Wikinativa/Vivência na aldeia Guarani Rio Silveiras 2019

Fonte: Wikiversidade

ACH3648 - Seminários de Políticas Públicas Setoriais III - Multiculturalismo e Direitos ("SMD 2") - oferecida no 2o semestre (Pad: https://etherpad.wikimedia.org/p/smd2)

Diga-me e eu esquecerei,

Ensina-me e eu poderei lembrar

Envolva-me e eu aprenderei... (Benjamin Franklin)

Relatório do Grupo Alimentação saudável

Relatório do Grupo Arte e Música

Relatório do Grupo Brincadeiras e Esporte

Relatório do Grupo Foto e Vídeo

Relatório do Grupo Infrestrutura

Relatório Técnico (Geral, da turma)

Relatórios individuais

Álbum de fotografias[editar | editar código-fonte]

https://drive.google.com/drive/folders/18_SyE5fdB2hbq00Hv1UWPSvML_BTWYnl?usp=sharing - Giovanna Faysano

O acesso ao Drive está liberado para usuários com email USP, caso entre com outro email, tem que esperar aceitar a solicitação.



Programa[editar | editar código-fonte]

Prof. Jorge Machado (machado@usp.br) Monitores: Letícia Men e Carlos H. Ferreira

Local: sala 102

O objetivo desta disciplina é aprofundar os conhecimentos sobre multiculturalismo, diversidade e direitos obtidos na disciplina ACH0151 - SMD, através do estudo dos direitos povos indígenas e suas práticas tradicionais. A disciplina prevê uma pesquisa de campo com imersão na cultura do povo originário Guarani.

O programa inclui:

  • Uma viagem à Reserva indígena Guarani Rio Silveiras, em Bertioga, que gentilmente abrir as portas para nós para uma imersão - apresentar sua cultura, tradições e visões de mundo.
  • Uma aula de avaliação e para uma eventual conclusão das atividades.


Calendário dos encontros[editar | editar código-fonte]

09 de agosto - Primeiro encontro[editar | editar código-fonte]

Apresentação do programa[editar | editar código-fonte]

  • Apresentação do professor e alunos. Roda de discussão.

Vídeos para a discussão[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Atividades de pesquisa, preparação[editar | editar código-fonte]

Para ver em casa[editar | editar código-fonte]

16 de agosto - Segundo encontro[editar | editar código-fonte]

Qual cultura é a referência? Etnocentrismo e relativismo cultural[editar | editar código-fonte]

Literatura complementar[editar | editar código-fonte]

Apresentação de vídeos[editar | editar código-fonte]

Introdução ao trabalho de campo e apresentação das atividades e trocas de saberes

Segunda metade da aula[editar | editar código-fonte]

Nhanderekó, Sumak Kawsay e Suma Qamaña: uma introdução ao modo de vida indígena

Apresentação de Letícia Men - Buen Vivir e Nhanderekó

Bibliografia Buen Vivir[editar | editar código-fonte]

[1] ACOSTA, Alberto O bem viver : uma oportunidade para imaginar outros mundos / Alberto Acosta ; tradução de Tadeu Breda.– São Paulo : Autonomia Literária, Elefante, 2016. 264 p.

[2] "EL SUMAK KAWSAY COMO PROYECTO POLÍTICO"

[3] "Plurinacionalidad y Vivir Bien/Buen Vivir" (Especialmente Capítulo 2 "El concepto de Vivir Bien/Buen Vivir"). Disponível também na Biblioteca da EACH.

30 de agosto - Terceiro encontro[editar | editar código-fonte]

Primeira metade da aula[editar | editar código-fonte]

Roda de conversa com índios Cariri-Xocó

Segunda metade da aula[editar | editar código-fonte]

Roda de conversa com juiz André Augusto Bezerra sobre direitos dos povos indígenas

André presidiu a associação Juízes Pela Democracia (AJD), bacharel em Direito e sociólogo, é também Doutor pelo PROLAM/USP.


Semana da Pátria

13 de setembro - Quinto encontro[editar | editar código-fonte]

Profa. Cristina Adams, Thiago Kater e Rafael Lopes

                            Evolução, Ecologia Humana e Etnobiologia

21 de setembro (sábado) - Sexto encontro[editar | editar código-fonte]

Saída de Campo (10-20h)[editar | editar código-fonte]

Bate-papo com lideranças indígenas - Visita às Aldeias Tenondé Porã e Yvy Porã  (Pico do Jaraguá)

Visita no sábado (com professores e monitores, e grupo de extensão).

O encontro será na Lapa (de cima) às 10:00AM, com a saída planejada para às 10:15h.

O ponto de encontro será nas  CATRACAS de saída do Terminal Lapa. No terminal só existem duas saídas, uma é no sentido do Shopping da Lapa e a outra é no sentido da Estação  de Trem.

O encontro será nas CATRACAS no SENTIDO do Shopping da Lapa. O terminal é relativamente pequeno e possui banheiros, água, bancos e  sombra, facilitando a espera de todxs.

O ônibus que pegaremos é a linha “8622-42 / Sol Nascente”; partindo do ponto Nº23 de DENTRO do Terminal Lapa.

