Relação e classificação das palavras II/Função das palavras

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



As palavras são classificadas de acordo com suas relações. As funções que elas exercem podem ser de nome ou de verbo.

===== Substantivo é a palavra usada para denominar coisas, pessoas, lugares, um ser e sentimentos. Pode estar acompanhado por um adjetivo, numeral, ou pronome. Os substantivos são caracterizados por terem gênero, número e grau, sua classificação é: Concreto; Abstrato, Próprio, Comum, Primitivo, Derivado, Simples, Composto e Coletivo. Concreto Nnomeiam seres existentes que possam gerar em nosso pensamento uma imagem concreta, podendo ser imaginários (anjos, alma, bruxa), ou reais (casas, cadeira). Abstrato Como o próprio nome já diz é abstrato, que não tem como ser pego na mão ou jogado em algum lugar. São os sentimentos, as ações, as emoções, qualidade e um estado. Exemplo: beijo, vida, amor, ódio, frio, beleza e etc. Próprio Ddá nome aos seres, ou seja, o ser é nomeado particularmente, é representado pela letra inicial maiúscula. Exemplo: Maria, Terra, São Paulo, e etc. Comum Nomeia um ser que participa de certa classe, genericamente. Exemplo: homem, cachorro, cidade, mesa, telefone, e etc. Primitivo Ssão variadas palavras que se encaixam numa família etimológica, e que não deriva de nenhum outro nome. Exemplo: pobre, flor e etc. Derivado Surge de outra palavra já existente na Língua, ou seja, é originado do primitivo (primeiro). Exemplo: pobreza, florista e etc. Simples Possui somente um radical. Exemplo: água, tempo, rádio, caixa e etc. Composto Possui mais de um radical, ou seja, é uma palavra composta. Exemplo: guarda-chuva, couve-flor, lança-perfume e etc. Coletivo É o substantivo que expressa o plural de determinada palavra, mesmo estando no singular, ou seja, com apenas uma palavra é possível imaginar que é demais de um elemento que está sendo falado. Exemplo: Alcatéia (agrupamento de lobos), Malhada (agrupamento de ovelhas) Molho (agrupamento de chaves ou verduras)

Nome e determinante[editar | editar código-fonte]

Os nomes podem ser substantivos, pronomes substantivos e numerais substantivos. São:

  • Substantivos: palavras que nomeiam os lugares, seres e objetos, reais ou imaginários (mesa, casa, cama, lápis, roupa, Brasil, Portugal, Coca Cola, Mariana, Julio, Bob, etc).
  • Pronomes substantivos: palavras que substituem o substantivo: pronome reto (eu, tu, ele, nós, vós, eles, vocês, senhor, etc), pronome oblíquo (me, te, se, o, a, etc), pronome demonstrativo (somente quando retoma um nome já citado. Ex.: Gosto de carne a massa. Esta última somente se for italiana.), pronome indefinido, pronome interrogativo invariável.
  • Numerais substantivos ou coletivos: são os que substituem um conjunto de coisas. Ex.: conjunto de livros = biblioteca, conjunto de estrelas = constelação, conjunto de ilhas = arquepélago.

Os determinantes podem ser numerais adjetivos, pronomes adjetivos, artigos e adjetivos de quantidade. Pode haver mais de um determinantes acompanhando o nome. Geralmente eles vêm antes do nome, pois aí a ênfase será ao nome. Se postos depois, a ênfase será no determinante (nos exemplos, os nomes estarão em negrito e os determinantes sublinhados).

  • Numerais adjetivos: são os numerais multiplicativos (dobro, triplo, etc), fracionários (metade, terço) e cardinais (um, dois):
Metade das cem pessoas tinham o dobro de dinheiro.
  • Pronomes adjetivos: são pronomes demonstrativos variáveis (determinam a localização do ser o da coisa nomeado), possessivos, interrogativos variáveis, e os indefinidos cada, certa(s), certo(s):
Qual destas mulheres é sua esposa? (Qual = interrogativo; destas = demonstrativo; sua = possessivo)
  • Artigos: São palavras que acompanham ou modificam o nome em gênero, número e definição (a, as, o, os, um, uns, uma, umas). São os determinantes mais comuns.
  • Adjetivos de quantidade: São os que dão uma quantidade ao nome mas não por um número, pois ela é indefinida. Os mais comuns são muito(s), muita(s), bastante(s). Esses adjetivos podem também estar na forma de advérbio, por isso é necessário conferir a reção nominal:
muita imprudência.

Adjunto adnominal[editar | editar código-fonte]

O adjunto adnominal é o termo sintático que compõe os determinantes e todos adjetivos.

  • Adjetivo: palavra que modifica o nome. Ao contrário dos determinantes, no adjetivo é clara a presença da raíz (significado). Exemplo: bonita, feia, gordo, magro, alta, baixa, etc. Flexionam-se em gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau. Exemplo: novo, novos, nova, novas, novíssimo, novíssimos, novíssima, novíssimas, novinho, novinhos, novinha, novinhas.

Os pronomes[editar | editar código-fonte]

Você deve ter notado um grande número de tipos de pronomes. Na verdade são apenas seis, mas acontece que a semântica deles, substantiva e adjetiva, faz parecer ser um número muito maior. Eles são:

  • Pronomes demonstrativos- podem ser pronomes adjetivos ou pronomes substantivos;
  • Pronomes indefinidos- podem ser pronomes adjetivos ou pronomes substantivos;
  • Pronomes interrogativos- podem ser pronomes adjetivos ou pronomes substantivos;
  • Pronomes possessivos- são pronomes adjetivos;
  • Pronomes pessoais- são pronomes substantivos (veremos em uma outra aula);
  • Pronomes relativos- são semelhantes às conjunções (veremos em uma outra aula).

Relações e correlações verbais[editar | editar código-fonte]

Os verbos (ação) são bastante diferentes dos nomes em morfologia, mas possuem semelhança em sintaxe. Assim como os substantivos, os verbos possuem relação de característica, mas não com os adjetivos, mas com os advérbios. Veremos sobre os verbos nas próximas aulas.

Tema de casa[editar | editar código-fonte]