Utilizador Discussão:Giromanato

    Fonte: Wikiversidade

    Site[editar código-fonte]

    http://thebusyqueen.com/

    Resumo do site[editar | editar código-fonte] É um blog pessoal para contar histórias. Nasceu pelas infinitas aventuras que mereciam ser contadas e guardadas, mas sempre escritas de uma maneira mais delicada e sensível do que o normal. O objetivo dele é inspirar com as histórias e lembrar dos sentimentos, da fé, da superação e do amor. Lembrar que a gente tropeça, mas levanta. Que a gente sonha, mas também realiza. E que a vida é bonita, se a gente quiser que ela seja.

    Acredito que todo mundo tem alguma coisa para compartilhar e tem sua própria "história". Essa é a minha. THEBUSYQUEEN - A rainha ocupada.

    O nome surgiu porque desde sempre eu gosto dos contos de fada e realeza. Era meu sonho, até descobrir que eu podia ser rainha do meu próprio mundo. Já ocupada significa que eu sempre me meto nas coisas, nunca sem fazer nada.

    Referências[editar código-fonte]

    1. O site "Entre Todas As Coisas" é um dos meus favoritos sobre textos de amor, relacionamento, ilusões e sonhos. É impossível você não se encaixar em algum (ou em todos). Traz todos os lados do amor, até aqueles que a gente não conhece.

    http://entretodasascoisas.com.br/

    2. O site "The Bro Code" traz textos pessoais do Ique Carvalho, falando sobre as coisas bonitas da vida. Quando você lê, você tem vontade de viver (e amar)

    http://www.thebrocode.com.br/

    Posts[editar código-fonte]

    • Macarrão-sem-uva-passa, por favor
    • Regra da Felicidade
    • Planos, caminhos.. E Deus!
    • Ser mais do que o país do futebol
    • If this is love, then love is easy.

    ...

    Público-alvo[editar código-fonte]

    Qualquer pessoa que goste de sentir. E de conhecer alguns lados da vida até então anônimos.

    Apresentação[editar código-fonte]

    Pé descalço, mão ocupada e mente desligada. Ombros cansados, nariz empinado. Voz baixa, risada alta.

    Sou domingo, mas também sexta-feira. Sou revolução e sou contradição. Sou cabelo na cara, olhos com lágrimas. Sou excesso até quando sou falta.

    Sou tudo e não sou nada.