Filosofia da mente: Epifenomenalismo

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



De acordo com o epifenomenalismo, há uma única coisa, o corpo, e a mente é algo que sobrevém ao corpo. Em outras palavras, eventos mentais podem ser considerados efeitos de causas materiais, embora eventos mentais não tenham efeitos materiais. Eventos mentais são, assim, "epifenômenos", que não produzem efeitos. Um problema por vezes apontado para um epifenomenalista é como explicar que eventos mentais, que não têm poderes causais e não estão em relações causais, podem ser objetos de memórias.

O monismo anômalo do filósofo Donald Davidson é considerado por alguns um tipo de epifenomenalismo.(Embora Davidson, resumindo sua posição -- em Guttenplan, S. (ed.) A Companion to the Philosophy of Mind, Oxford: Blackwell, 1996 -- diga que todos os eventos mentais estão causalmente relacionados à eventos físicos.)