Utilizador:Solstag/Proposta

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Constrói-se aqui uma proposta de reconceitualização da Wikiversidade, com a intenção de encontrar um processo natural à sua vocação wiki.

Futuramente esta proposta poderá ser encaminhada ao processo de planejamento estratégico da Wikimedia.


Esta proposta parte do pressuposto que a unidade fundamental de comunicação, reutilização e colaboração no ensino é a aula.

O argumento justificando poderia desenvolver-se assim:

Ainda que um professor possa considerar a ementa de um curso antes de preparar uma aula, é sobre cada aula individualmente que ele se debruça para trabalhar, é a aula que ele reutiliza ao longo dos anos e em diferentes circunstâncias e são as anotações sempre desenvolvidas ao preparar de cada aula que compartilha com colegas e alunos. Nenhum professor senta para preparar um curso. Em qualquer nível, prepara-se sempre aulas, uma de cada vez, muitas vezes emprestando-as de colegas e livros diferentes no decorrer de um mesmo curso. Até porque ementas de cursos variam de acordo com a turma, com o diploma, com a escola, com o tempo disponível, mas uma aula sobre um determinado assunto permanece útil, bastando consistentemente integrá-la no novo contexto. Assim, pensar em qualquer outro elemento como fundamental vai contra a própria dinâmica do ensino.

Outro fator importante na elementaridade das aulas é que há infinitas aulas possíveis para um mesmo assunto. É fundamental facilitar o manuseio independente das aulas para construção de cursos. Pensar nas aulas presas a cursos é um erro e, penso eu, uma das razões da Wikiversidade ser um projeto tão aquém do seu potencial mesmo na língua inglesa. No contexto da wikiversidade, uma aula bem categorizada e com suas dependências bem referenciadas, como explicado abaixo, tem seu valor multiplicado pelo número de cursos, não necessariamente da Wikiversidade, interessados naquela abordagem. Centrando-se o conteúdo em cursos, todo esse valor é perdido.

Por fim, muitas universidades oferecem plataformas melhores que a wiki para organização de cursos. O Moodle é um exemplo óbvio disso, só um masoquista organizaria um curso na Wikiversidade podendo fazê-lo num Moodle. A oportunidade atrativa da Wikiversidade é o compartilhamento, o diálogo e a reutilização e o elemento que potencializa isso é a aula.

Precisa-se entender que a discussão acima não é uma discussão sobre criar "estrutura" contra criar "conteúdo". Esse é outro engano. A discussão é sobre qual dinâmica de produção estabelecer-se-á neste espaço: uma que aproveita seu potencial ou uma que o estanca. É também sobre como apresentar-se-á a Wikiversidade aos maiores potenciais contribuidores: os professores lusófonos que, a cada ano, lecionam milhões de aulas que acabam empilhadas em prateleiras de suas casas ou nas fotocopiadoras dos centros acadêmicos.

E por tanto que seja importante dar-lhes exemplo criando recursos de qualidade, é ainda mais necessário dar o exemplo de uma proposta que lhes seja natural.

Observe-se que o argumento apresentado pode ser desenvolvido analogamente trocando-se o ponto de vista para o aluno, mas isso fica como exercício ao leitor ;)


Segue a proposta abaixo, boa parte dela são apenas idéias cuja implementação requer detalhamento, editem pois à vontade. E vamos continuar essa discussão!

--Solstag

Ensino[editar | editar código-fonte]

aula
o elemento básico da wikiversidade
  • ex: uma aula sobre o primeiro triunvirato, uma lista de exercícios sobre triângulos retângulos, uma atividade sobre o ciclo da água


Organização do conhecimento[editar | editar código-fonte]

Por dois conceitos: dependência e categoria

dependência
quando o aprendizado de uma aula requer o aprendizado prévio de outras
  • ex: a aula sobre reação ácido-base depende de três outras aulas: balanço químico, ligação iônica e termodinâmica
categoria
áreas do conhecimento em que se enquadra aquela aula
  • ex: a aula sobre reação ácido-base pertence a duas categorias: química e física

