Saltar para o conteúdo

OKBr/Diagramas/Casos de Uso

Fonte: Wikiversidade

Miniguia para interpretação e construção dos diagramas de casos de uso nos projetos e relatórios técnicos da OKBr.

Convenções básicas: adotamos diagramas de casos de uso do padrão UML em notação fornecida pela ferramenta de geração automática, yUML.

Sistemas[editar | editar código-fonte]

Qualquer conjunto do mundo real, tal como um conjunto de pessoas, pode ser definido como sistema: além dos elementos é necessário esclarecer qual o seu ambiente (cojunto-universo) e as fronteiras entre o sistema e o ambiente.

A partir de então poderemos descrever a interação entre atores, do ambiente ou mesmo de dentro do sistema, e o sistema.

Atores e especializações[editar | editar código-fonte]

Um ator com seu rótulo.

Atores são sujeitos de interações com o sistema. Um ator especifica um papel a ser desempenhado por um usuário do sistema, ou eventualmente desempenhado por um outro sistema. A abstração de ator em um diagrama de caso de uso permite destacar e modelar o tipo de papel (regras condicionando a interação) ou o tipo de interação (comunicação esperada).

Atores podem ser genéricos ou específicos. Por exemplo o termo "bicho" designa um ator genérico que não é humano, mas pode interagir com um sistema. Conforme o tipo de interação pode ser importante destacar qual tipo de bicho está interagindo. Para indicar que um tipo de ator ter especialidades, usamos o triângulo, como se fosse uma seta apontando para o mais especializado.

No exemplo ao lado é ilustrada a especialização do ator bicho como gato ou cachorro.

Representando o conjunto dos bichos de três maneiras diferentes.
Representando o conjunto dos bichos de três maneiras diferentes.

Os atores representam conjuntos de entidades do mundo real que podem interagir com o sistema em questão. Imaginemos que o sistema seja a casa de João, e que na casa dele tenham 8 bichos. 4 são gatos e 3 são cachorros.

Para expressar regras do tipo "bicho dorme fora de casa" não é necessário especificar o tipo, e fica claro que a regra se aplica a todos os 8. Já a regra "cachorro come bofe", se aplica apenas a 3 dos bichos, distinguíveis dos demais como cachorros, e a regra "gato come sardinha", se aplica aos 4 demais bichos distinguíveis como gatos.