Yoga na UNICAMP/atas das reunioes

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

SatSangs Acadêmicos[editar | editar código-fonte]

Veja aqui a agenda dos encontros dos grupos de estudos sempre as sextas feiras na FEF/UNICAMP e das reuniões gerais os SatSangs Acadêmicos são na primeira quinta feira do mês no CLE/UNICAMP.

Resumo das Reuniões:[editar | editar código-fonte]

Reunião 15 de março de 2019

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Claudia Wanderley, Bruno Vieira Nery, Ângela Dias Lopes, Rosângela Basoli, Bruno Capistrano, Leidiane Souza Lima, Julia Donegar, Vanessa Malago, Robson Rodrigues Monteiro, Milton Cesar Xavier, Danilo Candela Peixoto, Cristiane Sayuri Tomita, Eduardo Pereira, Elisete Zanlorenzi, Bianca Zupirolli, Thiago Galletta, Azra Gvozdar, Anaí Pigatto.

Paula Ubinha: Apresentação do panorama do ultimo ano do grupo de Yoga na Unicamp. Apresentação da pauta do Satsang. Construção da agenda do II Seminário do Yoga na Unicamp - Cultura de Paz.

Bianca Zupirolli: Apresentação da organização dos voluntários para II Seminário do Yoga na Unicamp - Cultura de Paz. Alistamento de voluntários.

Claudia Wanderley: Agradecimentos ao grupo de estudo.

Paula Ubinha: Agendamento dos grupos de estudos, 22 de março de 2019, às 14h na sala 1 da FEF. Reorganização dos grupos de estudo.

Reuniao 15 de fevereiro de 2019

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Claudia Wanderley, Bruno Vieira Nery, Ângela Dias Lopes, Vanessa Malago, Odilon Roble, Thiago Galletta, Nadia Maria Badue, Elisete Zanlorenzi.

Vanessa: apresentação da ementa da disciplina Pratyahara, Dharana e Dhyana.Apresentação do curso do FMU. O curso da Unicamp pode ter como diferencial os fundamentos fortes. Apresentação ementa Yoga Sutras e Conceitos Filosóficos que Fundamentam a Prática Yóguica. É importante fazer uma linha da história do yoga, pincelando os textos e as grandes obras.

Thiago: é possível participar do curso como staff interno. Ver possibilidades no final de março depois da tramitação da regra de participação no curso de extensão. Thiago falou sobre seu proprio projeto de doutorado e sua experiencia de pratica. Se propoe a trabalhar com historia do yoga, e o yoga e sociedade contemporanea, ficou de apresentar as ementas.


Odilon tem formação em filosofia, e trabalha com duas formas de construção de conhecimento: episteme e sofia. A universidade trabalha com a segunda. A pessoa quando sai recebe o certificado de que do curso foi apresentado a estes conhecimentos.

Do ponto de vista institucional, o curso certifica que você realizou o curso, Não certifica que você está apto a fazer alguma coisa, não é um curso de formação. Porque o yoga não está regulamentado. A Unicamp só oferta um curso se tiver docentes na universidade que participam do curso, em torno de 50% docentes internos (Odilon, Nadia, Adilson, Claudia até agora), o que abre para mais 4 professores de fora. O aluno fez um curso de especialização modalidade extensão em Yoga. Recomendação mínima para quem vem é ter graduação. O curso se propõe a apresentar o conhecimento, mas não habilita a dar aula de yoga. É importante criar um filtro para que a pessoa que entra no curso já venha de uma prática, por exemplo. E ver a importância da matrícula articular com tantos conhecimentos e que isto pode ser

Elisete: importante saber que estao fazendo um curso no qual estao sendo apresentados aos fundamentos de yoga. , não faz de você um yogue. Se chegam um grupo de professores de yoga, são multiplicadores, se são alunos curiosos, já para no conheciemnto pessoal.

Paula: a importância de trazer alunos que queiram trocar, trocar experiências, trocar leituras. É possível que pessoas experientes tenham interesse. Reforçando a interlocução com a filosofia, com a educação, com a antropologia é interessante. A questão da avaliação por redação, aplicada em sala de aula, trazendo os conceitos. É interessante ter uma linha/mapa do yoga, sobre as épocas das escrituras, as práticas, os gurus que são referência para os conhecimentos que são apresentados.

Todos os professores envolvidos deverão enviar ementa e o programa do curso discriminado por hora aula até dia 1 de março de 2019. E todos que enviaram a ementa receberão dia 8 de março uma resposta sobre a viabilidade de todas as disciplinas dentro da proposta do curso, considerando que os temas podem ser repetitivos ou incongruentes. As ementas serão alinhavadas da melhor maneira que pudemos conceber. A reunião de dia 15 de março de 2019 será para olharmos para a última versão do curso e resolvermos o melhor que é possivel entregar para a FEF-UNICAMP.

Muito obrigada a todos! Namaste!


Reunião 05 de dezembro

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Cláudia Wanderley, Rosângela Maria Bassoli, Bruno Vieira Nery, Ângela Dias Lopes, Carolina Bastos, Vanessa Malago, Ivan Zacharauskas, Natália Guidetti, Ingrid Sayuri, Haimavati Nakai, Azra Gvozdar, Odilon Roble, Adilson Nascimento de Jesus.


Cláudia Wanderley: Apresentação da formação do curso de especialização de Yoga na FEF. Possibilidades de disciplinas com professores doutores da casa, doutores convidados, professores com notorio saber, professores convidados.


Prof. Odilon: Projeto do Seminário foi encaminhado para aprovação. Cursos de especialização serão às sextas a noite e aos sábados (dia inteiro) como os cursos de especialização em geral são realizados. Coordenador é um docente e 60% os professores precisam ser da casa e doutores, sendo que 40% são convidados podem ser doutores ou graduados.


