Manual para educação aberta

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Young Ashaninka girl in an Apiwtxa village, Acre state, Brazil.jpg
Visitas (4990568545).jpg

O que e por quê[editar | editar código-fonte]

A educação aberta pode ser entendida em duas tendências principais.

Recursos Educacionais Abertos[editar | editar código-fonte]

A importância da produção e adoção de recursos educacionais de livre circulação, uso e adaptação. Para universalizar o acesso; para que possam ser construídos também localmente, e de forma contextualizada; para que estimulem a produção colaborativa e local; e, não menos, para promover usos criativos.

Educação Democrática[editar | editar código-fonte]

Reúne uma série de modelos e experiências onde alunos, professores e comunidade trabalham juntos e como iguais para construir os ambientes, conceber as dinâmicas, e escolher os temas de aprendizado. Esse movimento, devidamente, aparece focado na educação básica, mas as mesmas razões urgem levá-lo para a educação superior.

Como[editar | editar código-fonte]

Práticas exemplares[editar | editar código-fonte]

Plataformas

Grupos

Escolas