Wikinativa/Guarani

Fonte: Wikiversidade
Writing.png Esta página é somente um esboço. Ampliando-a você ajudará a melhorar a Wikiversidade.


Os Guaranis são um dos povos indígenas de maior presença territorial na América do Sul. Como trata-se de uma etnia ampla, com subgrupos alinhados na matriz cultural, são chamados de povos Guaranis. Com estimativa de 225 mil habitantes, compõem os povos guaranis os Kaiowá, os Mbya, os Aché, os Chiriguanos, os Avá Katu, os Ñandeva e os Guarani Ocidentais do Chaco.

Território[editar | editar código-fonte]

Os Guarani são conhecidos por distintos nomes: Chiripá, Kainguá, Monteses, Baticola, Apyteré, Tembekuá, entre outros. No entanto, sua autodenominação é Avá, que significa, em Guarani, “pessoa”. Eles habitam regiões de cinco países da América do Sul. Estão presentes no noroeste da Argentina, leste da Bolívia, Uruguai, na região do chaco no Paraguai e no Brasil são encontrados do litoral atlântico até o Mato Grosso.

Na perspectiva Guarani seu território, formado por terras espalhadas por cinco paíse sulamericanos, não é dividido em "terras indígenas", conforme concebe a noção social do Estado moderno. Ao contrário, conforma um território contíguo no qual o povo Guarani exercita trocas simbólicas e políticas entre integrantes de seus subpovos.

"Muito semelhantes nos aspectos fundamentais de suas organizações sócio-políticas e de sua cultura, porém, diferentes no modo de falar a língua guarani, de praticar sua religião as diversas tecnologias que aplicam na relação com o meio ambiente. Tais diferenças, que podem ser consideradas pequenas do ponto de vista do observador, cumprem o papel de marcadores étnicos, distinguindo comunidades políticas exclusivas. Esses grupos reconhecem a origem e proximidade histórica, lingüística e cultural e, ao mesmo tempo, diferenciam-se entre si como forma de manter suas organizações sócio-políticas e econômicas. (GRUNBERG, Georg. Guarani Retã 2008. Povos guarani na fronteira Argentina, Brasil e Paraguai)

Subgrupos[editar | editar código-fonte]