Prof. Adilson, interesse em trazer um repertorio de conhecimento do corpo que a educacao nao tem. Corpo e cognição precisam se encontrar. Interesse em mindfulness. Este conhecimento não é da educação e não é da educação física mas pode chegar aí. Experiencia em um curso de extensao em psicologia junguiana, sem prerequisito. Grupo de estudos na educação para cuidar de quem cuida. Trabalho com energia sutil.


- Proposta de modulo curricular de cada um dos grupos para próxima reunião. Apresentar uma matriz curricular minima em fevereiro e pensar na dinamica do estágio.


Trabalho para grupos de estudos: construir uma matriz curricular, a partir dos subgrupos, para o curso 15 disciplinas por 360h: 24 horas/disciplinas. Tais como:

- Trabalho de conclusão de curso

- mínimo de horas de pratica e de estagio

-- Incluir horas de prática pessoal,distribuída pelos institutos associados para formação pessoal de yogue

-- Incluir horas de estágio direcionado para um tema, distribuída pelos institutos associados

-- responsabilidade e cuidado com a formação, criar condições para conferir se há formação e experiência suficiente para dar aula.

- Como estudar yoga (guia) - Metodologia a ser elaborada pelo grupo de filosofia


- Qual a orientação que vai ser dada para o curso, sem criar arrogancia de detenção do conhecimento de yoga.

- Especificar isto nao te habilita a algo, isto te habilita a algo ( a que?)


Questões:

O que pedir como pré-requisito do curso?

Qual a credencial que o curso vai oferecer?

Sugestão da Paula: que a escola do bairro se abra para realizar a pratica de yoga do sus


Informes dos subgrupos:

Filosofia --> textos trabalhados: Yoga Sutras (traduções diversas), Samkhya , Os doze elos da originação dependente. Proposta do Ivan e Vanessa de construir um guia de estudos de filosofia de yoga (como estudar?).

Saúde --> Da saúde em geral para especialização do corpo da mulher: da menarca a menopausa. Glândulas no corpo, vídeo para exibição no seminário. Preparação do baner. Yoga e maternidade na área da saúde. Proposta de módulo: terapia não medicamentosa, para qualificação dos profissionais da saúde (SUS). Qualificar o aluno para atender a demanda do SUS. Por exemplo como atender o paciente,e qual a gama de atuação do yoga na saúde.

Educação --> Refletir sobre yoga a partir da formação de professores. Como yoga adentra a escola? Como as pessoas se aproximam do yoga, e as questões de auto-cuidado na base curricular. Como aproximar as pessoas do yoga? Qual a intencionalidade do curso? Como yoga se insere nas funções outras para além da aula de yoga. Até onde posso me apropriar do yoga para outras funções, de maneira que permita o diálogo entre yoga e outras áreas. Leitura de yoga Sutra de Patanjali, O que é Educação do Brandão.

- Realização da oficina: Vamos respirar juntos: A Potência do Yoga no processo criativo do educador? Como levar o yoga para o dia a dia?

A importância do cuidado com o professor através do yoga. Possibilidades de realizar práticas de médio-longo prazo com os professores.

O yoga na escola explica para

Yoga tibetana --> Leitura do livro Cristal e o caminho de luz, para compreensão do yoga tibetano e sua relação com o budismo. Yoga pensada através de uma tradição que não foi quebrada,de forma que é possível apresentar um conceito e realizar uma prática para que seja possível experienciar o conceito. O corpo, a energia e a mente em qualquer cultura é considerado como uma realidade. Neste sistema é possível desenvolver uma coordenação entre estes elementos a partir da respirações, da posição do corpo, e de movimentos especĩficos. É uma técnica completa e muito detalhada. Texto tradicional em tibetano, traduções e comentários.






Reunião 01 de novembro

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Cláudia Wanderley, Rosângela Maria Bassoli, Bruno Vieira Nery, Ângela Dias Lopes, Carolina Bastos, Nadia Maria Badue Freire

Em casos de feriados em dias de encontro do subgrupo nao sera remarcado.

1) sugestão para apresentacão de baners

Rosângela: vídeo de apresentacao junto ao baner do grupo de saúde.

2) pacto universitario pela promocao da valorizacao do respeito a diversidade, cultura da paz e direitos humanos da Unicamp (Ministerio da Educacao).

possibilidades de interlocução com a cultura para a paz

3) apresentação do GEEPAZ - Nadia Maria Badue Freire. Parceria aprovada.

Reunião 04 de outubro

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Cláudia Wanderley, Rosângela Maria Bassoli, Bruno Vieira Nery, Haimavati Nakai, Ângela Dias Lopes.

Pauta 1: Cláudia relembrou dos objetivos iniciais da formação do grupo de Yoga na Unicamp e seus respectivos subgrupos, a construção do II Seminário para a criação do curso de especialização em Yoga na Faculdade de Educação Física da UNICAMP.

Rosângela: informe sobre o grupo de saúde e yoga

Pauta 2: Apresentação da inclusão da chamada para banners no II Seminário Yoga na Unicamp - Cultura de Paz

Explicação de como será os banners para o II Seminário. Definido um banner por subgrupo, exceto o grupo de Mantras (ainda não-manifesto). Portanto não haverá chama para banners individual. Banner incluso no segundo livro.

Levantamento das pessoas que estão realmente presentes nos subgrupos para apenas permanecer nos grupos de whastapp. Para ingressantes novos do grupo de estudo uma entrevista para situar o que foi construído até a presente data e que compreenda todas as tecnologias empregadas e a metodologia utilizada.

