Norma padrão da língua portuguesa/Sinais gráficos

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Estudando frases e nomes: sinais gráficos


Os sinais gráficos são essenciais na língua, por estabelecerem uma pausa fundamental na leitura, formarem certos tipos de orações, e divirem sintagmas, períodos e outras sentenças quando estão na forma de hipérbato (misturados) para que um vocábulo de certa informação não seja confundido com vocábulos de outras sentenças. Em cada caso, há um tipo especial de ponto, são eles:

Vírgula, ponto e vírgula, e ponto[editar | editar código-fonte]

A vírgula, ponto e vírgula, e ponto são chamados de elementos articuladores, porque estes mudam o sentido da frase. Eles dão uma pausa da pronúncia, sendo a vírgula a de menor pausa e o ponto a de maior.

  • Vírgula - a vírgula , é utilizada principalmente em certas orações;
  • Ponto e vírgula - o ponto e vírgula ; é utilizado em certos casos que não se pode utilizar a vírgula, para separar elementos de um conjunto matemático e serve de pontuação final em itens de listas;
  • Ponto - o ponto . finaliza uma frase, que obrigatoriamente é uma sentença de sentido completo, e também uma lista.

Pontuação da oração[editar | editar código-fonte]

Pontuação de outros termos[editar | editar código-fonte]

Pontos de exclamação e interrogação[editar | editar código-fonte]

Dois pontos e meia risca[editar | editar código-fonte]

Os dois pontos : e meia risca são utilizados em apostos enumerativos. Os dois pontos podem também ser postos para indicar que haverá uma lista em seguida, e a meia risca pode ser utilizada em apostos explicativos, substituindo a vírgula.

Parentêses[editar | editar código-fonte]

Os parentêses ( ) indicam uma informação adicional sobre uma palavra (metalinguística), ou algo que não é certo, quando uma informação pode ser interpretada de duas formas, uma que inclui o texto entre parentêses e outra que não inclui. Exemplo:

Eu tenho (muita) sorte., pode ser interpretada como Eu tenho sorte ou Eu tenho muita sorte.

Reticências e etcetera[editar | editar código-fonte]

  • Reticências - As reticências ... são utilizadas quando algo é infinito, ou muito grande para se escrever, para evitar repetição (letras ou números). Em frases inacabadas, indicam interrupção (de falas). Quando usadas entre parentêses indicam a retirada de uma informação (em citações). Veja:
3,333... → é um número infinito
Hummm... → indica o acento de insistência
  • Etcetera - A etcetera etc é utilizada em exemplos, quando estes possuem uma quantidade grande e não podem ser todos escritos. Veja:
São verbos irregulares, ir, ser, estar, haver, ter, etc.

Aspas[editar | editar código-fonte]

As aspas " " são colocadas no início e no final de cópias de frases, parágrafos e citações. Podem ser usadas em palavras estrangeiras, gírias, onomatopeias, interjeições e palavras, quando o significado representado por aquela palavra é o mais próximo, mas não o real.