Junho de 2013 - bibliografia

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Este é um levantamento de referências bibliográficas coletivo e colaborativo, iniciado num post do Facebook, sobre as Revoltas de 2013 no Brasil: https://www.facebook.com/jonas.medeiros.9803/posts/2129784160574237

Qualquer pessoa pode editar este verbete para inserir e acrescentar novas referências (basta clicar em "Editar" no canto superior direito)

Toda ajuda é bem-vinda! (em especial pesquisas empíricas dos protestos fora da cidade de São Paulo)

Livros[editar | editar código-fonte]

CAVA, Bruno. A multidão foi ao deserto: as manifestações no Brasil em 2013 (jun-out). São Paulo: Annablume, 2013.

CAVA, Bruno; COCCO, Giuseppe (Org.). Amanhã vai ser maior: o levante da multidão no ano que não terminou. São Paulo: Annablume, 2014.

FEDERAÇÃO ANARQUISTA GAÚCHA. Pela força das ruas... Seleção de cartas de opinião da FAG/CAB durante as jornadas de luta de 2013. Porto Alegre: Editora Deriva, 2014.

FIGUEIREDO, Rubens (Org.). Junho de 2013: a sociedade enfrenta o Estado. São Paulo, Summus, 2014.

GOHN, Maria da Glória. Manifestações de Junho no Brasil e as Praças dos Indignados no Mundo. Petrópolis: Vozes, 2014.

JOURDAN, Camila. 2013 - memórias e resistências. Rio de Janeiro : Circuito, 2018.

JUDENSNAIDER, Elena; LIMA, Luciana; ORTELLADO, Pablo; POMAR, Marcelo. Vinte centavos: a luta contra o aumento. São Paulo: Veneta, 2013.

LOCATELLI, Piero. #VemPraRua: as revoltas de junho pelo jovem repórter que recebeu passe livre para contar a história do movimento. São Paulo: Cia. das Letras, 2013 (e-book).

MARICATO, Ermínia; et alli. Cidades rebeldes: Passe Livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. São Paulo: Boitempo/Carta Maior, 2013.

MENDES, Alexandre. Vertigens de Junho: os levantes de 2013 e a insistência de uma nova percepção. Rio de Janeiro: Autografia, 2018.

MORAES, Alana; GUTIÉRREZ, Bernardo; PARRA, Henrique; ALBUQUERQUE, Hugo; SCHAVELZON, Salvador; TIBLE, Jean (Org.). Junho: potência das ruas e das redes. São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2014. Disponível em: http://library.fes.de/pdf-files/bueros/brasilien/11177-20150226.pdf

MORGENSTERN, Flávio. Por trás da máscara: do Passe Livre aos Black Blocs, as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2015.

NOBRE, Marcos. Choque de democracia. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

RICCI, Rudá; ARLEY, Patrick. Nas ruas: a outra política que emergiu em junho de 2013. Belo Horizonte: Letramento, 2014.

VELOSO, André Henrique de Brito. O ônibus, a cidade e a luta: a trajetória capitalista do transporte urbano e as mobilizações populares na produção do espaço. Belo Horizonte: Impressões de Minas, 2017.

VINICIUS, Leo. Antes de junho: rebeldia, poder e fazer da juventude autonomista. Florianópolis: Editoria Em Deabte (UFSC), 2014. Disponível em: https://jornalggn.com.br/sites/default/files/documentos/antes-de-junho_1.pdf

ANTUNES, Ricardo. As rebeliões de junho de 2013. Observatório Social de América Latina – OSAL, Buenos Aires, CLACSO, n. 34, p. 37-50, 2013.  

 

AVRITZER, Leornado. Impasses da democracia no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.  

 

BRAGA, Ruy. As jornadas de junho no Brasil: crônica de um mês inesquecível. Observatório Social de América Latina – OSAL, Buenos Aires, CLACSO, n. 34, p. 51-61, 2013.


CAVA, Bruno; COCCO, Giuseppe (Org.). Amanhã vai ser maior: o levante da multidão no ano que não terminou. São Paulo: Annablume, 2014.


DOMINGUES, José Maurício. Las movilizaciones de junio de 2013: explosión fugaz o nuevíssima historia de Brasil?. Observatorio Social de América Latina - OSAL, Buenos Aires, v. 34, CLACSO, p. 63-73, 2013.

 

DOMINGUES, José Maurício. O Brasil entre o presente e o futuro. Rio de Janeiro: Mauad, 2013.


DOMINGUES, José Maurício. “Pobres”, esquerda e mudança social no Brasil contemporâneo: uma leitura crítica de os sentidos do lulismo, de André Singer. Rio de Janeiro: FLACSO, 2013. Cadernos FLACSO, n. 9 


GERBAUDO, Paolo. Tweets and the streets: social media and contemporary activism. Londres: Pluto Press, 2012.


__________. The mask and the flag: populism, citizenism and global protest. New York: Oxford University, 2017.  


__________. The Movement of the Squares & the Rise of Anarchopopulism. (Manuscrito)


IBOPE. Pesquisa CNI-IBOPE: avaliação do governo Dilma Rousseff. Brasília: CNI, jul. 2013.


MARICATO, Ermínia et al. Cidades rebeldes. São Paulo: Boitempo, 2013.  


MORAES, A.; GUTIÉRREZ, B.; PARRA, H.; ALBUQUERQUE, H.; TIBLE, J.; e SCHAVELZON, S. (Org.) Junho: potência das ruas e das redes. São Paulo, Friedrich Ebert Stiftung, 2014. 


NOBRE, Marcos. Choque de democracia: razões da revolta. São Paulo: Companhia das Letras, 2013. 


NUNES, Rodrigo. Organisation of the Organisationless: Collective Action  After Networks. LML Books,; MUTE, 2014.


RAMAKRISHNAN, Naren el al. ‘Beating the news’ with EMBERS: Forecasting Civil Unrest using Open Source Indicators. mar. 2014.


ROCHA, Bruno Lima; GADEA, Carlos; ALVES, Giovanni; COCCO, Giuseppe; WERNECK VIANNA, Luiz; RICCI, Rudá. #VEMpraRUA Outono brasileiro? Leituras. Cadernos IHU Ideias, IHU, Unisinos, São Leopoldo, n. 191, 2013


RUEDIGER, Marco Aurélio. A Polícia e os “Black blocs”: a percepção dos policiais sobre junho de 2013. Rio de Janeiro: FGV DAPP, 2014. v. 1


SOUSA, Cidoval Morais de; SOUZA, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. [Livro eletrônico]./ Cidoval Morais de Sousa; Arão de Azevedo Souza. - Campina Grande: EDUEPB, 2013


TUFEKCI, Zeynep. Twitter and tear gas: the power and fragility of networked protest. New Haven: Yale University, 2017.  


VELASCO, Sebastião Cruz e; KAYEL, André; CODAS, Gustavo (Org.). Direta, volver!: o retorno da direita e o ciclo político brasileiro. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2015. 