Pauta 3: Informe sobre submissão de projeto a chamada Universal CNPq

Levantamento bibliográfico.

Entrevistas com referências na prática de Yoga.

Recursos humanos e acervos sobre Yoga no Brasil.

Pauta 4: Informe sobre submissão de projeto a extensão da UNICAMP

Pauta 5: Informe sobre andamento da primeira publicação Yoga na Unicamp

Reunião 31 de agosto de 2018[editar | editar código-fonte]

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Cláudia Wanderley, Rosângela Maria Bassoli, Azra Gvozdar, Jacqueline Boaventura Tessaro, Veridiana Vaccarelli, Ana Paula Taglianetti, Hugo Miura, Pâmela Siegel, Iara Rolim, Bruno Vieira Nery, Haimavati Nakay, Thiago Galletta.

Pautas:

1) Redefinição dos dias e horários do Satsang mensal para às quintas-feiras a tarde, no CLE - Centro de Lógica e Epistemologia.

  • 1ª quinta do mês 14h-16h30 reunião do grupo de estudos.
  • 2ª quinta do mês reunião geral da organização administrativa, no CLE às 14h-16h30, do segundo seminário de Yoga na Unicamp, Cultura de Paz.
  • Todas as sextas feiras do mês, das 9-12h, são destinadas a reunião do segundo seminário, com exceção da última sexta feira do mês que haverá reunião do grupo de pesquisa em Yoga e saúde.
  • Todas as reuniões dos subgrupos se mantém como anteriormente estabelecidos.

2) Definição das datas do segundo seminário de Yoga na Unicamp, Cultura de Paz, para o último final de semana de maio de 2019.

3) Informes dos grupos de estudos:

3.1) Filosofia, tradição e contemporaneidade da Yoga

Paula Ubinha: Leitura dos Yoga Sutras 1, 2, 3 e 4, a partir de diferentes traduções, do sânscrito para inglês e para o português. o grupo decidiu mapear todas a obras referentes aos sutras para o português, elaborando as diferenças entre as obras. Pâmela: a importância de estabelecer critérios para avaliar as obras. categorias de significados linguística e o significado individual dos participantes perante a prática do Yoga, o que caracteriza a validação do grupo perante as obras da tradição. Rosângela: importância dos comentários do tradutor. Pâmela: importância da biografia do autor para compreender a linhagem que se está seguindo. O grupo está preocupado em equilibrar o discurso acadêmico e a prática de yogui.

3.2) Yoga e saúde

Rosângela: pesquisa hormonal: corpo feminino, menopausa e como o yoga pode contribuir para isto. Identificação dos hormônios a partir do corpo humano. Busca de artigos sobre hormônios e a prática de yoga. Dificuldade entre conciliar a linguagem poética dos textos de yoga com linguagem científica. Pergunta: quais os benefícios do yoga para mulher em relação aos hormônios em todas as fases de vida da mulher? Menopausa encarada enquanto não uma doença, mas sim enquanto um declínio natural, que significa saúde. Todo o trabalho feito pelo grupo até então foi de fazer um levantamento bibliográfico. Veridiana: primeiramente, o yoga se refere a auto-cuidado. a partir dessa ideia fazer um recorte sobre a questão hormonal, como se chega na terceira idade e a menopausa. Foram realizadas ao todo 4 reuniões na sala 2 da Faculdade de Educação Física às 14-16h30.

3.3) Yoga e educação

Paula: os integrantes do grupo estão sentindo a necessidade de fazer parte do grupo de Filosofia da Yoga. Porque se colocar nas escolas uma cultura que não é brasileira? foram feitos alguns mapeamentos sobre este assunto. Quais as finalidades do yoga na educação? Risco da instrumentalização da yoga na educação, enquanto controle do corpo. Pâmela: o yoga é próprio para crianças menores de 14 anos? Rosângela: as posturas do yoga podem interferir no processo hormonal das crianças. A justificativa do yoga na escola é de que ele acalma as crianças e as tornam mais calmas. Jacqueline: o yoga não combate somente os sintomas. Thiago: modelo de saúde de nossa sociedade. Qual a concepção de saúde que temos associada ao yoga? O tema da tradição e contemporaneidade perpassa todos os grupos. Necessidade de precisão conceitual. Pâmela: desvinculação da tradição e contemporaneidade do grupo de filosofia do yoga.

3.4) Yoga tibetano

Haimavati: Houveram dois encontros. Apresentação do que é e do surgimento do yoga tibetano. Leitura do livro: O Cristal e o Caminho de Luz: Sutra, Tantra, e Dzogchen, de Chogyal Namkhai Norbu. Respiração para as crianças: práticas mais lúcidas. Organograma dos caminhos budistas. Thiago: organograma de mapeamento da Índia das diferentes escolas (de yoga e budistas). Pâmela: grupo de estudos norte-americano; pedir material para este organograma. Haimavati: Separação dos capítulos dos livros a ser estudados.

4) Sugestões:

Iara: maior participação de acadêmicos no segundo II Seminário de Yogana UNICAMP, Cultura da Paz.

Thiago: possibilidade de pedido de financiamento com simultâneo com outros grupos de pesquisas em yoga no Brasil.

