Lógica Digital/Álgebra de Boole

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Álgebra de Boole é uma estrutura algébrica que utilizam as operações lógicas E, OU e NÃO, bem como das operações da teoria de conjuntos soma, produto e complemento.

Origem[editar | editar código-fonte]

Álgebra booleana recebe seu nome do matemático inglês George Boole, que foi o primeiro a defini-las como parte de um sistema de lógica em meados do século XIX. Mais especificamente, a álgebra booleana foi uma tentativa de utilizar técnicas algébricas para lidar com expressões no cálculo proposicional. Hoje, as álgebras booleanas têm muitas aplicações na eletrônica e foram pela primeira vez aplicadas a interruptores por Claude Shannon, no século XX.

Uso[editar | editar código-fonte]

Os operadores da álgebra booleana podem ser representados de várias formas. É frequente serem simplesmente escritos como E, OU ou NÃO (são mais comuns os seus equivalentes em inglês: AND, OR e NOT). Na descrição de circuitos também podem ser utilizados NAND (NOT AND), NOR (NOT OR) e XOR (OR exclusivo). Os matemáticos usam com frequência + para OU e . para E (visto que sob alguns aspectos estas operações são análogas à adição e multiplicação noutras estruturas algébricas) e representam NÃO com uma linha traçada sobre a expressão que está a ser negada.

Aqui iremos usar outra notação comum, com ∧ (ou ^ para browsers que não suportam esse caracter) para E, ∨ (ou v) para OU, e ¬ (ou ~) para NÃO.