A Aldeia esta localizada na “Estrada Turística do Jaraguá; na altura do  Nº 3650”.

Nesse link pode-se conferir a rota do ônibus até o local: Rota de ônibus

Dessa forma também é possível ir com o seu veículo próprio até a aldeia; entre em contato com o Professor/Monitores para organizar isso caso tenha o interesse!

27 de setembro - Sétimo encontro (à confirmar)[editar | editar código-fonte]

Palestra com a liderança indígena e professor Ailton Krenak

Para ver em casa[editar | editar código-fonte]

04 de outubro - Oitavo encontro[editar | editar código-fonte]

Saída de Campo[editar | editar código-fonte]

Roda de conversa na Casa de Saberes Indígenas na Cidade Universitária do Butantã/USP.

Prof. Danilo Silva Guimaraes, IP/USP.

18 de outubro - Nono encontro[editar | editar código-fonte]

Cultura, História, Artes e os Ofícios dos saberes indígenas[editar | editar código-fonte]

Roda de conversa com Chirley Pankara/Alejandro CIMI

Entrega do relatório de campo – Jaraguá

25 de outubro - Décimo encontro[editar | editar código-fonte]

Palestra com a Sonia Guajajara (à confirmar)

09 de novembro - Décimo-primeiro encontro[editar | editar código-fonte]

Reservado para preparação da viagem[editar | editar código-fonte]

Planejamento. Organização das equipes, logísticas e atividades.

14 a 17 de novembro - Viagem de Campo[editar | editar código-fonte]

Saída às 14h. Programas e atividades a serem definidos.

Sugestão inspiradora de leitura: Pierre Clastres "A sociedade contra o Estado" (1973).

22 de novembro - Último encontro/Celebração[editar | editar código-fonte]

Encaminhamentos finais e avaliação[editar | editar código-fonte]

Primeira metade: entre os grupos de atividades na aldeia.

Segunda metade da aula: socialização para compartilharmos discussões no âmbito da turma.

Espera-se que cada grupo tenha um relatório pronto até o dia 29/11, assim como cada participante construído uma narrativa com suas impressões pessoais.

Instruções:

   A entrada dos trabalhos e os relatos individuais será aqui na Wikinativa. Observem com atenção como instruções de edição.

   O download de imagens e outros arquivos é feito através do link "carregar arquivo", no menu à esquerda. Depois disso, as fotos de crianças não são aplicadas no primeiro plano na imagem.

   Uma referência de tamanho para relatório é o equivalente a 3-5 páginas A4 (excluindo fotos), como narrativas individuais podem ser menores.

Bibliografia complementar[editar | editar código-fonte]

Literatura[editar | editar código-fonte]

  1. Ferreira, Carlos H; Machado, Jorge (Organizador) Resistência Guarani: Uma Vivência na Aldeia Rio Silveiras. Tendenz: São Paulo, 2016.
  2. LIMA, MS Lacerda; SOUZA Estella Libardi. Religião e Cosmologia: fundamentos do Direito Guarani.
  3. MACHADO, Jorge. Reflexões sobre o Tempo Social. Revista Temática Kairós Gerontologia, 15 (6).
  4. SOUSA SANTOS, Boaventura de Sousa. Por uma multicultural de direitos humanos. Em: SOUSA SANTOS, Boaventura de (org.). Reconectar para libertar. Os caminhos do cosmopolismo multicultural . Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003, p. 18
  5. TAYLOR, C. "Uma política de reconhecimento" em TAYLOR, C. (org) Multiculturalismo . São Paulo: Loyola, 1998, pp. 244-251
  6. WOODWARD, Kathryn. "Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual". Em: SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença. Uma perspectiva dos estudos culturais . Petrópolis: Vozes, 2000, pp.7-25.
  7. Cosmologia Guarani. Um discurso próprio e intransferível.
  8. Meneses, Paulo. Etnocentrismo e relativismo cultural: algumas reflexões. Revista Symposium. Ano 3 • Número Especial • dezembro, 99
  9. Relativismo Cultural (conceito)
  10. PINEZI, Ana K. M. Infanticídio indígena, relativismo cultural e direitos humanos: elementos para reflexão. Revista Aurora, 8: 2010.
  11. Pierre Clastres "A sociedade contra o Estado" (1973).
  12. Sobre o deputado Mário Juruna

Vídeos[editar | editar código-fonte]

Documentos[editar | editar código-fonte]

Rascunho da programação[editar | editar código-fonte]

14/11 Quinta[editar | editar código-fonte]

  • 22:30 Saída da EACH

15/11 Sexta[editar | editar código-fonte]

  • 08:00 - 09:00 Café da Manhã

16/11 Sábado[editar | editar código-fonte]

17/11 Domingo[editar | editar código-fonte]

  • 07:00 - Café da Manhã
  • 08:00 - Desmontar Acampamento
  • 09:00 - Pintura corporal / atividades culturais
  • 12:00 - Almoço
  • 13-14:00 - Saída do Ônibus
  • 16:30-18:30h - Chegada na EACH (possível atraso na subida da serra devido o feriado prolongado)

Rota[editar | editar código-fonte]

Rota pelo Google Maps

Links adicionais compartilhados em aula[editar | editar código-fonte]