Reunião 3 de agosto de 2018[editar | editar código-fonte]

Presentes: Paula Ubinha Almeida, Rosângela Maria Bassoli, Andrea Jordão Fabiano, Angela Dias Lopes, Carolina Leopardi Bastos, Vanessa G. Malagó, Azra Gvozdar, Gustavo Bueno Pereira, Milena Dias, Rubens da Silva Pereira, Jacqueline Boaventura Tessaro

  • Tema proposto para o II Seminário de Yoga na Unicamp: II SEMINÁRIO DE YOGA NA UNICAMP - Cultura de Paz
  • Sugestão para formar Mesas: Leandro Castelo Branco, Marco Schults, Marco Rojo, Pedro Kupfer, Glória Arieira, Regina Shakti, Dinah Rodrigues.
  • Sugestão para palestras: Vandana Shiva, Malala Yousafsai, Lia Diskin, Susan Andrews, Monja Coen.
  • Painéis/Banners: pesquisadores se inscrevem para apresentar em área destinada à exposição.
  • Sugestão de professores para as aulas práticas no Ginásio.
  • sugestão de formatação: Dois dias, sábado e domingo. Abertura 8h/9h; Atividades 9h/10:30h; Lanche 10:30h; Atividades 11h/12:30h; Almoço 12:30h/14:30h; Atividades 14:30/16h; Lanche 16h; Atividades 16:30h/18h.
  • Sugestão de locais e distribuição das atividades: ficou para a próxima reunião de elaboração do Seminário.

Reunião 6 de julho de 2018[editar | editar código-fonte]

Estivemos na sala de aula 6, prédio 2, na Faculdade de Educação Física - UNICAMP, das 9h às 12h - SatSang Acadêmico 4 - dia 06 de julho de 2018.

Presentes: Milton Xavier, Rosângela Bassoli, Andrea Jordão, Danielly Severiano, Jacqueline Boaventura, Dianna Antonioli, Larissa Souza, Adriana Peters, Rubens Pereira, Carolina Bastos, Azra Gvozdar, Angela Lopes, Leila Vianna, Veridiana Vacarelli, Bruno Nery, Maria Sperancini, Paula Ubinha, Sabrina Barros, Pamela Siegel.

Início da reunião 09:20.

- Aula/apresentação sobre "O Yoga entre a tradição e a pesquisa - Introdução à metodologia científica" pela Profa. Pamela Siegel.

Informes sobre os grupos:

Grupo de Educação e Yoga: Milton: Melhorar encontros do subgrupo. Carol: Buscar revisões bibliográficas sobre Yoga e Educação. Danielly: Separar pesquisas bibliográficas, definir cronograma sobre leituras para o grupo, fazer pesquisa nas escolas que trabalham com yoga e educação, entrar em contato.

Grupo de Filosofia e Yoga: Thiago: Ressalto a importância dos encontros presenciais, definimos temas e bibliografias para referências bibliográficas para o grupo, definimos temas para os próximos encontros do subgrupo. Proponho a discussão sobre o Yoga na tradição e contemporaneidade, evolução dos sutras; comparação com outras obras. Valorizar tradições brasileiras direto do sânscrito, valorizando os comentários. Entender o Yoga dentro do contexto histórico.

Grupo de Saúde e Yoga: Veridiana: Houveram dois encontros do subgrupo, no primeiro foi resolvido de trazer conceitos de saúde e referências de saúde e yoga. No segundo encontro trouxeram conceitos e referências. Proponho definir objeto de estudo, sugestão: o Yoga nos recortes Brasil e regiões. Busca de bibliografias sobre o Yoga. Recorte e subdivisão do grupo: Yoga e mulheres, Saúde mental, Yoga e autismo, Gestantes, Terceira idade. Carol: sugestão de recorte no subgrupo: Yoga Hormonal. Reunir bibliografia e trazer temas para próximo encontro.

Grupo Mantras: a partir de agosto haverá organização sobre temas e encontros.

Grupo Yoga tibetano: Definir próximos encontros a partir de agosto, levantamento de dados, definir recortes, sugestão de convite para o próximo seminário de Yoga.

- Para o próximo encontro: definir mapa sobre andamento, discussões e dúvidas dos subgrupos.

- Definir frequência e agenda para estabelecer o andamento do grupo.

- Para os representantes dos subgrupos: apresentar lista de frequência dos integrantes.

- Marcar agenda para encontros dos subgrupos.

- Marcar reunião para organização do próximo Seminário no mesmo dia da reunião do grupo geral.

- Definir tarefas dos subgrupos.

- Danielly: Proposta de prática de saudação ao Sol antes das reuniões gerais, quem puder chegar mais cedo.

Reuniões gerais em 2018: 6 de julho, 3 de agosto, 31 de agosto, 5 de outubro, 9 de novembro, 7 de dezembro.

Agenda dos encontros dos subgrupos:

Grupo de Filosofia: Todas 2ª sextas feiras do mês, no período vespertino, das 13h30 às 16 horas. Datas definidas do próximo encontro do subgrupo: 10 de agosto.

Grupo de Educação e Yoga: Todas 3ª sextas feiras do mês, no período vespertino, das 13h30 às 16 horas. Datas definidas do próximo encontro: 17 de agosto, 14 de setembro, 19 de outubro, 09 de novembro e 14 de dezembro.

Grupo de Saúde e Yoga: Geralmente ocorrerá em todas 4ª sextas feiras do mês, no período diurno, das 9 horas às 12 horas. Datas definidas dos próximos encontros do subgrupo: 24 de agosto, 28 de setembro, 26 de outubro e 23 de novembro.

Grupo de Yoga Tibetano: Geralmente ocorrerá nas 4ª sextas feiras do mês, no período vespertino, das 13h30 às 16 horas. Datas definidas dos próximos encontros do subgrupo: 24 de agosto, 28 de setembro, 26 de outubro e 23 de novembro.

Encerramento da reunião às 11:56. Nada mais havendo a tratar, esta ata foi lavrada por mim, Sabrina Barros, a ser confirmada por todos os presentes na próxima reunião.

