Wikinativa/Welton A. dos Reis (vivencia Guarani 2016 - relato de experiência)

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Welton A. dos Reis Santos n° USP- 9423676

Seminário de Políticas Públicas Setoriais II

Professor. Dr. Jorge Alberto Silva Machado

Relatório Individual – Aldeia Rio Silveiras e Pico do Jaraguá.

Com as aulas de campo foi possível perceber que apesar de todo o processo de civilização pelo qual os indígenas da Aldeia Rio Silveiras passaram, ainda assim é bastante forte a presença das características tipicamente indígenas e da preservação de suas culturas. A região na qual visitamos possui uma rica vegetação da mata atlântica reservada e preservada como poucas no país o que possibilita aos indígenas cultivarem seus próprios alimentos (embora também consumam alguns produtos industrializados) como o Palmito Jussara, mandioca, batata e etc. Junto ao pajé, os demais nativos procuram resgatar as tradições do seu povo, repassando de geração a geração, como por exemplo, a língua Tupi-Guarani (ensinada na escola dentro da reserva), onde podemos perceber na fala do pajé e principalmente das crianças, bem como os traços físicos indígenas marcantes e gestos que retratam os antigos costumes preservados em meio a uma civilização num mundo hoje globalizado.

Já a visita realizada no Pico do Jaraguá tornou possível fazer uma grande diferença de recursos principalmente naturais que são de fundamental importância para a manutenção e preservação da cultura indígena. O Pico do Jaraguá esta localizado a aproximadamente 25km de uma das maiores cidades do mundo (São Paulo), ou seja, o “choque cultural” nessa aldeia é intenso, os indígenas da região foram praticamente encurralados pela maior metrópole do país, que lhes retirou o que podemos considerar a base de sua cultura indígena, a natureza. E isso trouxe principalmente para os membros mais jovens (as crianças) consequências graves que caso não sejam tomadas decisões politicas e sócias com relação à saúde, educação e saneamento que são precários na região do Pico do Jaraguá, toda a cultura indígena local pode desaparecer em pouco tempo.

Por fim, gostaria de agradecer a oportunidade impar oferecida e dizer que essa disciplina foi e será de fundamental de importância para o nosso crescimento pessoal e profissional contribuindo sem dúvida para formação de cidadão mais conscientes em relação as desigualdades existentes entre as culturas do nosso País.