Portal:Piratas/Slack

Fonte: Wikiversidade

O Slack é uma plataforma de comunicação entre times. Como um neto mais moderno do mIrc, ele organiza seus membros por times divididos em canais distintos, além de dispor de um sistema de chat entre membros.

Usabilidade[editar | editar código-fonte]

Método de Entrada[editar | editar código-fonte]

Em sua versão gratuita, membros só podem entrar no canal via convites. Mas isso pode ser feito facilmente por qualquer usuário que queira cooperar com a organização e manutenção da ferramenta. O convite é enviado por email e ao receber, o convidado faz sua conta e é encaminhado para o endereço do slack dos Piratas.

https://partidopirata.slack.com/

Sobre times & canais[editar | editar código-fonte]

Em sua barra lateral situada no lado esquerdo, há o menu principal no topo e logo abaixo, todos os canais disponíveis aos membros.

Lista detalhada de alguns canais públicos já em atividade:

  • halldeentrada

Auto explicativo, o Hall de Entrada é o ponto de partida de todos os membros que chegam à plataforma. Funciona tanto como uma sala de recepção de novos membros quanto como um lugar onde discussões diversas que não se encaixam em outros canais.

  • abaixoassinado

Aqui organiza-se todas as movimentações dos membros presentes em prol de petições e abaixo-assinados organizados (ou não) pelo partido.

  • cinepirata

Projeto de exibição de filmes (geralmente documentários) em matinês já em atividade em alguns estados.

  • pirataria

Espaço dos Piratas Sem Fronteiras, onde é discutido o desenvolvimento da Mídia Pirata.

  • norte-nordeste

O Bumba Meu Boi é o primeiro núcleo organizado no Slack, aqui estão alguns dos membros da Bahia, Paraíba, Pernambuco e Ceará.

Chat[editar | editar código-fonte]

Logo abaixo da lista de canais do lado esquerdo está a lista com todos os membros presentes e ativos na plataforma. Com um clique no nome, uma janela de chat privado se abre e a conversa pode fluir.

Vantagens & Desvantagens[editar | editar código-fonte]

Vantagens[editar | editar código-fonte]

Multiplataforma - Praticamente onipresente, o Slack pode ser utilizado no Linux, Windows, MAC, iOS, Android e até no Windows Phone.

Praticidade - Feito para grupos de trabalho, a plataforma é a mais simples e intuitiva possível, não sendo necessário muito tempo para domínio da mesma.

Integrações - O Slack permite a integração nativa de dezenas de outros serviços úteis pro partido, como o Asana, Trello, GitHub, RSS, Twitter, Zapier, e ainda disponibiliza sua API, permitindo a criação de integrações personalizadas por programadores. Essas integrações tem comportamentos distintos, cada uma podendo alimentar um ou vários canais no Slack simultaneamente com atualizações de seus serviços. A lista completa de integrações prontas (e como novas podem ser construídas) pode ser vista por membros que já estão no sistema clicando aqui.

Desvantagens[editar | editar código-fonte]

Sistema fechado - O procedimento de convites pode até ser interessante para ver como o sistema se organiza para suportar melhor novos membros, mas arranha a cláusula no estatuto pirata de liberdade de informação e transparência, já que qualquer pessoa não pode entrar quando bem quiser e verificar os trâmites do partido na plataforma.

Idioma - Atualmente o Slack só pode ser usado completamente em inglês, não há nenhuma outra opção de idioma e aparentemente nem há abertura para uma possível tradução pirata da plataforma. Apesar de aparentar isso, ainda não foi feito um contato com a empresa sobre uma possível tradução, então essa possibilidade não está descartada.