ZIBECHI, Raúl. Debajo y detrás de las grandes movilizaciones. Observatório Social de América Latina – OSAL, Buenos Aires, CLACSO, n. 34, p. 15-35, 2013.

Capítulos de Livros[editar | editar código-fonte]

ARANTES, Paulo. "Depois de junho a paz será total". In: O novo tempo do mundo: e outros estudos sobre a era da emergência. São Paulo: Boitempo, 2015.

CALIL, Gilberto. "A democracia e a repressão nas Jornadas de Junho de 2013". In: CALIL; Gilberto, SILVA, Carla Luciana Souza; SILVA, Márcio Antonio Both (Org.). Ditaduras e Democracias: estudos sobre poder, hegemonia e regimes políticos no Brasil (1945-2014). Porto Alegre: FCM Editora, 2014. p. 211-223. Disponível em http://www.historiaepoder.net/images/textos/livroditaduras.pdf

CALIL, Gilberto. "Estado, Capitalismo e Democracia no Brasil recente". In: CALIL, Gilberto; SILVA, Carla Luciana;SILVA, Márcio Antonio Both (Org.). Ditadura, Transição e Democracia: estudos sobre a dominação burguesa no Brasil contemporâneo. Porto Alegre: FCM, 2016. p. 205-227. Disponível em http://www.historiaepoder.net/images/textos/livrovsep.pdf

CASTELLS, Manuel. “Desafio ao modelo de desenvolvimento, denúncia da corrupção política: Brasil, 2013-14” e “Posfácio”. In: Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. 2a ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2017.

CAVA, Bruno. "O 18 de brumário brasileiro" In: CAVA, Bruno; PEREIRA Márcio (Org.). A terra treme: leituras do Brasil de 2013 a 2016. São Paulo: Annablume, 2016.

DOMINGUES, José Maurício. "As mobilizações de junho de 2013: explosão fugaz ou novíssima história do Brasil?". In: O Brasil entre o presente e o futuro. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013.

MAGALHÃES, José Antonio R. “Manifestações”. In: Direito e Violência em Jacques Derrida, Seguido de uma leitura das manifestações de junho de 2013. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2017.

MEDEIROS, Jonas. “Junho de 2013 no Brasil e movimentos sociais em rede pelo mundo”. In: SILVA, Felipe Gonçalves; RODRIGUEZ, José Rodrigo (Org.). Manual de sociologia jurídica. 2a ed. São Paulo: Saraiva, 2017. p. 445-464.

SAFATLE, Vladimir. "Junho de 2013 e o esgotamento da esquerda brasileira". In: Só mais um esforço. São Paulo: Três Estrelas, 2017.

WEISS, Raquel. “As manifestações sob a ótica da Sociologia da Moral”. In: CATTANI, Antonio David (Org.). #protestos: análises das ciências Sociais. Porto Alegre: Tomo, 2014. p. 93-102.

Artigos em Revistas Acadêmicas/Científicas[editar | editar código-fonte]

ANFRA, Douglas. "Renascimento libertário da luta de rua". Revista Mouro, São Paulo, n. 8, p. 137-140, dez. 2013.

ARAÚJO, Cícero. “Dilma, os partidos e as ruas”. Revista Fevereiro, São Paulo, n. 6, p. 147-164, set. 2013. Disponível em: http://www.revistafevereiro.com/pag.php?r=06&t=12

BRINGEL, Breno; PLEYERS, Geoffrey. “Junho de 2013... dois anos depois: polarização, impactos e reconfiguração do ativismo no Brasil”. Nueva Sociedad, v. 259, p. 4-17, nov. 2015. Disponível em: http://nuso.org/media/articles/downloads/COY1_Bringel_Pleyers.pdf

CALIL, Gilberto. "Embates e disputas em torno das Jornadas de Junho". Projeto História (Online), v. 47, p. 1-27, 2013. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/17155

CARLOTTO, Maria Caramez. “Decifra-me ou devoro-te: o enigma de junho”. Revista Fevereiro, São Paulo, n. 6, p. 165-176, set. 2013. Disponível em: http://www.revistafevereiro.com/pag.php?r=06&t=14

CARLOTTO, Maria Caramez. “Entrevista de Lucas Oliveira (militante do Movimento Passe Livre)”. Revista Fevereiro, São Paulo, n. 6, p. 128-146, set. 2013. Disponível em: http://www.revistafevereiro.com/pag.php?r=06&t=10

DOWBOR, Monika; SZWAKO, José. “Respeitável público... Performance e organização dos movimentos antes dos protestos de 2013”. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, n. 97, nov. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/nec/n97/04.pdf

FAUSTO, Ruy. “Sobre as manifestações populares no Brasil em junho de 2013”. Revista Fevereiro, São Paulo, n. 6, p. 155-164, set. 2013. Disponível em: http://www.revistafevereiro.com/pag.php?r=06&t=13

MAIA, Lucas. "As Jornadas de Junho de 2013 no Brasil". Enfrentamento, Goiânia, n. 15, p. 32-70, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.enfrentamento.net/enf15.pdf

NUNES, Rodrigo. “Geração, acontecimento, perspectiva: pensar a mudança a partir do Brasil”. Nueva Sociedade, n. esp. em português, p. 14-26, dez. 2014. Disponível em: http://nuso.org/media/articles/downloads/2._Nunes_EP_14.pdf

PARRA, Henrique Z. M. "Jornadas de Junho: uma sociologia dos rastros para multiplicar a resistência". Revista Pensata, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNIFESP, v. 3, n. 1, p. 141-150, 2013. http://www.academia.edu/5485365/Jornadas_de_Junho_uma_sociologia_dos_rastros_para_multiplicar_a_resistencia

PRADO, Germano Nogueira. “Faces da crise da representação: as jornadas de junho e os rastros de uma democracia por vir”. Revista Lugar Comum, Rio de Janeiro, v. 1, p. 170-179, 2015. Disponível em: https://www.academia.edu/16334883/Faces_da_crise_da_representa%C3%A7%C3%A3o_as_jornadas_de_junho_e_os_rastros_de_uma_democracia_por_vir

PINTO NETO, Moysés. “Juventude em Chamas: pessimismo, organização e utopia”. Revista Lugar Comum, Rio de Janeiro, n. 45, p. 117-137, jul./dez. 2015. Disponível em: http://uninomade.net/wp-content/files_mf/145097704700Juventude%20em%20chamas;%20pessimismo,%20organiza%C3%A7%C3%A3o%20e%20utopia%20-%20Moys%C3%A9s%20Pinto%20Neto.pdf

QUADROS, Carlos; BARTZ, Frederico; NUNES, Guilherme. "A esfinge da esquerda brasileira: decifrando Junho a partir de Porto Alegre e de um novo ciclo de greves e de lutas sociais". Revista Tempos Históricos. Marechal Cândido Rondon, v. 21, n.2. p. 232-264, 2017. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/17885/12182

