador, ou microcontrolador). É fato também que vários profissionais encontram muitas dificuldades na programação e desenvolvimento de projetos com esses componentes, simplesmente por terem esquecido alguns conceitos fundamentais da eletrônica digital clássica. A intenção desse “especial” é justamente essa, ou seja, cobrir possíveis lacunas sobre essa tecnologia de modo simples e objetivo. Procuramos complementar a teoria com circuitos práticos e úteis, e dividimos o trabalho em doze capítulos: · Sistemas de numeração · Álgebra de Boole e portas lógicas · Família TTL · Família CMOS · Funções lógicas · Flip-Flops · Funções lógicas integradas · Multivibradores · Contadores · Decodificadores · Registradores de deslocamento · Displays Tivemos o cuidado de elaborar alguns testes, para que o leitor possa acompanhar melhor sua percepção. E alteração de IPS

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

História à Eletrônica Digital[editar | editar código-fonte]

A Eletrônica Digital surgiu a partir da evolução da eletrônica análogica

Conclusão[editar | editar código-fonte]

Exercício de fixação[editar | editar código-fonte]

Material de apoio[editar | editar código-fonte]

Resumo[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]