Portal:Computação e Informática/Bacharelado em Engenharia da Computação

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bem-Vindo ao Curso de Graduação de Engenharia de Computação!


O objetivo deste projeto é oferecer material didático completo e genérico para disciplinas que compõe a grade curricular dos cursos de Engenharia de Computação, oferecendo também material para pós-graduação em vários segmentos da área. É um guia independente de apoio a graduandos em Engenharia de Computação e para aqueles que desejam aprender um pouco, de forma genérica, sobre:

  • Projeto e funcionamento de componentes computacionais físicos (hardware)
  • Programação de computadores (software)
  • Síntese e análise de circuitos elétricos
  • Redes: protocolos de comunicação, arquitetura e infra-estrutura de redes
  • DSP (processamento digital de sinais)
  • Sistemas de controle
  • Sistemas embarcados


O perfil do engenheiro de computação[editar | editar código-fonte]

Desktop computer clipart - Yellow theme.svg

O engenheiro de computação é um profissional com sólida formação em eletrônica e computação. Ele trabalha simultaneamente em dois campos da área de tecnologia: a programação de computadores e o projeto de sistemas computacionais (sistemas embarcados, microcontroladores, microprocessadores, circuitos integrados, redes, sistemas de controle, etc.).

A grade curricular do curso é um misto de disciplinas dos cursos de ciência da computação e engenharia eletrônica. Não é exagero falar que o curso é uma fusão destas duas graduações. Os engenheiros de computação são profissionais com profundos conhecimentos em hardware (engenharia eletrônica) e software (ciência da computação).

O campo de atuação profissional[editar | editar código-fonte]

Os egressos dos cursos de engenharia de computação são bastante requisitados por empresas de tecnologia da informação (TI). O mercado de trabalho é amplo, porém bastante especializado, o que torna a especialização profissional um fator importante para a conquista de bons empregos. Todas áreas são bem remunerados, e o futuro e a carreira são bastante promissores.

Há menos profissionais formados do que a demanda de mercado. Conseguir emprego nesta área costuma ser muito fácil, desde que o profissional possua a qualificação exigida. A maioria destes profissionais conseguem estágios ou empregos ainda mesmo durante a graduação.

Exemplos de locais de trabalho:

  • Empresas de desenvolvimento de software
  • Indústrias de equipamentos e sistemas elétricos e eletrônicos.
  • Indústrias que empreguem dispositivos e sistemas de automação, telecomunicação e controle.
  • Empresas de projetos de circuitos integrados VLSI (design house).
  • Empresas de telecomunicações.
  • Empresas de projetos de automação industrial e comercial.

O curso[editar | editar código-fonte]

A grade curricular do curso compõem-se de disciplinas do Ciclo Básico de Engenharia e de disciplinas profissionalizantes. Estas visam preparar o aluno para o mercado de trabalho e para a prática de pesquisa nas seguintes áreas:

  • Eletrônica digital e analógica
  • Algoritmos
  • Estrutura de dados
  • Desenvolvimento de software
  • Organização e arquitetura de computadores
  • Sistemas embarcados e de controle
  • Processamento de sinais
  • Projeto, síntese e análise de circuitos integrados

Diversos institutos da Wikiversidade ministram disciplinas da grade curricular do curso de Engenharia de Computação, quais sejam:

Como estudar[editar | editar código-fonte]

Listamos abaixo 5 regras para que o estudante organize seus estudos de forma satisfatória:

  1. Inicie o curso com as disciplinas do primeiro nível. O nível subseqüênte exigirá conhecimentos do nível precedente, e assim sucessivamente
  2. Comece o próximo nível somente após ter concluído o nível que você está atualmente cursando
  3. Inicie seus estudos pelas disciplinas que julga ter maior facilidade de aprendizado
  4. Repita a disciplina caso obtenha grau insatisfatório nas avaliações
  5. Realize as avaliações somente após ter domínio do que foi estudado na disciplina. Lembre-se: não há tempo mínimo nem máximo para a conclusão de uma disciplina ou curso.

Pré-requisitos[editar | editar código-fonte]

Antes de iniciar o curso de engenharia de computação, recomendamos que o aluno tenha concluído satisfatoriamente os seguintes cursos:

  1. Matemática (nível: Ensino Médio)
  2. Física (nível: Ensino Médio)
  3. Inglês básico ou Inglês instrumental
  4. Informática Básica

Plano Curricular[editar | editar código-fonte]

Primeiro estágio[editar | editar código-fonte]

Segundo estágio[editar | editar código-fonte]

Terceiro estágio[editar | editar código-fonte]

Quarto estágio[editar | editar código-fonte]

Quinto estágio[editar | editar código-fonte]

Sexto estágio[editar | editar código-fonte]

Sétimo estágio[editar | editar código-fonte]

Oitavo estágio[editar | editar código-fonte]

Nono estágio[editar | editar código-fonte]

Décimo estágio[editar | editar código-fonte]