QUEIROZ, Eliani Fátima Covem. "A Frente de Luta Pelo Transporte e as Manifestações de Rua em Goiânia de 2013 a 2016". Movimentos Sociais, Goiânia, v. 2, n. 2, p. 51-112, jan./jun. 2017. Disponível em: http://redelp.net/revistas/index.php/rms/article/view/03queirozms02/pdf_12

SILVA, Camila Farias da; FERNANDES, Eduardo Georjão. "Ciclo de protestos de 2013: construção midiática das performances de contestação". Ciências Sociais Unisinos, v. 53, n. 2, p. 202-2015, mai./ago. 2017. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/csu.2017.53.2.04

SINGER, André. “Brasil, junho de 2013, classes e ideologias cruzadas”. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 97, p. 23-40, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/nec/n97/03.pdf

SOUZA, Rafael. “Quando novos temas entram em cena: movimentos sociais e a ‘questão urbana’ no ciclo de protesto de junho de 2013”. BIB - Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, São Paulo, n. 82, p. 127-152, jul./dez. 2016. Disponível em: https://anpocs.com/index.php/universo/acervo/biblioteca/periodicos/bib/bib-82/10584-quando-novos-temas-entram-em-cena-movimentos-sociais-e-a-questao-urbana-no-ciclo-de-protesto-de-junho-de-2013/file

TAVARES, Francisco Mata Machado; RORIZ, João Henrique Ribeiro; OLIVEIRA, Ian Caetano de. “As jornadas de maio em Goiânia: para além de uma visão sudestecêntrica do junho brasileiro em 2013”. Opinião Pública, Campinas, v. 22, n. 1, p. 140-166, jan./abr. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/op/v22n1/1807-0191-op-22-1-0140.pdf

TSAVKKO GARCIA, Raphael. "A narrativa do golpe: De Junho de 2013 à decadência do Lulismo e do PT". Revista Lugar Comum, Rio de Janeiro, 51, p. 00-109. Disponível em: http://uninomade.net/wp-content/files_mf/152495225308A%20narrativa%20do%20golpe%20de%20junho%20de%202013%20%C3%A0%20decad%C3%AAncia%20do%20lulismo%20e%20do%20PT%20-%20Raphael%20Tsavkko%20Garcia.pdf

ALONSO, Angela; MISCHE, Ann. June demonstration in Brazil: repertoires of contention and government’s response to protest. 2015. From Contention to Social Change: Rethinking the Consequences of Social Movements and Cycles of Protests-   ESA Research Network on Social Movements – Midterm Conference 19-20 February 2015 – Universidad Complutense de Madrid, Spain


ALONSO, Angela; MISCHE, Ann. Changing repertoires and partisan ambivalence in the new brazilian protests, Journal of the society for Latin American Studies, Oxford, 2016.


AVELAR, Idelber; SIMONT, Juliette. L'ombre de la dictature : ce que les manifestants de juin et les peuples d'Amazonie ont en commun, Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 93-107.


AVRITZER, Leonardo. Participation in democratic Brazil: from popular hegemony and innovation to middle-class protest. Opinião Pública, Campinas, n. 1, v. 23, jan. - abr., 2017.


BACHINI, Natasha; CHICARINO, Tathiana. Ciberindignação: a apropriação da internet para a mobilização política. Anais do ! V Seminário Nacional Sociologia & Política ! 14, 15 e 16 de maio de 2014, Curitiba – PR.


BENZAQUEN, Guilherme Figueredo. O pouco que sabemos de junho. Enfoques. Vol. 13 (1) Junho-2014.


BRAGA, Ruy; SANTANA, Marco Aurélio. Dinâmicas da ação coletiva no Brasil contemporâneo: encontros e desencontros entre o sindicalismo e a juventude trabalhadora. Caderno CRH, Salvador, v. 28, n. 75, p. 529-544, set.-dez. 2015.  


BRINGEL, Breno; PLEYERS, Geoffrey. Junho de 2013... dois anos depois: polarização, impactos e reconfiguração do ativismo no Brasil, Revista Brasileira de Ciências Sociais – Nueva Sociedad edição especial em português, v. 30, n. 88, jun. 2015, p. 4-17.


BURGOS, Marcelo. O levante democrático das ruas no Brasil. BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


CADENA, J.; KORKMAZ, G.;KUHLMAN, C. J.; MARATHE, A.; RAMAKIRSHNAN, N.; VULLIKANTI, A. Forecasting Social Unrest Using Activity Cascades. PLoSONE, n. 10, v. 6, 2015.


CARDOSO, Adalberto. As jornadas de junho e a mercantilização da vida coletiva, Revista Insight Inteligência, v. 62, jul.-set. 2013, p. 20-30.


CHAUÍ, Marilena. As manifestações de junho de 2013 na cidade de São Paulo, Revista Teoria e Debate, n. 113, 27 jun. 2013.


CAMMAERTS, Bart; JIMÉNEZ-MARTINÉZ, César. The mediation of the Brazilian V-forVinegar protests: from vilification to legitimization and back?, Liinc em Revista, n. 10, v. 1, 2014, p. 44-68.


CERVI, Emerson Urizzi. Quem é o internauta brasileiro? uma análise do perfil dos usuários de internet a partir do Estudo brasileiro de mídia. ALICE, 2014.


CHALOUB, Jorge. A eloquência das ruas. BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


COLLINS, John F. Ethnography of the week(s) before the flood: cah Money, progressive politics, and revolt in millennial Brasil, Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 919-923.


CORRÊA DOS SANTOS, Mariana et al., « Corps en mouvement : les Black Blocs à Rio et les représentations de la résistance  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 73-92.


CORTÉS, Alexis. No es por centavos, es por derechos: las jornadas de junio de 2014, em Movimiento Passe Livre y las ciências sociales brasileñas. (Manuscrito).


CORTÉS, Germán Petersen. Teoría de la modernización y movilizaciones sociales contemporáneas: el caso de las protestas brasileñas de junio de 2013, Espiral, v. 22, n. 62, jan.-abr. 2015, p. 43-72.


COUTO, Cláudio Gonçalves. Cambios y continuidades en la política brasilera reciente. (Manuscrito)


D’ANDREA, Anthony. 2013 Protests in Brazil: the kite and the byte in new forms of popular mobilization, Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 935-942.


D’ANDREA, Carlos; ZILLER, Joana. Violent Scenes in Brazil’s  2013 Protests: the diversity of ordinary people’s narratives, Television & New Midia, SAGE, 2015, p. 1-11.


DENT, Alexander S.; PINHEIRO-MACHADO, Rosana. The cellularity and continuity of protest in Brazil, Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 883-885.


DOWBOR, Monika; SZWAKO, José. Respeitável Público: performance e organização dos movimentos antes dos protestos de 2013. Novos Estudos, n. 97, CEBRAP, p. 43–55, nov. 2013.


EISENBERG, José. A Crise da Mobilidade Social Brasileira  BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


ESTANQUE, Elísio. Rebeliões de classe média?  Precariedade e movimentos sociais em Portugal e no Brasil (2011‑2013). Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 103, mai. 2014, p. 53‑80.


GOHN, Maria da Glória. Pluralidade da representação na América Latina. Revista Sociedade e Estado, v. 29, n. 1, p. 73-90, jan.-abr. 2014a.  


