Sistemas de Informação Distribuídos/Engenharia de Software para SIDs/Introdução

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Introdução[editar | editar código-fonte]

Não existe uma distinção formal entre a Engenharia de Software tradicional e a Engenharia de Software para Sistemas de Informação Distribuído na literatura. A idéia central do capítulo é mostrar ao leitor que cuidados devemos ter na especificação de um sistema de informação distribuído para que fiquem claros quais componentes da arquitetura terão características de distribuição e como essa distribuíção será feita.

O capítulo mostra um breve histórico da engenharia de software para depois apresentar os diferentes modelos de computação distribuída, no que tange o domínio de sistemas de informação. Dentro desses modelos apresentamos as suas características com relação a troca de mensagens, controle transacional e distribuição dos dados.

Apresentada a parte mais formal, entramos nas tecnologias e tendências que consideramos interessantes para a implementação dos modelos apresentados: Componentes Distribuídos (CORBA, EJB, RMI, etc), Sistemas Orientados a Serviços, Arquitetura Orientadas a Serviço (SOA), Aplicações Compostas e Sistema de Sistemas (SoS).