Jornalismo Comparado

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A disciplina Jornalismo Comparado /faz parte do currículo básico do Bacharelado em Jornalismo da Wikiversidade e é oferecida para alunos de qualquer período. Não há pré-requisito.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Propiciar ao aluno uma visão de conjunto sobre os diferentes tipos de jornalismo praticados no mundo e dentro do próprio país, categorizados por mídia, suporte, estilo, abordagem da notícia ou padrões deontológicos. Suscitar o debate em torno na produção jornalística nacional e as alternativas a estes, sejam regionais, ideológicos ou tecnológicos.

Ementa[editar | editar código-fonte]

Os meios de comunicação de massa no mundo contemporâneo: tendências e condições de produção, circulação e consumo. Processos de comunicação em relação com fenômenos políticos e sociais. Jornalismo na sociedade globalizada. Controle da informação. Análise comparativa dos padrões do jornalismo. Análise comparativa dos sistemas de Comunicação Social.

Conteúdo programático[editar | editar código-fonte]

Parâmetros de Análises Comparativas[editar | editar código-fonte]

  1. Os meios de comunicação de massa no mundo contemporâneo.
  2. Tendências da comunicação no mundo contemporâneo.
  3. Condições de produção, circulação e consumo de mensagens.
    1. Políticas públicas de comunicação e suas relações com as sociedades.
    2. Os impactos das novas tecnologias de informação.
  4. Processos de comunicação em relação com fenômenos políticos e sociais.
    1. Relações entre tipos de sociedades e sistemas de comunicação.
    2. Participação da mídia nas mudanças sociais e econômicas.
  5. Jornalismo na sociedade globalizada: concentração e dispersão.
  6. Concorrência entre os veículos de mídia.
  7. Controle da informação
    1. Formas de controle da informação em diversas sociedades.
    2. Instrumentos de controle sobre os meios de comunicação nos diferentes sistemas políticos.

Análise Comparativa dos Modelos de Jornalismo[editar | editar código-fonte]

  1. Análise comparativa dos padrões do jornalismo.
  2. Influência dos modelos estrangeiros.
  3. Jornalismo impresso, radiojornalismo, telejornalismo e webjornalismo.
  4. Dependência tecnológica no jornalismo impresso, rádio, TV e web.
  5. Estudo comparativo e análise morfológica.
    1. O texto jornalístico em cada uma das mídias.
    2. A edição jornalística em cada uma das mídias.
    3. Jornalismo de circulação nacional x jornalismos regionais.
    4. Jornalismo de países industrializados x jornalismo de países em desenvolvimento.
    5. Jornalismo profissional x jornalismo amador, cidadão, colaborativo, open source.
    6. Jornalismo informativo x jornalismo opinativo, engajado, de combate.
    7. Jornalismo objetivo, "distante" x jornalismo sensacionalista, emotivo, de fofoca.
    8. Jornalismo corporativo x jornalismo alternativo, contra-hegemônico

Análise Comparativa dos Sistemas de Comunicação[editar | editar código-fonte]

  1. Análise comparativa dos sistemas de Comunicação Social.
    1. A "imprensa livre" dos sistemas democráticos capitalistas ocidentais.
    2. A imprensa dos países subdesenvolvidos e sua relação com o poder local.
    3. A imprensa dos regimes socialistas (atuais e antigos).
    4. A imprensa dos países de desenvolvimento destacado (Brasil, Índia, China, México, África do Sul).
  2. Tendência do jornalismo brasileiro, a hegemonia do eixo Rio-São Paulo e as alternativas regionais.

Metodologia de aula[editar | editar código-fonte]

  • aulas expositivas
  • debates com participação dos alunos
  • discussões dos temas apresentados
  • exibição de filmes, projeções, áudio e material multimídia
  • palestras de convidados
  • visita a locais

Avaliação[editar | editar código-fonte]

  • prova escrita em múltipla escolha
  • seminário temático em grupo

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • AMARAL, Luiz. Jornalismo: matéria de primeira página. Tempo Brasileira. Rio de Janeiro, 1986
  • ANGRIMANI, Danilo. Espreme que sai sangue - um estudo do sensacionalismo na imprensa, São Paulo: Summus 1994
  • BORDENAVE, Juan Díaz. Além dos Meios e Mensagens: introdução à comunicação como processo, tecnologia, sistemas e ciência, São Paulo: Vozes, 1977.
  • COELHO, Teixeira. O que é Industria Cultural. Brasiliense. São Paulo, 1993
  • COHN, Gabriel. Comunicação e Indústria Cultural. Queiroz. São Paulo, 1987
  • MARQUES DE MELO, José. Espanha: sociedade e comunicação de massa. São Paulo, Summus, 1989
  • MARQUES DE MELO, José. Normas de Redação de Cinco Jornais Brasileiros,1972,USP
  • MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos Meios às Mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: EDUFRJ, 2001
  • MORAES, Dênis de (org.). Globalização, Mídia e Cultura Contemporânea.
  • MORAN, José Manuel. Leituras dos Meios de Comunicação, São Paulo: Pancast, 1993