Reunião 8 de junho de 2018[editar | editar código-fonte]

Estivemo,s no Auditório da Bibliotecísica - UNICAMP, das 9h às 12h -SatSang Acadêmico 4 - dia 06 de julho de 2018.

Central da UNICAMP das 9h às 12h - SatSang Acadêmico 3 - dia 08 de junho de 2018

Presentes: Paula Ubinha, Bianca Zupirolli, Claudia Wanderley, Milena Dias, Vanessa Malagó, Rosângela Bassoli, Pedro Djekic, Julia Godoy, Ingrid Sayuri, Azra Gvozdar, Cesar Blasciks, Eduardo Pereira, Cristiane Tomita, Gislaine Lopes, Bruno Nery, Sabrina Barros, Adriane Querne, Milton Xavier, Natália Guidetti, Suras Tat, Vanessa Farias, Gustavo Moura (Guru Sevananda), Pamela Siegel.

Início da reunião as 9h10.

- Aula sobre Mantras e Sânscrito pelo Guru Sevananda/ Prof. Me. Gustavo Moura.

Informes sobre os grupos de estudo:

Grupo de Filosofia e Yoga: 1 seminário por encontro e discussão com a bibliografia

Yoga Tibetano: Coordenado pela Haimavati, apresentação de trabalho e de bibliografia

Grupo de Saúde e Yoga: Tema geral de saúde para depois. Saúde da mulher, terceira idade, saúde mental

Grupo de Mantras: sem informes.

Grupo de Educação e Yoga: Natalia: informe sobre grupo de educação e yoga. Necessidade de entrar em contato com um embasamento filosófico, se embasar epistemologicamente. Importância de trocar narrativas e elaborar perguntas norteadoras. Estabelecer contato com a rede de escolas humanistas da fundação Yogananda.

Pesquisa acadêmica, proposta de desenvolvimento da linguagem acadêmica. Quais nossas possibilidades? Como caminhamos juntos? Parece bom manter as primeiras sextas feiras do mes.

Pamela: fez doutorado na saúde coletiva, Laboratório na Medicina (Lapacis), sugere entrar em contato com o Nelson, porta está aberta, é preciso fazer contato. Sugere um novo grupo sobre pesquisa acadêmica, Pamela ficou resposável sobre os parâmetros para pesquisa acadêmica no grupo geral. Claudia vai entrar em contato com o Nelson, para a Claudia entrar em contato com o Nelson nelfel@uol.com.br. Pamela diz que existe um vazio na América Latina sobre as pesquisas relativas a yoga. É preciso construir a história da yoga na América Latina e no Brasil.

Rosangela: a apresentação de mantra do Prof. Gustavo Moura foi muito positiva, é uma boa ideia fazer isto regularmente. É uma forma de atrair as pessoas para virem também. É bom manter este hábito.

Bianca: é possível manter a sexta feira de manha, como tinhamos combinado.

Reuniões gerais em 2018: 6 de julho, 3 de agosto, 31 de agosto, 5 de outubro, 9 de novembro, 7 de dezembro.

- 22 de setembro tem yoga é luz, convite da Rosangela no CVI no Taquaral.

Sobre o evento de junho de 2019, ainda sem data. Trabalhos ligados a construção do evento de 2019, quem quer participar. Definir lanche, água, inscrição, recolher o lixo, levantar orçamento, definir os temas, contatar os palestrantes, estruturar programação.

Sugestão de construção de minicursos, palestras individuais e também propor mesas temáticas, 2 palcos para programação simultânea, ou sessões de diálogo/roda de conversa/apresentações de trabalho. A mesa não acontece ao mesmo tempo das atividades descentralizadas. Carol: refletir sobre a mesa redonda, e outra.

Polemicas de Azra:  Podia ser uma semana... a primeira semana de julho, fora do período letivo, muita gente ficou de fora. Resposta de Paula: pode ser para 2020.

Nat, sugestão 2 dias e 1 noite, pensando sexta a noite como abertura. Como fica o orçamento?

Milena: ano passado teve jeito de festival, as discussões que estamos encaminhando leva para uma direção acadêmica. Festa e acadêmico? Sim

Angela: sugestão de mesclar as práticas de yoga e as acadêmicas, fazer um casadinho.

Paula: podemos planejare planejar a prática, mas a teoria na prática é outra. Convidados garantidos: os institutos de Campinas.

Ingrid: Sugestão intervenções pela cidade em espaços publicos. Bianca: precisa de um propósito ligado a visibilidade do yoga na academia.

Organizadores voluntários do evento de junho de 2019: Andrea, Pamela, Azra, Veridiana, Rosangela, Maria Luiza, Ingrid, Milena Angela e Carol.

Reunião encerrada as 12h. Nada mais havendo a tratar, esta ata foi lavrada por mim, Claudia Wanderley, a ser confirmada por todos os presentes na próxima reunião.

Datas das reuniões gerais em 2018: 6 de julho, 3 de agosto, 31 de agosto, 5 de outubro, 9 de novembro, 7 de dezembro.

- 22 de setembro tem o evento "Yoga é Luz", convite da Rosangela no CVI no Taquaral.

Sobre o evento de junho de 2019, ainda sem data. Trabalhos ligados a construção do evento de 2019, quem quer participar. Definir lanche, água, inscrição, recolher o lixo, levantar orçamento, definir os temas, contatar os palestrantes, estruturar programação.

Sugestão de construção de minicursos, palestras individuais e também propor mesas temáticas, 2 palcos para programação simultânea, ou sessões de diálogo/roda de conversa/apresentações de trabalho. A mesa não acontece ao mesmo tempo das atividades descentralizadas. Refletir sobre a mesa redonda, e outras possibilidades.