Justificativa[editar | editar código-fonte]

As idéias acima partem de duas observações:

  1. A segmentação do conhecimento em faculdades e departamentos de ensino dá-se única e exclusivamente em função de necessidades práticas inexistentes no contexto da Wikiversidade, como a distribuição de carga didática, de recursos financeiros e de poder político. Universidades modernas tendem a abolir completamente essas estruturas.
  2. O hipertexto e sua integração com o uso de categorias garante à Wikiversidade uma versatilidade minimalista mas eficiente, pois fornece uma forma de acesso em harmonia direta com a estrutura do conhecimento.

Implementação[editar | editar código-fonte]

  • dependências são Links
  • categorias são Categorias


Orientação do estudo[editar | editar código-fonte]

Em dois níveis: curso e diploma

cursos
árvore de aulas sugerida por um tutor para compreensão de um assunto
  • ex: curso sobre o império romano do usuário Joaquim
diplomas
árvore de cursos exigida em uma universidade para outorgação de um certificado
  • ex: diploma de engenharia mecânica da UNESP

Justificativa[editar | editar código-fonte]

As idéias acima partem de duas observações:

  1. Cada professor dá um curso diferente sobre o mesmo assunto. Portanto não faz sentido falar em "o curso de química analítica da wikiversidade". Bons cursos são inescapavelmente ligados ao professor e a wikiversidade deve incentivar essa diversidade; e graças ao compartilhamento livre, se um professor não quer preparar seu próprio curso ele pode copiar o curso de outro e fazer adaptações menores, ou remixar vários cursos que encontrar.
  2. Cada universidade tem um currículo diferente para o mesmo diploma, e mais, o currículo de um diploma só tem sentido no contexto de uma instituição que atribui validade legal a ele. Portanto não faz sentido a wikiversidade ter "o diploma de psicologia da wikiversidade". Bons diplomas vem de boas universidades e um currículo não tem status de obra protegida por direito autoral portanto podemos importar para cá currículos de todas as boas universidades lusófonas.

Implementação[editar | editar código-fonte]

  • organização de aulas através de "páginas de tutores"?
  • organização de cursos através de "páginas de universidades"?


Tutoria[editar | editar código-fonte]

O ensino da wikiversidade é produzido, organizado e orientado por usuários. Assim, eles mesmos podem declarar-se tutores e dedicarem-se a uma ou mais das atividades possíveis entre escrever cursos, organizar a wikiversidade e orientar alunos em seus estudos. O tutor seleciona as categorias em que tem interesse orientar, adicionando-as à sua página de usuário. Assim, alunos poderão saber a quem recorrer olhando essas páginas de tutores.


Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Sem idéias concretas ainda... Grupos? Temas? Projetos?

Pode ser que essa seja a parte fácil, basta delimitar o espaço que cada grupo saberá como organizar-se melhor.

A questão com pesquisa é mais divulgar em universidades e orientar no uso da Wiki e de outras ferramentas complementares.


Algumas experiências de ciência sendo desenvolvida na rede com auxílio de wikis[editar | editar código-fonte]


Orientação[editar | editar código-fonte]

Programas de iniciação científica poderiam ser orientado através da wiki, por exemplo para envolver alunos de ensino médio em atividades de pesquisa.

Isso criaria um grupo de "orientadores" distinto dos "tutores", que teriam condições de orientar um trabalho do início ao fim e não apenas dar instruções sobre uma aula ou tirar dúvidas pontuais de um curso.


Extensão[editar | editar código-fonte]

A wikiversidade é essencialmente um projeto de extensão universitária!

Nossa atividade nessa área portanto é de "intensão", ou seja, integrar este ambiente de conhecimento aos programas de extensão universitária de todas as universidades lusófonas e a programas de língua ou cultura portuguesa de universidades do mundo todo.

Uma universidade viva, sem fronteras, sem centro, e sem cerceamento do uso, reprodução e aprimoramento do conhecimento pode tornar-se um vaso condutor entre as melhores universidades mundiais e a população do planeta.