Introdução ao PHP 5 com MySQL/História do PHP

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Esta é a história de como surgiu a linguagem PHP e de como esta tem evoluído até suas versões mais modernas.

Rasmus Lerdorf durante o LinuxTag 2002

PHP/FI[editar | editar código-fonte]

A linguagem PHP tem como origem o PHP/FI, que foi criado pelo programador canadense-dinamarquês Rasmus Lerdorf em 1995, como um pacote de programas CGI, para substituir um conjunto de scripts Perl que ele usava no desenvolvimento de sua página pessoal, para estatísticas de acesso para seu currículo online. Este conjunto de scripts foi chamado de Personal Home Page Tools, e conforme foi necessária uma maior implementação de funcionalidades dos scripts, Rasmus escreveu um conjunto de código que possibilitava a comunicação com banco de dados e o desenvolvimento de aplicativos dinâmicos web, posteriormente disponibilizando este código ao público. Em 1997, foi lançado o novo pacote da linguagem com o nome de PHP/FI, trazendo a ferramenta Forms Interpreter, um interpretador de comandos SQL. Em novembro de 1997, foi lançado o PHP/FI 2.0 que obteve diversos usuários ao redor do mundo.

PHP 3[editar | editar código-fonte]

Gutmans, 2006

O PHP 3.0 foi criado pelos israelenses Andi Gutmans e Zeev Suraski em 1997, sendo uma reescrita do PHP/FI de modo a atender suas próprias necessidades de desenvolvimento de aplicações de e-commerce de seu projeto na universidade. O PHP 3.0 acabou sendo lançado como uma versão oficial, e o PHP/FI foi descontinuado. A linguagem foi denominada PHP, que vem do acrônimo PHP: Hypertext Preprocessor. O PHP 3.0 foi oficialmente lançado em junho de 1998.

PHP 4[editar | editar código-fonte]

Uma das limitações do PHP 3 é que este não havia sido projetado para trabalhar com aplicações muito complexas eficientemente. Em 1999 foi desenvolvida uma nova engine (máquina virtual de interpretação e execução - plataforma de execução dos programas feito na linguagem), chamada 'Zend Engine' (conhecidos pelos seus primeiros nomes, Zeev e Andi), e o PHP 4.0, baseado nesta engine foi lançado em maio de 2000, incluindo diversas novas características como suporte a diversos servidores web, sessões, além de maior número de recursos de Orientação a Objeto. Uma confusão comum no PHP 4 foi a criação de cópias de objetos, pois a linguagem não trabalhava com apontadores ou handlers, como outras engines populares (exemplo: JVM).

PHP 5[editar | editar código-fonte]

O PHP 5 foi lançado em julho de 2004. Ele principalmente introduziu o core, a Zend Engine 2.0 com um novo modelo de orientação a objetos e várias outras características, resolvendo os problemas com handlers. Caso se copie um objeto, na verdade copiaremos um apontador, pois, caso haja alguma mudança na versão original do objeto, todas as outras também sofrem a alteração, o que não acontecia na PHP 4.

Resumo[editar | editar código-fonte]

  • A linguagem PHP tem como origem o PHP/FI, que foi criado pelo programador canadense-dinamarquês Rasmus Lerdorf em 1995, como um pacote de programas CGI, para substituir um conjunto de scripts Perl que ele usava no desenvolvimento de sua página pessoal. O PHP/FI teve duas versões.
  • Em 1997, os israelenses Andi Gutmans e Zeev Suraski reescreveram o código do PHP/FI. Esta nova versão foi conhecida como PHP 3.0, sendo descontinuado o desenvolvido do PHP/FI.
  • Em 2000 foi lançado o PHP 4.0, com diversos novos recursos e baseado em uma nova engine chamada Zend Engine.
  • Em 2004 foi lançado o PHP 5, com a engine Zend Engine 2.0 com um novo modelo de orientação a objetos e várias outras características, resolvendo os problemas com handlers.

Referências e bibliografia[editar | editar código-fonte]



trabqlhov de fqawgbwg