Polemicas de Azra:  Podia ser uma semana... a primeira semana de julho, fora do período letivo, muita gente ficou de fora. Resposta de Paula: pode ser para 2020.

Natalia: sugestão 2 dias e 1 noite, pensando sexta a noite como abertura. Como fica o orçamento?

Milena: ano passado teve jeito de festival, as discussões que estamos encaminhando levam para uma direção acadêmica. Festa e acadêmico? Resposta: Sim.

Angela: sugestão de mesclar as práticas de yoga e as acadêmicas, fazer um casadinho.

Paula: podemos planejar tema, planejar prática para um evento ideal, mas a teoria na prática é outra. Convidados garantidos: os Institutos de Campinas.

Ingrid: Sugestão intervenções pela cidade em espaços publicos. Bianca: precisa de um propósito ligado a visibilidade do yoga na academia.

Organizadores voluntários: Andrea, Pamela, Azra, Veridiana, Rosangela, Maria Luiza, Ingrid, Milena, Angela e Carol.

Reunião encerrada as 12h. Nada mais havendo a tratar, esta ata foi lavrada por mim, Claudia Wanderley, a ser confirmada por todos os presentes na próxima reunião.

Reunião de 04 de maio de 2018[editar | editar código-fonte]

Estivemos no Auditório da Biblioteca Central da UNICAMP das 9h às 12h - SatSang Acadêmico 2 - dia 04 de maio de 2018

Presentes: Odilon Roble, Paula Ubinha, Bianca Zupirolli, Claudia Wanderley, Milena Dias, Felipe Afonso, Vanessa Malagó, Rosângela Bassoli, Vinícius Salomé, Julia Godoy, Ingrid Sayuri, Azra Gvozdar, Cesar Blasciks, Eduardo Pereira, Cristiane Tomita, Gislaine Lopes, Bruno Nery, Sabrina Barros, Thiago Galletta, Haimavati Nakai, Leila Vianna, Márcia Puntel, Adriane Querne, Milton Xavier, Bruno Capistrano, Ana Taglianetti.

Início da reunião as 9h10.

Prof. Odilon apresentou "Estrutura e Dinâmica de um grupo de pesquisa"

* Registro do grupo de estudos na plataforma CNPq

* Registro dos currículos de cada um na plataforma Lattes

* Materialização de produção em artigos, capítulos de livro ou encontros acadêmicos

* Promover encontros acadêmicos

* Reuniões periódicas

* Orientações

* Produções

* Avaliações do grupo de pesquisa

* Substituições, fluxo de pessoas...

Questões:

- O que é preciso para participar? Presença e ter um currículo lattes

- Azra presente a pedido do padre Haroldo, interesse em desenvolver os estudos

Possibilidade de sistematizar o trabalho do padre Haroldo e publicar

o Padre tem uma autorização por escrito do Vaticano para realizar está prática como mentor do processo.

- Odilon avisou de uma chamada para revista científica imersiologia

https://networks.h-net.org/node/2622/discussions/1425501/call-papers-special-issue-sport-ethics-and-philosophy-slow

https://www.tandfonline.com/loi/rsep20

- Milena, mestrado em neurociência e epigenética

- o grupo de pesquisa pode submeter coletivamente artigos para publicação

- como fazer com as pessoas que já tem formação de pós graduação? Pode vir a ser quadro para a criação de um curso de especialização em yoga.

Cada um apresentou seus temas de interesse:

Paula - 1 - filosofia oriental e ocidental

Paula - 2 - yoga para mulheres, saúde feminina, parte energética

Cesar - 1 - filosofia oriental e ocidental com meditação

Leila - 2 - yoga para mulheres, saúde feminina

Ingrid - 3 - yoga na educação, especialmente yoga com autista

Milena - 2 - yoga e ayurveda, tratamento de transtornos da mente (síndrome do panico, suicídio, depressão)

Haimavati - 4, 2 - yoga tibetano e medicina tibetana

Thiago - 1 - tradição e yoga contemporanea.

Felipe - 3 - meditação e yoga na educação

Rosangela - 2 - yoga hormonal, yoga para gestantes, yoga para obesidade pos-parto

Adriana - 2 - yoga e saúde da mulher, nascimento

Azra - 1 - yoga com espiritualidade, todos os campos religiosos sem tabus(referência Padre Haroldo), filosofia

Milton de Valinhos - 3- yoga na educação, prática para professores, para funcionários.

Vanessa - 1 - filosofia, yoga sutras

Márcia - 2 - yoga para mulheres, yoga e criatividade (artes)

Ana - 5, 2,  - mantras, efeitos do uso do mantra

Gislaine -2  - yoga e práticas integrativas, tratamento complementar

Vinícius - 1 - yoga prática inclusiva na sociedade em que estamos e na educação, e como atividade de lazer

Eduardo - 1 - filosofia oriental e ocidental, especificamente com Schopenhauer e Upanishads, vontade de representação

Organizando os grupos:

Grupo 1 - Vedanta, filosofia e tradição e contemporaneidade

Vanessa, Vinícius, Julia, Azra, Cesar, Eduardo, Thiago, Bruno N., Adriana, Paula, Cristiane, Gislaine

Grupo 2  - Saúde, ayurveda, yogaterapia, medicina tibetana, vedanta

Paula, Milena, Rosangela, Julia, Gislaine, Marcia, Leila, Adriana, Bianca, Haimavati, Cristiane

Grupo 3  - Educação

Felipe, Ingrid, Milton, Marcia

Grupo 4 - Filosofia Tibetana e Medicina Tibetana

Haimavati, Azra, Paula

Grupo 5 - Mantras e efeitos dos mantras

Ana, Diogo, Rosangela, Marcia

Debate sobre a linguagem para trabalhar com yoga, em publico, sem terminologias específicas. Tabu é algo fora do grupo de estudos. Podemos refletir sobre o impacto de religiões sobre a prática de yoga. Olhar Base Nacional Comum Curricular, censura de yoga por conservadores. Debate sobre a linguagem para trabalhar com yoga no grupo de pesquisa. Diferença entre a sociedade em que esta tradição está e a nossa sociedade.