GOHN, Maria da Glória. A sociedade brasileira em movimento: vozes das ruas e seus ecos políticos e sociais. Caderno CRH, v. 27, n. 71, p. 431–41, 2014b.  


GOUVEIA, Fábio; MALINI, Fábio; CIARELLI, Patrick. As narrativas do #VemPraRua: A revolta viralizada nas Redes Sociais. 38º. Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais. GT 04: Ciberpolítica, ciberativismo e cibercultura. 2014.


GUTTERRES, Anelise dos Santos. “It’s not easy, i ask for public mobility and the government sends skull against me”: an intimate account of the political protests in Rio de Janeiro (June & July, 2013), Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 901-918.


HOLSTON, James. “Come to the Street!”:  urban protest, Brazil 2013. Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 887-900. 


KUNRATH SILVA, Marcelo; RUSKOWSKI, Bianca de Oliveira. Condições e mecanismos de engajamento militante: um modelo de análise, Revista Brasileira de Ciência Política, n. 21, Brasília, set.-dez. 2016, p. 189-228.


MADESTAM, Andreas; SHOAG, Daniel; VEUGER, Stan; YANAGIZAWA-DROTT, David. Do political protests matter? Evidence from the tea party movement. The Quarterly Journal of Economics, 2013, p. 1633–1685.


MAGALHÃES, Raul Francisco. A reinvenção da Potentia. BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


MAIA, Felipe. As jornadas de junho e a hora da política. BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


MATTOS, Amana. On sluts, teachers, and black blocs: the street and the construction of political dissent in Brazil. Signs: Journal of Women in Culture and Society, v. 40, 2014, n. 1, p. 69-74.


MENEZES TEIXEIRA, Antonio Claudio Engelke. Sobre mídia e ninjas: as Jornadas de Junho e a (des)construção  de um novo sujeito político. 38o Encontro Anual da ANPOCS. GT 04 Ciberpolítica, Ciberativismo e Cibercultura, 2014


MORTON, Gregory Duff. Protest before the protests: the unheard politics of a welfare panic in Brazil, Anthropological Quarterly, v. 87, n. 3, 2014, p. 925-933.


NOBRE, Marcos; BONILLA, Oiara. La redémocratisation est terminée, la démocratisation commence  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 129-147.


NUNES, Mirian Aparecida Meliani. A encruzilhada entre rua e internet: redes sociais como fator de mobilização nas manifestações brasileiras em 2013. Galaxia (São Paulo, Online), n. 29, p. 293-296, jun. 2015.


ORTELLADO, Pablo; BASSI, Danilo Guiral. L'antiparti : autonomie et stratégie dans le « Movimento Passe Livre » , Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 24-36.


PERLATTO, Fernando. As manifestações de junho e as novas agendas para as instituições, os partidos e as ciências sociais BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


PINHEIRO E SILVA, Ana Beatriz. Nada é impossível de mudar”: juventude, participação política e o caso da militância juvenil na eleição para prefeito do Rio de Janeiro em 2012. Enfoques, Vol. 13 (1) Junho-2014.


PINHEIRO-MACHADO, Rosana; NUNES, Rodrigo. Les rolezinhos sont « bons à penser » : marques, consommation et ségrégation dans la société brésilienne  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 60-72.


PINTO, Céli Regina Jardim. A trajetória discursiva das manifestações de rua no Brasil (2013-2015). Lua Nova, São Paulo, n. 100, p. 119-153, 2017.  


PLEYERS, Geoffrey; CAPITAINE, Brieg. Alteractivisme: comprendre l’engagement des jeunes. Agora Débats, n. 73, p. 50-58, 2016.  


RASPAUD, Michel. Méga-événement sportif et situation d'exception : le Brésil et la Copa 2014  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 122-128.


RECUERO, R.; ZAGO, G.; BASTOS, M. T. O Discurso dos #ProtestosBR: análise de conteúdo do Twitter.  Galaxia (São Paulo, Online), n. 28, p. 199-216, dez. 2014


RECUERO, Raquel; ZAGO, Gabriela; BASTOS, Marcos T.; ARAÚJO, Ricardo. Hashtags functions in the protests across Brasil, SAGE, abr.-jun. 2015, p. 1-14.


REZENDE DE CARVALHO, Maria Alice. Bom para pensar  BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.


ROCHA, Camila. Think Tanks liberais na América Latina: uma nova direita? 2017. (Manuscrito da autora).  


ROJO, Raúl Enrique. Protesto nas Ruas. Enfoques. Vol. 13 (1) Junho-2014.


RUEDIGER, Marco Aurélio; MARTINS DE SOUZA, Rafael; GRASSI, Amaro; VENTURA, Tiago; RUEDIGER, Tatiana. June Journeys in Brazil From the Networks to the Streets. FGV DAPP (Manuscrito)


SÁ DE ALMEIDA, Pedro Torreão. #representação e movimentos populares no século XXI: a aproximação brasileira dos casos internacionais durante os protestos de junho de 2013. Enfoques. Vol. 13 (1) Junho-2014


SAFATLE, Vladimir; NUNES, Rodrigo. Les limites du modèle brésilien : les nouveaux conflits sociaux et la fin de l'ère Lula  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 37-49.


SANTOS, Fabiano. Primavera brasileira ou outono democrático? Revista Insight Inteligência, v. 62, jul.-set. 2013, p. 33-38.


SANTOS, Fabiano. Do protesto ao plebiscito: uma avaliação crítica da atual conjuntura brasileira, Novos Estudos – CEBRAP, n. 96, jul. 2013, p. 15-25.


SANTOS, Fabiano; SZWAKO, José. Da ruptura à reconstrução democrática no Brasil. Saúde Debate, Rio de Janeiro, v. 40, p. 114-121, dez. 2016.  


SCHERER-WARREN, Ilse. Manifestações de rua no Brasil 2013: encontros e desencontros na política. Caderno CRH, v. 27, n. 71, p. 417–29, 2014.  


SEGURADO, Rosemary; BACHINI, Natasha; MALINA, Pedro. Os movimentos sociais e a internet: a apropriação política do Facebook durante as Jornadas de Junho. 38º ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS. GT04 Ciberpolítica, ciberativismo e cibercultura   . Caxambu, MG 27 a 31 de outubro de 2014


SINGER, André. Brasil, junho de 2013: classes e ideologias cruzadas. Novos Estudos, n. 97, CEBRAP, p. 23-40, nov. 2013.  


SINGER, André. Rebellion in Brazil: social and political complexion of the June events, New Left Review, n. 85, jan.-fev. 2014, p. 19-37.


SOUZA, Jessé; NUNES, Rodrigo. Les journées de juin et l'inégalite brésilienne  », Les Temps Modernes 2014/2 (n° 678), p. 50-59.


