Portal:ATOPOS/Congresso Net-ativismo/I/Net ativismo ambiental

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O advento das redes sociais digitais e das diversas formas de digitalização e monitoramento do território e do meio ambiente em geral, vem ocasionando uma nova sensibilidade ecológica articulada em diversos aspectos. Em primeiro lugar, as diversas formas de mensuração possibilitadas pelos sistemas satelitários e a digitalização dos dados, bem como as diversas formas de monitoramento do impacto ambiental do nosso sistema sócio-econômico, contribuíram para a constituição de uma virtuosa relação entre tecnologias digitais e meio ambiente. Em segundo lugar, este aspecto da digitalização do meio ambiente contribuiu para o acesso público a dados e a informações específicas, difundidas em formatos digitais, sobre o nosso impacto ambiental e, contemporaneamente, para a socialização de boas práticas e de uma cultura mais integrada entre as populações e o seu território, tornando notórias àquelas ações que tiveram êxito positivo em diversos lugares. Em terceiro lugar, e como consequência de tudo isso, as redes digitais se transformaram em um campo privilegiado de debate e de ativismo verde, cujo objetivo é denunciar em diversas formas a ação poluidora de empresas e governos e, ao mesmo tempo criar formas reticulares de ativismo, capaz de implementar batalhas e campanhas mundiais, em muitos casos, capazes de alcançar os seus objetivos. O GT reunirá exemplo mundiais de diversas formas de ativismo ambiental que tenham como marco a utilização de redes digitais de interação.