Manual de Ciência Aberta/Casos/Centro de Competência em Software Livre

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Centro de Competência em Software Livre (CCSL) realiza atividades relacionadas ao ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa, desenvolvimento e divulgação de software na USP e conta com centros formalmente estabelecidos na cidade de São Paulo no IME e em São Carlos, no ICMC O CCSL-USP conta com colaboradores na EACH/USP-Leste e na POLI através do POLIGnu. Seu principal objetivo é incentivar o desenvolvimento, a pesquisa e o uso do software livre dentro e fora da universidade. Para isso, ele atua como um pólo centralizador de projetos de pesquisa científica e tecnológica, projetos de desenvolvimento de software livre, eventos para a comunidade, cursos de capacitação e assessoria técnico-científica em tópicos relacionados a software livre e informação aberta.[1] Atividades:

  1. Ensino no desenvolvimento de softwares e licenças.
  2. Pesquisa cientifica, em nível de mestrado e doutorado, sobre o software livre, colaborando com outras áreas como a Medicina da USP (software de processamento de imagens médicas); Centro de Saúde da USP (centro de atendimento) e FAU (rede de compartilhamento de imagens de arquitetura).
  3. Consultoria

Atualmente, contam com 18 projetos ativos, destacando-se:

  • Script Lattes - Software que agrega grupo de CV Lattes para geração de gráficos e consolidações da produção científica de grupos de pesquisa, professores de um departamento, etc.
  • Fomento ao empreendedorismo - Linha de trabalho que pretende promover a criação de start-ups inovadoras por alunos da USP, com forte tendência à adoção de softwares livres por sua alta flexibilidade, baixo custo e possibilidade de criar rapidamente um primeiro protótipo.
  • Rede social Stoa - Criada a partir da ideia do professor Ewout ter Haar, atende a demanda de 100 mil usuários vinculados à USP através de uma customização do software baiano Noosfero, que possibilita a grupos, fóruns, espaços de produção colaborativa e formação de redes nacionais. Estima-se que a solução custaria cerca de R$ 1 milhão se desenvolvida em software proprietário.

Video[editar | editar código-fonte]

Palestra realizada por Fábio Kon, professor de Ciência da Computação do IME-USP e um dos fundadores do CCSL, no dia 7 de junho de 2013 durante o Encontro Nacional do Grupo de Trabalho em Ciência Aberta.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Centro de Competência em Software Livre - CCSL