SWEET, Cassandra. REVISTA DE CIENCIA POLÍTICA / VOLUMEN 34 / Nº 1 / 2014 / 59 – 78. Brazil Woke Up Stronger? poWer, proteSt and politicS in 2013 ¿Brasil despertó más fuerte? Poder, protesta y política en 2013


TATAGIBA, Luciana. 1984, 1992 e 2013: sobre ciclos de protestos e democracia no Brasil. Política e sociedade, Florianópolis, v. 13, n. 28, set.-dez. 2014.


TAVARES, Camilla Quesada. El invierno brasileño: consideraciones breves. (Manuscrito).


TEIXEIRA, Marco Antonio. As manifestações de junho e a política no Br asil contemporâneo: um convite ao debate. REVISTA ESTUDOS POLÍTICOS N.7, 2013/02


TELLES, Helcimara; SAMPAIO, Thiago; BAPTISTA, Érica. Os limites da agenda-setting na popularidade do presidente: consumo de notícias e escolaridade na avaliação do governo de Dilma Roussef (2013). ABCP, Brasília, 2014. 


TOURINO DE SOUSA, Diogo. Sobre o valor da representação BOLETIM CEDES – JULHO-SETEMBRO 2013.  


PUJOL, Antoni Francesc Tulla i; ROCHA, Fernando Goulart; SAMPAIO, Fernando dos Santos. Manifestações populares no Brasil atual: sociedade civil em rede e reivindicações sobre o poder político. XIII Coloquio Internacional de Geocrítica El control del espacio y los espacios de control Barcelona, 5-10 de mayo de 2014


XU, Kaibin. Framing Occupy Wall Street:  A Content Analysis of The New York Times and USA Today. International Journal of Communication, n. 7, 2013, p. 2412-2432.  


WINTERS, Matthew S.; WEITZ-SHAPIRO, Rebecca. Partisan protesters and nonpartisan protests in Brazil, Journal of Politics in Latin America, n. 6, v. 1, 2014, p. 137-150.


__________. Political corruption and partisan engagement: evidence from Brasil, Journal of Politics in Latin America, 2015, p. 45-81.

Teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado[editar | editar código-fonte]

FERNANDES, Eduardo Georjão. Campos de batalha jornalística: os enquadramentos construídos por Zero Hora, Diário Gaúcho e Sul21 na luta pela (i)legitimidade do ciclo de manifestações de 2013, em Porto Alegre/RS. Orient. Marcelo Kunrath Silva. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - IFCH/UFRGS, Porto Alegre, 2016. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/142444

MAGALHÃES, José Antônio. Direito, violência e manifestações: instituição, interpretação e ruptura a partir de Jacques Derrida. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Direito, UFRJ, 2016.

QUEIROZ, Eliani Fátima Covem. Frente de luta pelo transporte e as manifestações de rua em Goiânia. Orient. Cleito Pereira dos Santos. Tese (Doutorado em Sociologia) - FCS/UFG, Goiânia, 2017. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7117

SILVA, Camila Farias da. Inovações nos repertórios de contestação: o confronto em torno do transporte público em Porto Alegre. Orient. Marcelo Kunrath Silva. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - IFCH/UFRGS, Porto Alegre, 2016. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/143124

AMORIN, Diego Blanco. O enigma das Jornadas de Junho: Ocupa Câmara Rio e as resistências democráticas. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura), UFRJ, Rio de Janeiro, 2016.


ARAÚJO, Gabrielle Oliveira. Por que criticam? Etnografia do conflito pela moradia em tempo de Copa do Mundo FIFA na cidade de Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Sociologia), UFRGS, Porto Alegre, 2015.


CASTRO, Isabel Thees. Cidade sem catracas: pensando a cidade da livre circulação. Dissertação (Mestrado em Arquitetura), PUCRJ, Rio de Janeiro, 2016.


CAYRES, Domitila Costa. Ativismo institucional no coração da Secretaria-Geral da Presidência da República: a Secretaria Nacional de Articulação Social no Governo Dilma Rousseff (2011-2014). Tese (Doutorado em Sociologia Política), UFSC, Florianópolis, 2015.


DELORENZO, Adriana Garcia Torres. Internet e ativismo: os protestos de junho de 2013 no Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais), Santo André, UFABC, 2015.


EVANGELISTA, Daniel Fassa. Manifestações de Junho de 2013 em São Paulo: um olhar a partir dos paradigmas da mobilização de recursos e dos novos movimentos sociais. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), PUCSP, São Paulo, 2015.


FARIAS DA SILVA, Camila. Inovações nos repertórios de contestação: o confronto em torno do transporte público em Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Sociologia), UFRGS, Porto Alegre, 2016.


FERNANDES, Eduardo Georjão. Campos de batalha jornalística: os enquadramentos construídos por Zero Hora, Diário Gaúcho e Sul21 na luta pela (i)legitimidade do ciclo de manifestações de 2013, em Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Sociologia), UFRGS, Porto Alegre, 2016. 


GIROTTO NETO, Angelo. A voz das ruas e a rearticulação da ideologia conservadora. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), UFRN, Natal, 2014.


GOBBI, Danniel. Identidade em ambiente virtual: uma análise da Rede Estudantes pela Liberdade. Dissertação (Mestrado em Ciência Política), UnB, Brasília, 2016.


GOMES, Sara Angélica Bezerra. Do litoral ao Sertão: as manifestações de Junho de 2013 em Alagoas. Dissertação (Mestrado em História), UFAL, Maceió, 2016.


MACHADO, Murilo Bansi. Por dentro dos Anonymus Brasil: poder e resistência na sociedade de controle. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais), UFABC, Santo André, 2013.


MAIA, Lídia Raquel Herculano. Conversações políticas no Youtube: junho de 2013 e a circulação de sentidos nos comentários do vídeo “Globo e os protestos”. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia), UFRN, Natal, 2014.


MEDEIROS, Jean Maicon Rickes. Um outro junho: o movimento #NaoVaiTerCopa, o diálogo no Twitter e as controvérsias sobre a Copa do Mundo de 2014. Dissertação (Mestrado em Comunicação e territorialidades), UFES, Vitória, 2016.


MUHALE, Miguel Joaquim Justino. Lutar, criar poder popular: uma perspectiva etnográfica do Bloco de Lutas pelo Transporte Público em Porto Alegre. Dissertação 

(Mestrado em Antropologia Social), UFRGS, Porto Alegre, 2014.


SANTOS JUNIOR, Marcelo Alves dos. Vai pra Cuba!!!: a rede antipetista na eleição de 2014. Dissertação (Mestrado em Comunicação), Niterói, UFF, 2016.


SAVAZONI, Rodrigo Tarchiani. Redes político-culturais e ativismo digital: o caso do circuito Fora do Eixo. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais), UFABC, Santo André, 2013.


SPINA, Paulo Roberto. O Movimento Passe Livre em São Paulo: da sua formação aos protestos de 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), UNIFESP, Guarulhos, 2016.


VELOSO, Ellen Ribeiro. Democracia feita na rua: uma investigação sobre o impacto de protestos por mobilidade urbana, no Brasil, na definição de agenda governamental. Dissertação (Mestrado em Ciência Política), UFG, Goiânia, 2016.