Atividades para próxima reunião:

- criar e preencher o curriculum lattes na plataforma da maneira mais simples: lattes.cnpq.br/

- combinar um dia para preencher o lattes com todos, 30 min de tutorial na próxima reunião. Ver o lattes de quem está na academia e trabalha com yoga também.

- grupos de pesquisa que citam yoga: http://dgp.cnpq.br/dgp/faces/consulta/consulta_parametrizada.jsf

- planejamento dos grupos de pesquisa,

- definição de como trabalharemos juntos este ano e

- apresentação do evento de 2019 e construção de parcerias para o evento.

Reunião encerrada as 12h. Nada mais havendo a tratar, esta ata foi lavrada por mim, Claudia Wanderley, a ser confirmada por todos os presentes na próxima reunião.

Reunião de 13 de abril de 2018[editar | editar código-fonte]

Estivemos no Auditório da Biblioteca Central da UNICAMP das 9h às 12h - SatSang Acadêmico 1 - dia 13 de abril de 2018

Presentes: Odilon Roble, Paula Ubinha, Claudia Wanderley, Milena Dias, Ingrid Sayumi, Veridiana Vaccarelli, Cesar Blasciks, Bruno Nery, Rubens Pereira, Natalia Guidetti, Monica Bonon, Fabiana Bressani, Andrea Gonçalves, Pedro Djekic, Bruno Capistrano, Ivan Zacharauskas, Gislaine Lopes, Debora Fontoura, Angela Lopes, Leila Viana, Adriana Querne, Diogo Camargo, Ana Taglianetti, Eduardo Pereira, Cristiane Sayumi, Danilo Peixoto, Carolina Bastos, Milton Xavier e Bianca Zupirolli.

Início da reunião as 9h.

- Sobre o evento e seu sucesso de aceitação.

Ivan, há carencia de eventos pouca integraçao entre as escolas e entre os professores, pouca visibilidade de quem pratica yoga

Paula, necessidade de prestigiarmos uns aos outros.

Milena, campinense é mais fechado.

Eduardo, São José dos Campos, querem participar e precisamos pensar na logística

Diogo, é preciso manter a intenção.

Bianca, é possível medir a energia do corpo sutil, e fazer outras relações sobre a prática de yoga

- sobre a necessidade de criarmos um grupo de estudos

Paula, construir grupo de estudo na FEF, que será oficializado, formar copo docente de interessados em estudar e se vincular com a Unicamp

Carolina, mapear na unicamp que grupos estão trabalhando, ver Nelson Felice (Laboratório de Práticas Complementares e Integrativas em Saúde), parceria com Prof. João na medicina, no IEL tem a Viviane Veras Professora de Sanscrito.

Monica, Ana Franklin na Medicina (assistente social) e Raquel ___ trabalha com Ayurveda no SUS.

Andrea, fisioterapeuta, já esteve ligada ao Lapace, Medicina. Questões financeiras para pesquisa. Doutorado sobre yoga no CAISM. Especialização movimenta pagantes, positivo. Foco para não dispersar. Ver quais são os talentos que temos no grupo, e parceiros em outras faculdades.

Cecilia, há varios mestrados e doutorados na FCM. E o conhecimento sobre yoga fica difuso. Há uma limitação da divisão do trabalho intelectual na universidade, que desarticula a interlocução. Por estar instalado na FEF, corre o risco de ficar só ligado na prática corporal.

Paula, como o ocidente ouve, e como vamos trabalhar juntos.

Diogo, yoga é trazer este corpo para as ações, práticas corporais, autoconhecimento, experiência de aula de terapias integrativas no sus, achar as pessoas certas. O conhecimento vem a partir de uma ação consciente.

Andrea, montar um grupo de pesquisa, como fazer? FEF e CLE - UNICAMP

Ionara, qual a sequencia a seguir neste processo, chamar Sâo José dos Campos, Valinhos,

Diogo, construir uma frequência, para sustentar o propósito, fazer uma programação regular

Ivan, coordenação de grupo que se propõe a ser grande é mais difícil.

- sobre os temas dos grupos de estudo

Carolina, o que podemos estudar?

Diogo, sugestão cada vez um professor assumir o estudo daquele dia, para visualizarmos o corpo de conhecimento que vamos criar

Rubens, de Santos, definir quem quer ficar no grupo e como vamos trabalhar, em Santos é cultura semelhante, pessoas isoladas

Cecilia, já existe conhecimento acadêmico produzido dentro da universidade, juntar o que já está acontecendo, pesquisas no SUS. Fortalecer o recurso.

Paula, construir juntos o mapeamento dos trabalhos que já existem.

Ana, a partir daqui fazer um levantamento de quem está escrevendo, pesquisando e quem está orientando

Claudia, bolsa BAS disponível para fazer este levantamento. Enviem alunos de graduação.

Diogo, ir em cada instituto perguntando quais professores se disporiam.

Ivan, curso FMU, início com muitos alunos e depois com as demandas acadêmicas caiu muito. Como definir o que será estudado.

