Estatística para Medicina/Estudos Comparativos

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Estudos Comparativos na Medicina

Os estudos comparativos caracterizam-se pela presença de dois ou mais grupos de comparação. Podem ser do tipo:

  • Observacionais: quando o pesquisador não interfere na formação dos grupos de comparação, apenas observando as características dos indivíduos para verificar a qual grupo eles pertencem.
  • Experimentais: quando o pesquisador interfere na formação dos grupos de comparação, designando quais indivíduos farão parte de quais grupos.

Teste seu conhecimento sobre estudos Observacionais e Experimentais

Os estudos Observacionais podem ser do tipo Coorte ou Caso-Controle. Em um estudo do tipo Coorte, o pesquisador parte da exposíção ao suposto fator de risco, formando os grupos exposto e não-exposto, e observa a ocorrência (ou não) do evento de interesse. Em estudo do tipo Caso-Controle, o pesquisador parte do evento já ocorrido (grupo caso) ou não ocorrido (grupo controle) e observa a história de exposição dos indivíduos ao suposto fator de risco.

Um estudo do tipo Ensaio Clínico Aleatorizado é um estudo experimental no qual ao pesquisador usa a aleatorização (sorteio) para definir de qual grupo um indivíduo irá participar.

Teste seu conhecimento sobre estudos do tipo Coorte, Caso-Controle e Ensaio Clínico Aleatorizado

Os estudos do tipo Coorte e Ensaio Clínico Aleatorizado são prospectivos (exposição --> evento). Os estudos do tipo Caso-Controle são retrospectivos (exposição <-- evento).

| Voltar para página principal