Jornalismo em Ambientes Digitais

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Disciplina do curso de Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, da Faculdade Cásper Líbero.

Professores responsáveis: Eduardo Nunomura e Michelle Prazeres

Carga horária: 72 h/a

Ano letivo: 2019

Contatos: mprazeres [arroba] casperlibero.edu.br; eynunomura [arroba] casperlibero.edu.br

Objetivos[editar | editar código-fonte]

  • Desenvolver raciocínio claro e conciso sobre o jornalismo em ambientes digitais.
  • Desenvolver um olhar crítico para a cultura das tecnologias;
  • Ter clareza sobre a prática de produção e indexação de conteúdos em ambientes digitais;
  • Compreender e experimentar a criação e a administração de produtos jornalísticos em mídias digitais;

Ementa[editar | editar código-fonte]

Esta disciplina irá introduzir os conceitos teóricos relacionados ao Jornalismo e às mídias digitais e proporcionar práticas experimentais em laboratório.

Para dar conta deste objetivo, o curso mescla aulas teóricas e expositivas (amparadas por leituras), com momentos de metodologias ativas e participativas de experimentos práticos em laboratório

Objetivos de aprendizagem[editar | editar código-fonte]

Abordar as transformações ocorridas nos processos e na criação produtos e de conteúdos jornalísticos diante da disseminação das tecnologias digitais que caracteriza a cibercultura. Apresentar ao aluno o cenário da convergência midiática com o enfoque nas práticas jornalísticas e nas teorias sobre os meios digitais em rede. Analisar as novas relações e possibilidades de produção, distribuição e recepção de conteúdo digital e seus impactos. Revelar as novas funções e habilidades profissionais do jornalista, além de tendências nos modelos de negócios digitais na área. Discutir o papel do jornalismo na prática cotidiana do trabalho em redes sociais. Discutir o jornalismo nas mídias sociais, tendo como inspiração a produção de reportagens multimídia. Analisar o potencial das principais redes sociais para a prática do jornalismo.

Avaliação e composição da média[editar | editar código-fonte]

1o semestre

Formulação de perguntas relacionadas à pesquisa - AV 1 - Vale 30% da média.

Apresentação das pesquisas - AV2 - Vale 30% da média.

Paper sobre as questões do livro - AV3 - Vale 40% da média.

2o semestre

Apresentação das pesquisas - AV4 - Vale 40% da média.

Apresentação das produções - AV5 - Vale 60% da média.

Critérios de avaliação[editar | editar código-fonte]

AV1 - Pertinência da proposta, clareza, correção do português, criatividade, contribuição para o percurso.

AV2 - Teor do argumento (conteúdo), clareza do argumento, formato escolhido e pertinência deste ao conteúdo, criatividade, riqueza do processo de elaboração, respeito ao tempo proposto, correção do português.

AV3 - Conteúdo, clareza, objetividade, poder de síntese, capacidade de articular discussão teórica com exemplos práticos, conexões, correção do português.

AV4 - Teor do argumento (conteúdo), clareza do argumento, formato escolhido e pertinência deste ao conteúdo, criatividade, riqueza do processo de pesquisa (fontes, referências), respeito ao tempo proposto, correção do português.

AV5 - Conteúdo, clareza, formato, criatividade, fontes, referências, respeito ao tempo proposto, correção do português.

Conteúdo Programático[editar | editar código-fonte]

A disciplina é dividida em três partes:

Parte 1: Compreensão da cibercultura e das implicações para o jornalismo; o que é jornalismo em ambientes digitais? Que potências as tecnologias e os ambientes digitais apresentam para a prática jornalística e para a reflexão sobre a comunicação?

Parte 2: Jornalismo em Ambientes digitais: análise de veículos nacionais e internacionais para compreender as formas de funcionamento, a sustentabilidade, as linguagens e formatos utilizados para produzir jornalismo nas redes. Parte das questões teóricas levantadas na parte 1 do curso.

Parte 3: Experimentação: pauta, redação, edição e distribuição de notícias na rede. Mentoria para desenvolvimento de projetos digitais, tendo em vista os pontos levantados na pesquisa da parte 2 do curso

DATA AULA CONTEÚDO PREVISTO / OBJETIVO DA AULA/ LEITURAS INDICADAS / ATIVIDADES/AVALIAÇÕES
07/02 01 Semana de Recepção aos calouros
02
14/02 03 Apresentação e pesquisa de hábito de consumo de mídias (PHCM).

Laboratório

04
21/02 05 (Teórica) Introdução ao jornalismo em ambientes digitais.
06
28/02 07 Resultados da pesquisa e levantamento de questões orientadas pela pergunta: o que é jornalismo?
08
07/03 09 Semana Mulher e Mídia (a confirmar)
10
14/03 11 ·         Criação de grupos (até 10) e distribuição das questões-chaves apontadas na PHCM. Formulação de perguntas - AV 1

·         Aula de orientação para o procedimento de pesquisa.

