Portal:Formação Intermediária/Geografia/Rochas magmáticas

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Curso de Geografia - Ensino Médio

Rochas Magmáticas[editar | editar código-fonte]

O granito, utilizado na construção civil.

As Rochas Magmáticas, que também podem ser chamadas de Rochas ígneas (derivado do latim ignis, que significa fogo) ou rochas eruptivas, vêm do resultado da consolidação devida ao resfriamento do magma derretido ou parcialmente derretido. Elas podem ser formadas com ou sem a cristalização, ou então abaixo da superfície da crosta como rochas intrusivas (plutônicas) ou próximo à superfície da crosta, sendo rochas extrusivas (vulcânicas). O magma por sua vez pode ser obtido a partir do derretimento parcial de rochas pré-existentes no manto ou na crosta terrestre. Normalmente, o derretimento é provocado por um ou mais dos três processos: o aumento da temperatura, diminuição da pressão ou uma mudança na composição. Já foram descritos mais de 700 tipos de rochas ígneas, sendo que a maioria delas são formadas em baixo da superfície da crosta da Terra com diversas propriedades, em função de sua composição e do modo de como foram formadas.

Rochas ígneas intrusivas[editar | editar código-fonte]

As rochas ígneas intrusivas (conhecidas também como, plutônicas ou abissais) são formadas a partir do resfriamento do magma no interior da crosta, nas partes profundas da litosfera, sem contato com a superfície. Elas só apareceram à superfície depois de removido o material sedimentar ou metamórfico que a recobria. Em geral, o resfriamento é lento e ocorre a cristalização de todos os seus minerais, apresentando então um grande número de cristais visíveis a olho nu, os quais podemos observar três minerais: quartzo, mica e feldspato. Normalmente as rochas plutônicas ou intrusivas apresentam uma estrutura maciça. A sua estrutura mais corrente é granular, isto é, os minerais apresentam-se equidimensionais ligados entre si. A classificação detalhada das rochas magmáticas requer um estudo microscópico da mesma.

Granito do Vale Yosemite, Califórnia, Estados Unidos.
Basalto, uma rocha ígnea extrusiva.

Rochas ígneas extrusivas[editar | editar código-fonte]

As rochas ígneas extrusivas (conhecidas também como vulcânicas ou efusivas) são formadas a partir do resfriamento do material expelido pelas erupções vulcânicas atuais ou antigas. A consolidação do magma, então, acontece na superfície da crosta ou próximo a ela. O resfriamento é rápido, o que faz a que estas rochas, por vezes, apresentem material vítreo (vidro), ou seja, uma textura que não apresenta cristais (a olho nu) ou até mesmo uma textura que apresenta alguns cristais. Há uma grande diversidade de rochas vulcânicas, entre as quais existe uma série de rochas intermediárias, do mesmo modo que nas rochas plutônicas;

Mais informações[editar | editar código-fonte]

Wikipédia: Rocha Ígnea
Commons: Imagens de Rochas Ígneas
Rochas ígneas no USGS
Classificação das rochas ígneas