Norma padrão da língua portuguesa/Crase

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Introdução à palavra crase[editar | editar código-fonte]

Na língua portuguesa, crase é o nome que se dá à junção de duas vogais idênticas, indicada pelo acento grave (`). Essa fusão acontece quando a preposição a encontra-se com um artigo feminino ou os pronomes demonstrativos aquele, aquela, aqueles, aquelas. Portanto, é necessário entender a regência dos verbos e usar corretamente o artigo ou o pronome atrás dos nomes que o exigem.

Utilização de crase[editar | editar código-fonte]

Usa-se crase quando há ocorrência simultânea da preposição a e de artigo feminino ou dos pronomes demonstrativos aquele(s) aquela(s):

Fui à praia (ir a algum lugar; eu fui aonde? a+a praia)

Obedeça às regras (obedecer a alguém; obedecer ao que? a+as regras)

Entreguei-o às autoridades competentes (entregar algo a alguém; eu entreguei a quem? a+as autoridades)

Aspiro àquela profissão (aspirar a algo; eu aspiro ao que? a+aquela profissão)

Dica: quando estiver em dúvida quanto à acentuação, troque o termo por um masculino:

Fui ao aeroporto (ir a algum lugar; eu fui aonde? a+o aeroporto)

Obedeça aos deuses (obedecer a alguém; obedecer ao que? a+os deuses)

Entreguei-o aos estrangeiros (entregar algo a alguém; eu entreguei a quem? a+os estrangeiros)