·         Problematizar uma “11ª” questão-chave e formular perguntas e orientar como proceder a pesquisa das fontes secundárias.

·         Indicação de leitura dos livros para AV 3.

12
21/03 13 Apresentação das pesquisas (grupos 1, 2 e 3) - AV 2
14
28/03 15 Apresentação das pesquisas (grupos 4, 5 e 6) - AV 2
16
04/04 17 Apresentação das pesquisas (grupos 7, 8, 9 e 10) - AV 2
18
11/04 19 ·         Síntese do que é jornalismo a partir das questões apresentadas nas pesquisas (teórica).

·         Introdução aos ambientes digitais e redes sociais.

20
18/04 21 ·         Exposição inicial com questões disparadoras do debate.

·         Debate 1 dos temas dos livros (dividir a sala em 2 turmas - primeira pergunta orientadora).

22
25/04 23 Síntese do debate 1 e aportes teóricos relativos ao tema.
24
02/05 25 ·         Exposição inicial com questões disparadoras do debate.

·         Debate 2 dos temas dos livros (Fishbowl - segunda pergunta orientadora).

26
09/05 27 Síntese do debate 2 e aportes teóricos relativos ao tema.
28
16/05 29 ·         Exposição inicial com questões disparadoras do debate.

·         Debate 3 dos temas dos livros (World café - terceira  pergunta orientadora).

30
23/05 31 Síntese do debate 3 e aportes teóricos relativos ao tema.
32
30/05 33 LAB - exercício (nos grupos da pesquisa): produzir um paper (3 mil caracteres) articulando as descobertas da pesquisa com as questões levantadas nos debates  - AV 3

Laboratório

34
06/06 35 Avaliação do primeiro semestre e planos para o segundo.
36
13/06 37 PROVAS
38
20/06 39 CORPUS CHRISTI
40
27/06 41 Avaliação e devolutivas
42
2º semestre
01/08 43 ·         Jornalismo em Ambientes Digitais.

·         Cases internacionais de usos de ambientes digitais e suas potencialidades; saídas estratégicas; escolhas de modelos de negócio e viabilidade financeira, etc.

·         Introdução ao exercício de pesquisa a partir do arco da problematização.

·         Apresentação dos veículos a serem pesquisados e retomada das questões levantadas com as perguntas do semestre 1 (PHCM).

44
08/08 45 Exposição inicial com questões orientadoras

Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Observação.

Laboratório

46
15/08 47 Exposição inicial com questões orientadoras

Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Pontos-chave.

Laboratório

48
22/08 49 Exposição inicial com questões orientadoras

Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Teorização.

Laboratório

50
29/08 51 Semana de Jornalismo (a confirmar)
52
05/09 53 Exposição inicial com questões orientadoras

Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Hipóteses e solução.

Laboratório

54
12/09 55 Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Aplicação à realidade.

Apresentação das pesquisas (grupos 1, 2 e 3) - AV 4

Laboratório

56
19/09 57 Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Aplicação à realidade.

Apresentação das pesquisas (grupos 4, 5 e 6) - AV 4

Laboratório

58
26/09 59 Arco da problematização de Maguerez. Aula sobre Aplicação à realidade.

Apresentação das pesquisas (grupos 7, 8, 9 e 10) - AV 4

Laboratório

60
03/10 61 Início do segundo bloco do semestre:

·         Produção de conteúdo multimídia jornalístico para ambientes digitais.

·         Proposta: a partir do ponto que mais chamou atenção do grupo na produção dos veículos pesquisados, realizar a produção de um conteúdo e um formato prototipados na AV4.

62
10/10 63 Mentoria de apoio à produção

Laboratório

64
17/10 65 Mentoria de apoio à produção

Laboratório

66
24/10 67 Mentoria de apoio à produção

Laboratório

68
31/10 69 Apresentação das produções (grupos 1, 2 e 3) - AV 5
70
07/11 71 Apresentação das produções (grupos 4, 5 e 6) - AV 5
72
14/11 73 Apresentação das produções (grupos 7, 8, 9 e 10) - AV 5
74
21/11 75 Semana de PROVAS - Avaliação do segundo semestre e do ano.
76
28/11 77 Devolutivas
78
05/12 79 Revisão
80
12/12 81 Exames finais
82

Bibliografia Básica de referência[editar | editar código-fonte]

CASTELLS, Manuel. A Galáxia da Internet. Zahar Editores, 2008.

FORD, Sam; GREEN, Joshua; JENKINS, Henry. Cultura da Conexão. Editora Aleph, 2014.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

LEMOS, André. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. Porto Alegre, Editora Sulina, 2004.