Monica, no grupo de estudo vamos organizar os temas a partir do que? Mapear a Unicamp, escolher os temas

Diogo, levantar juntos os possíveis parceiros e construir com quem está disponível no grupo, na cidade e entorno e no campus.

Paula, conhecer a identidade do corpo do grupo de estudos.

Carolina, cada pessoa pode expor com o que pode contribuir com o projeto.

Veridiana, existem os saberes e quereres. Se a gente colocar um tema como ayurveda, já é possível trazer o que está disponível academicamente. E acrescenta o conhecimento do grupo.Proposta de criar grupos temáticos que podem levantar o estado da arte de cada área, e reuniões coletivas.

- Como fazer para esta iniciativa perdurar

Odilon, da FEF, trabalha com Filosofia, ganho da FEF é imenso com a presença deste grupo. Para a manutenção deste caminho é preciso encontrar alicerces institucionais, até aqui temos dois institutos apoiando a iniciativa FEF e CLE. É importante fazer este levantamento dos professores no campus. Fazer uma minuta para avisar que houve encontro com a comunidade de Yoga e documentar os satsangs acadêmicos. Para consolidar o grupo de estudos no campus, é preciso fazer as reuniões aqui no campus.

Bianca, podemos pedir um Forum Permanente sobre Yoga

Odilon, marcar uma agenda com o gestor do GGBS para fazer o evento "Forum Permanente".

Andrea, o GGBS pode ser um bom apoiador da proposta do yoga.

Diogo, importante fazer a formalização dos eventos. Deu aula para funcionários do SUS gratuitamente, e não foi adiante.

Monica, planificação, planejamento, a lógica de funcionamento das filosofias orientais com as cobranças de nossa cultura.

Ivan, a demanda de provar se yoga se sustenta cientificamente nem sempre é possível.

Andrea, é possível aproximar yoga da linguagem da ciência. Há metodologias que podemos empregar para falar de energia na academia.

Odilon, precisamos compor as necessidades da academia e da prática do yoga. Pode ser a pessoa que dá um parâmetro sobre o que é viável academicamente. Se houver um banco de dados que aponta para um conteúdo fiável sobre yoga, está suficiente para a Unicamp. O instituto parceiro tem como ganhar visibilidade, alunos, ao se associar ao projeto. A Unicamp precisa dar uma contrapartida para os institutos parceiros, podemos conversar.

Ingrid, Santo André, precisamos pensar na aplicabilidade do yoga na população.

Veridiana, levar para a população?

Claudia, levar para a unicamp, para a academia.

Pedro, considerar trabalhos mais voltados para benefícios práticos na população.

- Temas e plano de estudo

César, de Sumaré, pode ser uma linha de pesquisa dar base filosófica para as práticas. Quais são os textos, quantos estão em portugues? Levantar as polêmicas geradas a partir das nossas diferenças culturais em relação a cultura hindu, e pesquisar para dar suporte aos conflitos que surgem nos praticantes que estão imersos na cultura brasileira.

Ivan, o que apresentar yoga a partir deste grupo.

Claudia, tudo, trabalhamos de maneira inclusiva.

Carolina, proposta de pensar a tolerância entre yogues diferentes linhas.

Paula, o grupo de estudos pode trazer todas as linhas de yoga, todas as formas devocionais, a proposta é includente. Não há interesse em criar uma linha nova.

Bianca, este seminário foi formado por gente que estudou yoga e gente que não estudou yoga. Pensamos em chamar a comunidade e encontrarmos respeito na diferença.

Danilo, desafios de falar de tudo, de todas as linhas, pode ser resolvido talvez aproximando a cultura do yoga da linguagem da ciência.

Carolina, se estamos praticando ahimsa não vamos expulsar do grupo alguém que viva suas práticas de maneira diferente.

Milton, Valinhos, veio para o grupo a partir do interesse de yoga na educação. Participar do grupo de estudos de yoga e pensarmos juntos na importância dele para educação.

- dinâmicas dos encontros

Odilon, uma das premissas que estabelecemos neste grupo é o acolhimento da diversidade das práticas. Podemos pensar que o próximo encontro tenha uma palestra de abertura, trabalhar um tema por reunião. Este grupo pode ser no futuro um grupo de professores formadores. Podem ser feitos programas de qualificação de profissionais em yoga.

Andrea, se for possível chamar quem já está trabalhando aqui no campus. Ouvir os trabalhos que cada um fez. Quais são as pesquisas, quem já pesquisou. Alguém de fora e alguém d campus.

Bruno: sugestão de temas Yamas e Nyamas

Ivan: sugere Vanessa para falar sobre Yoga Sutras Yamas e Nyamas

Carol: sugere a si mesma apresentar sobre Yoga Sutras Yamas e Nyamas

Milton: é interessante ouvir o relato de experiência de como foi trazer yoga para Unicamp. Quem já participou de outros grupos e quais foram os problemas e facilidades.

Odilon: sugestão de trazer Marcos Rojo para apresentar um tema.

Bruno: sugestão do João Vieira da USP.

- Avaliacao do evento Yoga na Unicamp: Corpo e Transcendência

Sugestões do evento: melhorar audiovisual principalmente em relação a luminosidade, food truck para alimentação, intercalar teoria e prática, pensar sobre o espaço que vamos ocupar e talvez mudar o formato, trocar o recurso áudio visual por banner cartazes, cópia física do material que será apresentado. Pensar em numero de pessoas X espaços.Colar feedback na pasta para atingir maior numero de retorno. (21 de junho dia internacional do Yoga).

Reunião encerrada as 12h 30. Nada mais havendo a tratar, esta ata foi lavrada por mim, Claudia Wanderley, a ser confirmada por todos os presentes na próxima reunião.