Portal:9o ano 2014 - Língua Portuguesa - Colégio I. L. Peretz/Karen e Julia Z

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Diário de Bordo

Relato das atividades realizadas nas aulas do Projeto.

05/11 - Fomos à midiateca, pegamos emprestado o livro Escaravelho do Diabo para ver a introdução e relembrar do mesmo. Também olhamos o verbete da Wikipédia, que apenas apresenta uma breve explicação do livro e os seus personagens de forma mal escrita.

13/11 - Descemos à sala digital 3 e começamos o verbete do livro Tintim - Rumo a Lua.

18/11 - Descemos à sala digital 3 e demos continuidade ao verbete do livro Tintim - Rumo a Lua.

O Escaravelho do Diabo[editar | editar código-fonte]

Introdução[editar | editar código-fonte]

O Escaravelho do Diabo é um romance policial publicado em 1972 escrita por Lúcia Machado de Almeida, mineira, que já ganhara vários prêmios literários durante sua carreira, formada em jornalismo. O livro tem como alvo o público juvenil.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A narrativa se passa em Vista Alegre, uma pequena cidade no interior de São Paulo, e começa quando o personagem Hugo, irmão de Alberto, recebe um misterioso pacote com um escaravelho (besouro preto) dentro, contudo não se interessa com a origem do presente, pois pensa que é uma pegadinha de seus amigos. No dia seguinte, Hugo é encontrado morto com uma espada cravada em seu peito. Inconformado com a morte de seu irmão, Alberto vai atrás do assassino.

Ao voltar para casa um dia, nota em uma revista uma espada semelhante a que matou Hugo. Então, começa a se aprofundar em objetos antigos a fim de achar o assassino e impedir o próximo crime, após algum tempo de procura encontrou um antiquário que vendia a mesma espada, o lojista disse não lembrar quem a havia comprado.

A partir daí, Alberto passa a ter ajuda o renomado inspetor local, o Inspetor Pimentel e do sub-inspetor Silva. Eles percebem que todas as vítimas têm algo em comum: são todas ruivas legítimas, com cabelos que lembram a cor do fogo e sardentas. Juntos, eles vão investigando uma série de crimes que se sucedem, tentando descobrir também o motivo do assassinato de Hugo. Ao decorrer da investigação, Alberto conhece e se apaixona por Verônica, uma bela moça órfã que vive na pensão de uma irlandesa chamada Cora O'Shea, junto com outros moradores. Isso atrapalha a investigação.

Os três responsáveis por investigar o caso do escaravelho passam a desconfiar que a solução do mistério está na pensão de Cora O'Shea, mas não conseguem provas o suficiente e o caso acaba sendo arquivado como "não solucionado". Após anos, numa viagem à Alemanha, Alberto ainda pensa em reconquistar Verônica, e por o acaso, descobre quem foi o assassino de Hugo.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Principais

Alberto: Estudante de medicina, um dos solucionadores do crime, irmão de Hugo, apaixonado por Verônica, teve um filho chamado Hugo com ela;

Sr. Graz: Suíço, professor de línguas, muito amigo de Verônica, hóspede de Cora O'Shea;

Inspetor Pimentel: Inspetor que cuida do caso de Hugo, e das outras vítimas;

Rachel Saturnino: Única sobrevivente aos ataques do "inseto";

Cora O'Shea: Irlandesa dona da pensão. Mãe de Clarence O'Shea;

Mr Gedeon: Americano, hóspede de Cora O'Shea;

Sub-inspetor Silva: Ajudante do Inspetor Pimentel e de Alberto;

Elza: Copeira da pensão de Cora O'Shea, uma das suspeitas do crime;

Rudolf Bartels: o inseto.

Vítimas

Hugo "Foguinho": Primeira vítima. Assassinado com uma espada espanhola cravada no peito. Irmão de Alberto;

Clarence O'Shea: Filho de Cora O'Shea. Morre envenenado por uma cápsula de cianureto colocada em meio aos seus remédios;

Maria Fernanda: Cantora lírica; morre em meio a uma performance de "Carmen", de Bizet, atingida por uma seta envenenada;

Galo-da-Serra: Raça em extinção; é estrangulado até a morte e tem todas as suas penas cor de fogo arrancadas;

Rachel Saturnino: Única sobrevivente aos ataques do "inseto", é salva por Alberto;

Padre Afonso: Padre da paróquia. Morre carbonizado;

Sr. Graz: Morre carbonizado junto ao Padre Afonso, durante o incêndio na capela.

Tintim - Rumo a Lua[editar | editar código-fonte]

Introdução[editar | editar código-fonte]

Tintim - Rumo a Lua é uma HQ (História em Quadrinhos) que faz parte da coleção dos livros As Aventuras de Tintim. O livro foi produzido pelo belga Hergé, e foi lançado em 1953.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história começa quando Tintim e o capitão Haddock voltam de uma de suas aventuras à procura do professor Girassol, contudo são informados que este, acompanhado de um homem misterioso, viajara para um paradeiro desconhecido. O professor Girassol manda um telegrama avisando que está na Sildávia fazendo uma pesquisa e convida Tintim e o capitão a juntar-se a ele. Logo que chegam na Sildávia, Haddock e Tintim são levados para uma base militar isolada. Lá, acham o professor Girassol dando os ultimos retoques num foguete atômico.

O professor Girassol convida Tintim e o capitão Haddock para acompanhá-lo nessa aventura rumo à Lua, primeiro ambos hesitam em consentir o convite, porém logo aceitam o desafio.

Os personagens passam por uma série de obstáculos ao longo da história, como quando o professor Girassol vai testar o foguete mandando-o para a órbita lunar e descobrem que o sistema está sendo raqueado por um intruso, que quer roubar as informações confidencias do foguete, o professor é obrigado a explodir o foguete. Outro contratempo é quando o professor Girassol perde a memória, porque bateu forte com a cabeça, botando toda a operação do foguete em risco, e o capitão precisa enfurecé-lo para o fazer relembrar.

Ao encerrar o livro, o capitão, Tintim e Girassol embarcam na nave itinerário à Lua.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Tintim: Jovem que gosta de aventuras;

Haddock: Era um capitão e ajuda Tintim em sua viagem;

Girassol: Amigo de Tintim, era um professor que trabalhava em experimentos científicos e constrói um foguete;

Milu: Cachorro e fiel companheiro de Tintim. Acompanhá-o em suas aventunras;

Dupont e Dupond: São dois homens muito parecidos, porém, não são irmãos (o bigode é o elemento que possibilita sua diferenciação). Atrapalhados, ajudam Tintim e seus companheiros em suas aventuras.