Portal:ATOPOS/Congresso Net-ativismo/I/Net ativismo das culturas locais e "e-diáspora"

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As especificidades interativas das tecnologias comunicativas digitais, além de proporcionar a emergência de atuações de novos sujeitos (hackers, crackers e outros), estão ocasionando a interação digital de grupos, culturas e saberes locais tradicionalmente invisibilizados pelas tecnologias comunicativas de massa e transformando significativamente as experiências migratórias dessas populações. Tal ação comunicativa destes grupos nas redes digitais evidencia a diversidade e as novas possibilidades de empoderamento, visibilidade e ressignificação dos patrimônios culturais de comunidades e coletivos reunidos em torno das interações com as novas tecnologias de participação. A qualidade deste net-ativismo das culturas e dos saberes locais, e dos grupos em situação de diáspora presentes nas redes digitais, remete, por um lado, a ampliação da esfera pública e os novos significados das migrações, diante do novo contexto da ecologia digital. Neste sentido, o objetivo do GT é receber trabalhos que pretendam analisar a relação entre o net-ativismo, o ativismo nas redes digitais, e a reelaboração e emergência de identidades e saberes culturais locais/tradicionais, bem como estudos que investiguem as dimensões das “e-diáspora”, as migrações contemporâneas em sua fase conectada.