Latim/Índice/Lição 2

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Lição 2: Ciuis Romanus sum.[editar | editar código-fonte]

Vocabulário | Exercícios | Correção | Apêndice

Ciuis Romanus sum. (Marcus Tullius Cicero)

A Primeira Declinação[editar | editar código-fonte]

Chama-se primeira a declinação cuja vogal temática é A. Ela aparece com uma clareza maior do que em outras declinações.

  • Roma magna urbs est. Incolae Romani sunt. Roma é uma grande cidade. Os habitantes são os romanos.
  • Puella litteras facit. A menina escreve uma carta.

Nas frases anteriores, as palavras Roma, incola, puella e littera pertencem, todas, à primeira declinação. Chegou até o português o fato de palavras terminadas com A tenderem a ser femininas; é o caso de Roma, puella e littera. Além disso, adjetivos como os que você viu na lição 1 (magnus, nouus, paruus) levam as terminações da primeira declinação quando acompanham nomes femininos (de qualquer declinação). É por isto que o adjetivo magnus, que acompanha o feminino urbs, está na forma magna.

Entretanto, nem todas as palavras da primeira declinação são femininas. Em geral, as que designam nomes de atividades ou profissões comumente exercidas por homens são masculinas; é o caso de incola. Por outro lado, não há na primeira declinação nomes neutros.

Nomes neutros[editar | editar código-fonte]

  • Paruum templum ciues sacros facit. O pequeno templo torna os cidadãos sagrados.
  • Milites ad taetra bella semper eunt. Soldados sempre vão a guerras horríveis.

Além dos gêneros masculino e feminino, o latim apresenta um terceiro gênero: o neutro. Em geral, não é possível saber o gênero de uma palavra apenas pelo sentido; no entanto, a terminação é um bom indício para reconhecer os neutros.

Palavras como templum seguem a segunda declinação (como liber), embora isso por enquanto ainda não seja totalmente aparente. No entanto, assim como o acusativo de liber é librum, o de templum é templum, ou seja, a terminação -VM é a mesma. Vale dizer que isso se aplica a qualquer palavra neutra, mesmo em outras declinações: o nominativo e o acusativo são iguais.

Acusativo plural[editar | editar código-fonte]

Milites, cum taetras litteras legunt, tum magna arma capiunt. Os soldados, quando leem as terríveis cartas, apanham as grandes armas.

Nesta frase-exemplo, temos os acusativos plurais da primeira declinação e dos neutros da segunda. O sujeito, no nominativo plural, é milites; o acusativo do verbo legunt é taetras litteras. Littera, palavra feminina da primeira declinação, tem como acusativo plural litteras. Acompanhando litteras temos o adjetivo taetras.

O acusativo do verbo capiunt (tomam, pegam, apanham) é magna arma. Arma é uma palavra da segunda declinação, neutra plural; a terminação -A aparece em todos os neutros plurais, de todas as declinações, no nominativo e no acusativo. Aliás, como no singular, o nominativo e o acusativo plural são iguais.

Em outras palavras: mais acima temos a palavra bellum, um neutro da segunda. No entanto, por estar no plural, ela aparece como bella; é o mesmo caso do neutro plural arma. As palavras bella e arma, isoladas, poderiam tanto estar no nominativo quanto no acusativo; o contexto é quem nos diz que, em ambas as frases, trata-se do caso acusativo.

Predicativo do objeto[editar | editar código-fonte]

Como dissemos na lição 1, o predicativo, palavra que dá uma característica a um nome, vem sempre no caso do nome em questão. Havíamos visto predicativos do sujeito, que vinham no nominativo.

Porém, na frase "paruum templum ciues sacros facit", temos outro tipo de predicativo. O sujeito é o templo; o objeto, ciues, são os cidadãos. A ação é no sentido de atribuir-lhes uma característica, de torná-los algo: sacros, sagrados. Então, sacros é um predicativo do objeto; como todo predicativo, concorda com seu nome em número e caso; aqui, acusativo plural.

Terminações dos adjetivos[editar | editar código-fonte]

Repare nas expressões:

  • magnum templum
  • taetra arma

Já vimos adjetivos como magnus; os adjetivos que você está aprendendo nesta lição, Romanus, sacer e taeter, são da mesma classe (a primeira) dos que você conheceu na primeira lição (magnus, nouus, paruus).

Estes adjetivos de primeira classe seguem a segunda declinação para o masculino e o neutro, e a primeira para o feminino. Então, teríamos:

  • Littera sacra est; liber sacer, templum sacrum. As letras são sagradas; o livro é sagrado, o templo é sagrado.
  • Litteram paruam, librum paruum lego; sed templum uideo magnum. Leio uma letra pequena, um livro pequeno; mas vejo um templo grande.
  • Mulieres sacrae, uiri taetri, bella taetra. (em latim, pode-se omitir o verbo SVM) As mulheres são sagradas; os homens e as guerras, horríveis.
  • Sacras mulieres uideo. Viros amant taetros; taetra bella faciunt. Vejo as mulheres sagradas. Elas amam homens terríveis; eles fazem terríveis guerras.

Enfim...[editar | editar código-fonte]

Estes foram exemplos dos substantivos e adjetivos nos casos e números que você já viu.
Conferindo sempre o Vocabulário, não deixe de fazer os Exercícios.
Tendo feito a Correção, leia mais no Apêndice, que sistematiza a flexão vista nesta lição.