Latim: Pronomes

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Pronomes pessoais[editar | editar código-fonte]

Observações:
  • Pronomes pessoais latinos no genitivo serão traduzidos para o Português como pronomes possessivos.
  • Como todos os verbos conjugam em função do número e pessoa, o uso de pronomes pessoais como sujeito das orações latinas é opcional.
  • ego
eu
Caso \ # Singular Plural
Nominativo ego nōs
Genitivo meī nostrī
Dative mihi nōbīs
Acusativo nōs
Ablativo nōbīs
"Aliena nobis, nostra plus aliis placent". (Publilius Syrus)
O que é dos outros é mais agradável para nós; o que nosso, para os outros.
tu
Caso \ # Singular Plural
Nominativo vōs
Genitivo tuī vestrī
Dativo tibi vōbīs
Acusativo vōs
Ablativo vōbīs
"Tu quoque Brute filii mihi?". (Júlio César)
Tu também, Brutus, meu filho?
Tibi non credo.
Não acredito em ti.
  • is m.; (f. ea, n. id, pl. ei)
ele
Numero Singular Plural
Caso \ Genero M. F. N. MM. FF. NN.
Nominativo is ea id eī, iī eae ea
Genitivo eius eius eius eōrum eārum eōrum
Dativo eīs eīs eīs
Acusativo eum eam id eōs eās ea
Ablativo eīs eīs eīs
Id est. (i.e.)
Isto é.
Id est mihi, id non est tibi!
Isto é meu, não teu!
Cuius regio, eius religio.
Non est ei similis.
Não existe ninguém similar a ele.
"Olim habeas eorum pecuniam, numquam eam reddis" (Primeira regra de aquisição Ferengi)
Uma vez que tenha seu dinheiro, nunca o devolva.

Pronomes Demonstrativos[editar | editar código-fonte]

  • hic m, haec f, hoc n
este, esta, isto, aqui
Numero Singular Plural
Caso \ Genero Masculino Feminino Neutro Masculino Feminino Neutro
Nominativo hic haec hoc hae haec
Genitivo huius huius huius hōrum hārum hōrum
Dativo huic huic huic hīs hīs hīs
Acusativo hunc hanc hoc hōs hās haec
Ablativo hōc hāc hōc hīs hīs hīs
Hic habitat felicitas.
Aqui mora a felicidade.
Post hoc ergo propter hoc.
Depois disto, logo por causa disto.
In hoc signo vinces.
Por este signo vencerás.


  • iste m, ista f, istud n
esse, essa, isso
Numero Singular Plural
Caso \ Genero Masculino Feminino Neutro Masculino Feminino Neutro
Nominativo iste ista istud istī istae ista
Genitivo istīus istīus istīus istōrum istārum istōrum
Dativo istī istī istī istīs istīs istīs
Acusativo istum istam istud istōs istās ista
Ablativo istō istā istō istīs istīs istīs
  • ille m, illa f, illud n
aquele, aquela, aquilo (em alguns casos, fica melhor traduzido como ele/ela)
Numero Singular Plural
Caso \ Genero Masculino Feminino Neutro Masculino Feminino Neutro
Nominativo ille illa illud illī illae illa
Genitivo illīus illīus illīus illōrum illārum illōrum
Dativo illī illī illī illīs illīs illīs
Acusativo illum illam illud illōs illās illa
Ablativo illō illā illō illīs illīs illīs

Pronomes Relativos[editar | editar código-fonte]

  • quī m, quae f, quod n
quem, o que, qual
Numero Singular Plural
Caso \ Genero Masculino Feminino Neutro Masculino Feminino Neutro
Nominativo quī quae quod quī quae quae
Genitivo cuius cuius cuius quōrum quārum quōrum
Dativo cui cui cui quibus quibus quibus
Acusativo quem quam quod quōs quās quae
Ablativo quō quā quō quibus quibus quibus
Qui rogat, non errat.
Quem pergunta não erra.
Beati hispani, quibus vivere bibere est.
Sorturdos espanhóis, para os quais viver é beber. (Referência à pronúncia hispânica do Latim).
Quo vadis?
Como vai?
Quod erat demonstrandum.
O que estava para ser demonstrado. Geralmente aparece no fim de demonstrações geométricas, sob a sigla Q.e.d.
Quod erat faciendum.
O que estava para ser feito. Geralmente aparece sob a sigla Q.e.f.
"Difficile est tenere quae acceperis nisi exerceas". (Plínio, o jovem)
É difícil reter o que se aprende a não ser pela prática.

Pronomes Indefinidos[editar | editar código-fonte]

  • nihil n
nada
indeclinável

Nos casos em que é exigida a declinação de "nihil", esta palavra é substituída por "nulla res" (literalmente, "coisa nenhuma").

  • nēmō
ninguém
Caso \ # M. ou F.
Nominativo nēmō
Genitivo nūllīus
Dativo nēminī
Acusativo nēminem
Ablativo nūllō, nūllā
"Homo nemo in cruciatum poterit dari, suppliciis atrocibus adhibendis". (DECLARATIONEM HOMINIS IURIUM UNIVERSAM)
Ninguém será submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes. (Declaração Universal dos Direitos Humanos)
"Nemo saltat sobrius." (Cícero)
Ninguém dança sóbrio.
Ignorantia juris neminem excusat.
[A] ignorância da lei isenta ninguém.