MARTINO, Luis Mauro Sá. Teoria das mídias digitais. São Paulo: Vozes, 2014.

Bibliografia Complementar[editar | editar código-fonte]

ABRAMO, Perseu. Padrões de manipulação da grande imprensa. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2003.

ALT, Luis. PINHEIRO, Tennyson. Design Thinking Brasil: empatia, colaboração e experimentação para pessoas, negócios e a sociedade. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

BARBOSA, Suzana. Jornalismo Digital em Ambientes Dinâmicos – Propriedades, rupturas e potencialidades do Modelo JDBD. Disponível em: http://www.lasics.uminho.pt/ojs/index.php/5sopcom/article/view/37

Beiguelman, Gisele. Curadoria da informação. Palestra. USP, 2011. http://www.desvirtual.com/curadoria-de-informacao/

BOUNEGRU, Liliana. CHAMBERS, Lucy. GRAY, Jonathan. Manual de Jornalismo de Dados, 2012. Disponível em: http://datajournalismhandbook.org/pt/index.html

BRADSHAW, Paul. A model for the 21st century newsroom: pt1 – the news diamond. Disponível em: http://onlinejournalismblog.com/2007/09/17/a-model-for-the-21st-century-newsroom-pt1-the-news-diamond/  

BRUNO, Fernanda. Máquinas de ver, Modos de ser – Vigilância, tecnologia e subjetividade. Porto Alegre, Editora Sulina, 2014. Disponível em: http://www.editorasulina.com.br/detalhes.php?id=625

CANAVILHAS, João. Notícias em mobilidade: o jornalismo na era dos dispositivos móveis. Disponível em: http://www.livroslabcom.ubi.pt/pdfs/20130404-201301_joaocanavilha_noticiasmobilidade.pdf

CASTELLS, Manuel. Communication Power. Oxford, 2009.

CORRÊA, Elizabeth Saad, BERTOCCHI, Daniela. “O Algoritmo curador – O papel do comunicador num cenário de curadoria algorítmica de informação”. Artigo apresentado no XXI Encontro Anual da Compós, Universidade Federal de Juiz de Fora, 12 a 15 de junho de 2012. Disponível em: http://www.compos.org.br/pagina.php?menu=14&mmenu=6&gm=int&gti=arqul&ordem=3&grupo1=9D

COSTA, Caio Tulio. Um modelo de negócio para o jornalismo digital. http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/um_modelo_de_negocio_para_o_jornalismo_digital

COSTA, Rogério da. Inteligência coletiva: comunicação, capitalismo cognitivo e micropolítica. Revista

CRUCIANELLI, Sandra. Ferramentas digitais para jornalistas. Knight Center for Journalism in the Americas. Disponível em: https://knightcenter.utexas.edu/hdpp_pt-br.pdf

FERRARI, Polyana. Jornalismo Digital. Editora Contexto, 2010.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

LANIER, Jaron. Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais. São Paulo: Intrínseca, 2018.

Mapa do jornalismo independente: http://apublica.org/mapa-do-jornalismo/

NEWMAN, Nic et al. Digital News Report 2017. Reuters Institute for the Study of Journalism.

NIELSEN, Rasmus Kleis. Digital News as Forms of Knowledge: a new chapter in the sociology of knowledge. In: BOCKZKOWSKI, Pablo J; Anderson, Christopher W.  Remaking the news: essays on the future of journalism scholarship in the digital age. Cambridge: The MIT Press, 2017. p. 91-110.

Pew Research Center, State of the News Media Report, 2016. *

Post Industrial Journalism: Adapting to the Present: http://towcenter.org/research/post-industrial-journalism/

PRADO, Magaly. Webjornalismo. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

SAVAZONI, Rodrido. DEAK, André. A linguagem libertada, 2007. http://www.jornalismodigital.org/2010/05/30/a-reportagem-na-era-digital/

SHIRKY, Clay. A cultura da participação: criatividade e generosidade no mundo conectado. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

SHIRKY, Clay. Cultura da participação. São Paulo: Zahar Editores, 2011.

TERRA, Carolina.  Mídias Sociais… e agora? O que você precisa saber para implementar um projeto de mídias sociais. Difusão Editora e SENAC Rio, São Paulo, 2012

TRIVINHO, Eugenio. A dromocracia cibercultural: lógica da vida humana na civilização mediática contemporânea. São Paulo: Paulus, 2007.

VIEIRA, Livia de Sousa. A influência das métricas no jornalismo digital. http://observatoriodaimprensa.com.br/imprensa-em-questao/_ed806_a_influencia_das_metricas_no_jornalismo_digital/

Referências online[editar | editar código-fonte]

Big Data: http://www.showmetech.com.br/big-data-trump/

Dicas[editar | editar código-fonte]

Como fazer um fichamento? Veja aqui.

Ferramentas interessantes.