Papers em Eventos Acadêmicos[editar | editar código-fonte]

FONTES, Leonardo. “Brasil, junho de 2013: ‘política de los muchos’ ou ‘rebelión del coro’". XXX Congresso da Associação Latino Americana de Sociologia (ALAS), San José, 2015. Disponivel em: https://www.academia.edu/28161168/Brasil_junho_de_2013_politica_de_los_muchos_ou_rebelion_del_coro_ALAS_2015

HAMDAN, Aline. "O Discurso como Prática Libertária nos Movimentos Sociais a Partir de Junho 2013". V CONINTER, Brasília-DF, n. 5, p. 751-766, 23 a 25 de novembro de 2016. Disponível em: http://pgcl.uenf.br/2018/download/Anais_V%20Coninter.pdf

LOSEKANN, Cristiana. “Os protestos de 2013 na cidade de Vitória/ES: #Resistir, Resistir Até o Pedágio Cair!”. 38° Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu-MG, 2014. Disponível em: http://www.anpocs.com/index.php/encontros/papers/38-encontro-anual-da-anpocs/cq/cq01/9336-os-protestos-de-2013-na-cidade-de-vitoria-es-resistir-resistir-ate-o-pedagio-cair/file

PERRUSO, Marco Antonio. "As Jornadas de(sde) Junho e algumas características suas". 38° Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu-MG, 2014. Disponível em: http://www.anpocs.com/index.php/encontros/papers/38-encontro-anual-da-anpocs/cq/cq01/9337-as-jornadas-de-sde-junho-de-2013/file

Artigos em Sites e Blogs[editar | editar código-fonte]

@NARCISSAN. "Junho de 2013 nos protestos de Hong Kong: relato de um cinema de rua". Passa Palavra, 15 out. 2019. Disponível em: https://passapalavra.info/2019/10/128603/

ANDREA, Caio de. "A novidade da recusa do MPL: uma vitória popular". Passa Palavra, 14 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79073

BERNARDO, João. "Revolta/revolução". Passa Palavra, 31 jul. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/07/81647

BRAGA, Ruy. "Os sentidos de Junho". Blog Junho, 07 jul. 2015. Disponível em http://blogjunho.com.br/os-sentidos-de-junho/

BRAGA, Ruy. "Brasil: uma interpretação à altura de Junho". Blog Junho, 28 jun. 2015. Disponível em http://blogjunho.com.br/brasil-uma-interpretacao-a-altura-de-junho/

CALIL, Gilberto. "Estado, democracia e resistências: as Jornadas de Junho”. Blog Junho, 13 jul. 2015. Disponível em: http://blogjunho.com.br/estado-democracia-e-resistencias-as-jornadas-de-junho/

CALIL, Gilberto. “Decifra-me ou te devoro”: a grande mídia e as manifestações. EsquerdaOnLine [originalmente publicado no Blog Convergência, 20.6.2013]. Disponível em https://blog.esquerdaonline.com/?p=1546

CALIL, Gilberto. "Reflexões sobre a ascensão da direita". Blog Junho, 06 mai. 2016. Disponível em http://blogjunho.com.br/reflexoes-sobre-a-ascensao-da-direita/

DEMIER, Felipe. “Nas ruas por direitos: uma análise das jornadas de junho de 2013”. Blog Junho, 28 jun. 2015. Disponível em: http://blogjunho.com.br/nas-ruas-por-direitos-uma-analise-das-jornadas-de-junho-de-2013/

DENT, Alexander S.; PINHEIRO-MACHADO, Rosana (Ed.). “Protesting Democracy in Brazil”. Cultural Anthropology website, Dec. 20, 2013. Disponível em: https://culanth.org/fieldsights/426-protesting-democracy-in-brazil

DOKONAL. "A economia das luta do transporte". Passa Palavra. 20 jun. 2014. Disponível em: http://passapalavra.info/2014/05/95372

GAJANIGO, Paulo. "Junho como enigma, ainda". Blog Junho, 11 abr. 2016. Disponível em http://blogjunho.com.br/junho-como-enigma-ainda/

MARTINS, Caio. "O povo nos acordou? A perplexidade da esquerda frente às revoltas". Passa Palavra, 22 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79837

MARTINS, Caio. "São Paulo: região metropolitana fervendo, contra todos os aumentos!". Passa Palavra, 20 jan. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/01/71068

MARTINS, Caio; CORDEIRO, Leonardo. “Revolta popular: o limite da tática”. Passa Palavra, 27 mai. 2014. Disponível em: http://www.passapalavra.info/2014/05/95701

MARTINS, Caio; SIMONE. "Democracia de base sem trabalho de base?". Passa Palavra, 02 fev. 2015. Disponível em: http://passapalavra.info/2015/02/102335

MARXISTA, Grouxo. "Violência e pacifismo, ordem e desordem". Passa Palavra, 16 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79190

MATTOS, Marcelo Badaró. "Junho e nós: das Jornadas de 2013 ao quadro atual". Blog Junho, 02 jul. 2015. Disponível em http://blogjunho.com.br/junho-e-nos-das-jornadas-de-2013-ao-quadro-atual/

MELO, Demian Bezerra. "Memórias das Jornadas de Junho: ainda sinto o cheiro do vinagre e do gás lacrimogêneo". Blog Junho, 21 abr. 2017. Disponível em http://blogjunho.com.br/memoria-das-jornadas-de-junho-ainda-sinto-o-cheiro-do-vinagre-e-do-gas-lacrimogeneo/

OLIVEIRA, Lucas. "O Movimento Passe Livre acabou?". Passa Palavra. 04 ago. 2015. Disponível em: http://passapalavra.info/2015/08/105592

OLIVEIRA, Lucas. "Por que junho de 2013 foi um capítulo da história de luta dos trabalhadores". Nexo Jornal, 05 jun. 2018. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/ensaio/2018/Por-que-junho-de-2013-foi-um-cap%C3%ADtulo-da-hist%C3%B3ria-da-luta-dos-trabalhadores

PARDAL, Fernando. "Os limites do Movimento Passe Livre". Palavra Operária, 03 jul. 2013. Disponível em: http://www.palavraoperaria.org/Os-limites-do-Movimento-Passe-Livre

PASSA PALAVRA (coletivo). "5º Ato: Hora de começar a pensar sobre a maior manifestação dos últimos tempos". Passa Palavra, 18 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79356

PASSA PALAVRA (coletivo). "Barramos! 15 anos em 15 dias". Passa Palavra, 20 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79596

PASSA PALAVRA (coletivo). "Brasil: soma e segue". Passa Palavra, 5 jul. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/07/80587

PASSA PALAVRA (coletivo). "Depois de junho". Passa Palavra, 3 set. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/09/84110

POLESE, Pablo. "Desafios da luta pelo passe livre, desafios da luta de amanhã". Passa Palavra, 24 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/80009

PRADO, Germano Nogueira. “A máscara, a cara, o rosto”. Blog do Antífon, 11 set. 2013. Disponível em: https://www.academia.edu/20231189/A_m%C3%A1scara_a_cara_o_rosto

PRADO, Germano Nogueira. “Mídia corporativa: a catraca da democracia”. Dossiê UniNômade sobre as Manifestações, 19 fev. 2014. Disponível em: https://www.academia.edu/7522567/M%C3%ADdia_corporativa_a_catraca_da_democracia

RISCALI, Guilherme. "Por um vintém". Passa Palavra, 17 jun. 2013. Disponível em: http://passapalavra.info/2013/06/79281

RIZOMA (Tendência Estudantil Libertária). "Não começou ontem, e não terminará hoje: sobre a atual conjuntura". 28 jul. 2013. Disponível em: https://rizoma.milharal.org/2013/07/28/nao-comecou-ontem-e-nao-terminara-hoje/

SAUDA, Aldo de Cordeiro. "'Revolta popular: o limite da tática': um documento pós-leninista?". Passa Palavra, 21 jun. 2015. Disponível em: http://passapalavra.info/2015/06/104988

SECCO, Lincoln. "Anatomia do Movimento Passe Livre". Viomundo, 10 jun. 2013. Disponível em: https://www.viomundo.com.br/politica/lincoln-secco-anatomia-do-passe-livre.html

Um então militante. "Preparação da jornada contra o aumento de 2013 em São Paulo: um relato". Passa Palavra, 05 jul. 2018. Disponível em: http://passapalavra.info/2018/07/120292

Um grupo de militantes. "'Olha como a coisa virou'". Passa Palavra, 25 jan. 2019. Disponível em: https://passapalavra.info/2019/01/125118/

TSAVKKO GARCIA, Raphael. "As lições de junho 4 anos depois: A esquerda foi sacrificada pelo discurso do golpe". Huffington Post Brasil, 06 jul. 2017. Disponível em: https://www.huffpostbrasil.com/raphael-tsavkko-garcia/as-licoes-de-junho-4-anos-depois-a-esquerda-foi-sacrificada-pel_a_23015985/

VINICIUS, Leo. "Escrito em 5 de julho de 2013: relembrando junho". Passa Palavra, 16 mai. 2018. Disponível em: http://passapalavra.info/2018/05/119861

VINICIUS, Leo. "Isto não é uma análise de junho de 2012". Passa Palavra, 15 out. 2013. http://passapalavra.info/2013/10/86797

Artigos em Jornais e Revistas[editar | editar código-fonte]

CAVA, Bruno. “O continente desconhecido da esquerda”. Le Monde Diplomatique Brasil, n. 83, jun. 2014. Disponível em: http://diplomatique.org.br/o-continente-desconhecido-da-esquerda/

HADDAD, Fernando. “Vivi na pele o que aprendi nos livros: um encontro com o patrimonialismo brasileiro”. Revista Piauí, n. 129, jun. 2017. Disponível em: http://piaui.folha.uol.com.br/materia/vivi-na-pele-o-que-aprendi-nos-livros/

NOBRE, Marcos. "Junho, ano V: as eleições, o sistema político e a negação da realidade". Revista Piauí, n. 141, jun. 2018. Disponível em: http://piaui.folha.uol.com.br/materia/junho-ano-v/

NUNES, Rodrigo. "A organização dos sem organização: oito conceitos para pensar o 'inverno brasileiro'". Le Monde Diplomatique Brasil, São Paulo, 12 ago. 2013. Disponível em: http://diplomatique.org.br/a-organizacao-dos-sem-organizacao-oito-conceitos-para-pensar-o-inverno-brasileiro/

ORTELLADO, Pablo. "Legados de junho: como o levante da sociedade civil contra o estado virou briga entre 'coxinhas' e 'petralhas'". Época, 08 jun. 2018. Disponível em: https://epoca.globo.com/politica/noticia/2018/06/legados-de-junho-como-o-levante-da-sociedade-civil-contra-o-estado-virou-briga-entre-coxinhas-e-petralhas.html

PALÁCIO, Fábio. "Sob o céu de Junho". Revista Cult, 11 jun. 2018. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/sob-o-ceu-de-junho-2013/

PRADO, Germano Nogueira. “Democracia, diálogo, violência: notas de uma política da singularidade”. Le Monde Diplomatique Brasil, 01 out. 2013. Disponível em: https://diplomatique.org.br/democracia-dialogo-violencia-notas-de-uma-politica-da-singularidade/

PRADO, Germano Nogueira. “Entre as jornadas de junho e as lutas de outubro: esboço para uma narrativa em aberto”. Le Monde Diplomatique Brasil, 15 jan. 2014. Disponível em: http://diplomatique.org.br/entre-as-jornadas-de-junho-e-as-lutas-de-outubro-esboco-para-uma-narrativa-em-aberto/

ROQUE, Tatiana; PATRÍCIO, Mariana. "As pautas e os ecos de Junho de 2013". Revista Cult, 13 jun. 2018. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/as-pautas-e-os-ecos-de-junho-de-2013/

BOITO JUNIOR, Armando. O impacto das manifestações de junho na política nacional. Brasil de Fato, 02 ago. 2013. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/node/15386/ Acesso em: 20 set. 2017.  


COCCO, Giuseppe. La derrota del movimiento de junio de 2013 en Brasil. Diagonal. 13 abr. 2015. https://www.diagonalperiodico.net/global/26250-la-derrota-del-movimiento-junio-2013.html


"Brazil's protests; The country's 20 cent revolution shows the fantasy is over." Financial Times 20 June 2013: 8. Academic OneFile. Web. 27 Oct. 2015.


IBOPE. Pesquisa sobre os manifestantes. 


ORTELLADO, Pablo. Dois anos depois: afinal, era por vinte centavos?. El País. 16 jan. 2015. http://brasil.elpais.com/brasil/2015/01/15/opinion/1421362752_961392.html


Rising expectations in Brazil and Chile. Education next, 2014.


Surowiecki, James. "Middle-Class Militants." The New Yorker 8 July 2013: 32. Academic OneFile. Web. 27 Oct. 2015.


TIBLE, Jean; MEDEIROS, Josué. Junho disruptivo: a nova configuração do conflito de classes no Brasil. Cuadernos de coyuntura. 4 jul. 2014. http://coyuntura.sociales.uba.ar/515/

Entrevistas[editar | editar código-fonte]

CAVA, Bruno. "O horizonte dos desafios contemporâneos foi traçado no mapa de Junho de 2013 - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7323-o-horizonte-dos-desafios-contemporaneos-foi-tracado-no-mapa-de-junho-de-2013

COCCO, Giuseppe. "Nem coerentes, nem lógicas, as lutas de Junho de 2013 sobrevivem à revelia da compreensão da esquerda - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7327-nem-coerentes-nem-logicas-as-lutas-de-junho-de-2013-sobrevivem-a-revelia-da-compreensao-da-esquerda

COSTA, Henrique. "Insatisfações coletivas inauguram outras formas de manifestações - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7322-insatisfacoes-coletivas-inauguram-outras-formas-de-manifestacoes

GADEA, Carlos A. "Junho de 2013, a inauguração de uma estética nova e indefinida - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7325-junho-de-2013-a-inauguracao-de-uma-estetica-nova-e-indefinida

KRANZ, Guilherme. "Saldo de Junho de 2013 mostra potência da organização para além das instituições políticas - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7330-saldo-de-junho-de-2013-mostra-potencia-da-organizacao-para-alem-das-instituicoes-politicas

MEDEIROS, João Paulo do Vale de. "A política para além do apego religioso ao Estado, da fetichização do progresso e da secundarização das questões ambientais - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7329-a-politica-para-alem-do-apego-religioso-ao-estado-da-fetichizacao-do-progresso-e-da-secundarizacao-das-questoes-ambientais

MORAES, Alana. "O último chamado de uma geração que desejava apenas fazer política - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7326-o-ultimo-chamado-de-uma-geracao-que-desejava-apenas-fazer-politica

NUNES, Rodrigo. "Junho de 2013 aconteceu, mas não teve lugar - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7321-junho-de-2013-aconteceu-mas-nao-teve-lugar

PINTO NETO, Moysés. "O interminável Junho de 2013 - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7324-o-interminavel-junho-de-2013

WERNECK VIANNA, Luiz. "O terremoto de Junho de 2013 foi sufocado e não oxigenou a política brasileira - entrevista". IHU On-Line, n. 524, jun. 2018. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/7328-o-terremoto-de-junho-de-2013-foi-sufocado-e-nao-oxigenou-a-politica-brasileira

Textos em outros idiomas[editar | editar código-fonte]

ALONSO, Angela; MISCHE, Ann. "Changing Repertoires and Partisan Ambivalence in the New Brazilian Protests". Bulletin of Latin American Research, v. 36, n. 2, p. 144-159, Apr. 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/298899972_Changing_Repertoires_and_Partisan_Ambivalence_in_the_New_Brazilian_Protests

AVELAR, Idelber. “L’ombre de la dictature: ce que les manifestants de juin et les peuples d’Amazonie ont en commun”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 93-107, 2014.

BONILLA, Oiara; CAPIBERIBE, Artionka. “L’invasion du Congrès: contre qui luttent les Indiens”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 108-121, 2014.

BRINGEL, Breno; PLEYERS, Geoffrey. “Les mobilisations de 2013 au Brésil: vers une reconfiguration de la contestation”. Brésil(s), n. 7, p. 7-18, 2015.

CASTRO, Lucia Rabello de; SILVA, Conceição Firmina Seixas. “L’action politique des jeunes étudiants au Brésil aujourd’hui: le présage de la fin d’une époque?. Brésil(s), n. 7, 2015.

CAVA, Bruno. “When Lulism Gets Out of Control”. South Atlantic Quarterly, n. 113, n. 4, p. 846-855, 2014. Disponível em: https://read.dukeupress.edu/south-atlantic-quarterly/article/113/4/846/3716/When-Lulism-Gets-Out-of-Control

COHEN, Yves; SANTANA Marco. “Du Brésil au monde et retour: mouvements sociaux localisés et en résonance”. Brésil(s), n. 7, 2015.

LOSEKANN, Cristiana. “Dynamiques et effets des manifestations brésiliennes de 2013: Le cas de la ville de Vitória”. Brésil(s), n. 7, 2015.

MARTINS, Caio; CORDEIRO, Leonardo. "Brazil: popular revolt and its limits: A balance of the 2003-2013 cycle of public transportation struggles". Libcom, 1 ago. 2018. Disponível em: http://libcom.org/library/brazil-popular-revolt-its-limits

NOBRE, Marcos. "Brésil, juin 2013: mouvement social et refus du 'blindage' de la démocratie". Mouvements, v. 76, p. 130-135, 2013. Disponível em: https://www.cairn.info/revue-mouvements-2013-4-p-130.htm

NOBRE, Marcos. “La redémocratisation est terminée, la démocratisation commence”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 129-147, 2014.

NUNES, Rodrigo. “Juin n’est pas fini”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 4-23, 2014.

ORTELLADO, Pablo. “L’antiparti: autonomie et stratégie dans le Movimento Passe Livre”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 24-36, 2014.

PERRUSO, Marco Antonio; NARVAES, Viviane Becker. “Les journées de(puis) juin 2013”. Brésil(s), n. 7, 2015.

PINHEIRO-MACHADO, Rosana. “Les rolezinhos sont «bons à penser»: marques, consommation et ségrégation dans la société brésilienne”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 60-72, 2014.

PURDY, Sean. “Brazil's June Days of 2013: Mass Protest, Class and the Left”. Latin American Perspectives, v. 41, n. 5, p. 184-199, 2017. Disponível em: https://www.academia.edu/34633348/Brazils_June_Days_of_2013_Mass_Protest_Class_and_the_Left_Latin_American_Perspectives_2017_

RASPAUD, Michel. “Méga-événement sportif et situation d’exception: le Brésil et la Copa 2014”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 122-128, 2014.

SAFATLE, Vladimir. “Les limites du modèle brésilien: les nouveaux conflits sociaux et la fin de l’ère Lula”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 37-49, 2014.

SANTOS, Marina Corrêa dos; PEDROSA, Sílvio. “Corps en mouvement: les Black Blocs à Rio et les représentations de la résistance”. Les Temps Modernes, n. 678, p. 73-92, 2014.

TAVARES, Francisco Mata Machado; RORIZ, João Henrique Ribeiro. “Avant juin, les rues de mai. Étude de cas sur les manifestations en faveur de la mobilité urbaine dans la ville de Goiânia”. Brésil(s), n. 7, 2015.

Um grupo de militantes. "Mira como ha cambiado la cosa". Passa Palavra, 18 jun. 2019. Disponível em: https://passapalavra.info/2019/06/126892/.

Um grupo de militantes. Βραζιλία: Πώς έχουν αλλάξει (και δεν έχουν αλλάξει) τα πράγματα. Inmediares, 26 jun. 2019. Disponível em: https://inmediasres.espivblogs.net/on_brazil/.

Um grupo de militantes. Brasile. “Guarda un po’ come è andata a finire”. l'America Latina, 10 mar. 2019. https://lamericalatina.net/2019/03/10/brasile-guarda-un-po-come-e-andata-a-finire/.

Um grupo de militantes. Brasil: "How things have (and haven't) changed". Libcom, 9 mai. 2019. Disponível em: https://libcom.org/news/brazil-how-things-have-havent-changed-08052019.

Documentários[editar | editar código-fonte]

"A partir de Agora: as Jornadas de Junho no Brasil”: https://www.youtube.com/watch?v=3dlPZ3rarO0

“Com vandalismo”: https://www.youtube.com/watch?v=KktR7Xvo09s&feature=youtu.be

"Eu sou a cidade": https://www.youtube.com/watch?v=PQ85Kz5ysks

“Junho: o mês que abalou o Brasil”: https://vimeo.com/107877106

"Primeiras chamas": https://www.youtube.com/watch?v=ytqVbsMl6qs