Práticas Corporais 2015

Fonte: Wikiversidade
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Yellow-bg.svg
HSBook.svg
Ementa

Bem vindo ao curso Práticas Corporais 2015


Informações

Módulo FAFES VII - Práticas Alternativas e Contemplativas

Prof. Vinícius Terra 2° semestre de 2015.
Terças, das 8h as 12h
Aulas Teóricas: Unidade Ponta da Praia (PP), sala 104
Aulas Práticas: Clube Saldanha da Gama - Sala do 1º andar
Atendimento aos alunos: Unidade Silva Jardim, sala 206, quartas-feiras das 14h as 17h
Lista de Matriculados
Presença e Notas
CRONOGRAMA
TEXTOS

Caderno Colaborativo

A proposta é que cada trio de alunos seja responsável por fazer uma lição, construindo um caderno colaborativo.

Sugere-se que a lição seja publicada da seguinte forma:

Produzir um Relatório da lição, que deve ter um começo, meio e fim bem estruturados e organizados de forma que facilite o entendimento por parte dos colegas leitores. Referências e bibliografia: Referências e bibliografias utilizadas para a geração do conteúdo da lição, e também material de apoio que sirva para o usuário complementar o estudo do conteúdo da lição.
Atividades: Perguntas, atividades e exercícios são bem vindos, pois facilitam a fixação do conteúdo por parte do usuário. Em Wikiversidade:Quiz, você tem um conjunto de ferramentas que visam auxiliar e facilitar a criação de exercícios. No Googleforms, acessível pelo Gmail, também é possível criar formulários.

Além do Relatório das lições, conforme orientado no link, o grupo responsável pela Documentação do dia será responsável por fazer um resumo do(s) texto(s) indicados para a aula e também um fichamento da leitura, destacando as frases mais importantes do texto. A postagem final de toda a documentação das aulas deverá acontecer até a véspera da aula seguinte.

Avaliação

A avaliação do caderno será feita conforme os seguintes critérios e valores:

1) apresentar a leitura obrigatória e destacar os seus principais conceitos na wikiversidade (2,0)
2) apresentar perguntas e comentário sobre a leitura para a turma e postá-los na wikiversidade (1,0)
3) registrar a aula daquele dia, utilizando-se recursos multimídia (2,0)
4) aprofundar pesquisa sobre o tema da aula e inserir links para publicações de slides, áudio, vídeo e redes sociais (2,0)
5) revisar a aula publicada pelo grupo anterior ao seu e fazer comentários (2,0)
6) cumprir o prazo de uma semana para realizar todas as etapas, ou seja, publicar tudo até a aula seguinte (1,0)

Grupos de Documentação das Aulas

Aula 1 (18/08) Prof. Vinícius (publica até 25/08)

Aula 2 (01/09): Beatriz e Caroline (publica até 01/09)

Aula 3 (15/09): Espedito (publica até 08/09)

Aula 4 (22/09): EXPERIMENTAÇÃO DE PRÁTICAS CORPORAIS EM LOCAIS PÚBLICOS (ENTREGA até 29/09)

Aula 5 (29/09): CARTOGRAMA Lais e Bárbara (publica até 06/10)

Aula 6 (06/10): Gustavo, Iara Barreira Marqui e Giovanni Soares (publica até 13/10)

Aula 7 (13/10): Mariana, Melina e Janaina (publica até 20/10)

Aula 8 (20/10): SEMINÁRIOS I (publica até 27/10)

Aula 9 (27/10): Renato e Joyce (publica até 03/11)

Aula 10 (03/11): Douglas e Luis (publica até 10/11)

Aula 11 (10/11): Fernanda, Gabriela e Maíra (publica até 17/11)

Aula 12 (17/11): Felipe Falcoski, Isadora Dariz e Camila Suga (publica até 24/11)

Aula 13 (24/11): Marco Aurélio e Érica Castex (publica até 26/11)

Aula 14 (26/11- QUINTA, 8h): João Victor, Felipe Ávila e Rafael (publica até 01/12)

Aula 15 (01/12): SEMINÁRIOS II

Aula 16 (08/12): AVALIAÇÃO E EXAMES


Grupos de Seminários

Sugestões de temas

Modelo de Plano de Aula

Pedagogia das Práticas Corporais: fundamentos e temas integrativos

Textos básicos para os Seminários

BOLSANELLO, D. Educação somática: o corpo enquanto experiência. Motriz, Rio Claro, v.11 n.2 p.89-96, mai./ago. 2005. Disponível em <http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/download/167/138>, acessos em 31 jan. 2013.

ISCHKANIAN, Paula Cristina; PELICIONI, Maria Cecília Focesi. Challenges of complementary and alternative medicine in the SUS aiming to health promotion. Rev. bras. crescimento desenvolv. hum., São Paulo, v. 22, n. 2, 2012. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12822012000200016&lng=pt&nrm=iso> . acessos em 31 jan. 2013.

STRAZZACAPPA, M. Educação Somática: seus princípios e possíveis desdobramentos. REPERTÓRIO: Teatro & Dança; v.12, n.13, 2009(2). Disponível em <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revteatro/article/download/4013/2935> , acesso em 31/01/2013

Referências em Vídeo para os seminários

Educação Somática
Artes Corporais Chinesas
Conceito de Yoga
Yoga e Saúde


Apresentação em 20/10/2015

GRUPO 1: Beatriz, Caroline e Espedito (Educação Somática)
GRUPO 2: Lais, Bárbara e Gustavo (Educação Somática)
GRUPO 3: Mariana, Melina, Janaina e Giovanni (Educação Somática)

Apresentação em 26/11/2015

GRUPO 8: João Victor, Iara e Felipe Ávila (Meditação)

Apresentação em 01/12/2015

GRUPO 5: Renato, Joyce, Douglas e Luis (Artes Corporais Chinesas)
GRUPO 6: Fernanda, Gabriela, Felipe Falcoski e Érica(Yoga)
GRUPO 7: Marco Aurélio, Maíra, Isadora Dariz e Camila (Yoga)



DIÁRIOS DE PRÁTICAS CORPORAIS

DIÁRIOS DE PRÁTICAS CORPORAIS NÃO ESQUEÇAM DE FAZER OS DIÁRIOS DE PRÁTICAS! As orientações já estão postadas nas aulas 2 e 3, bem como no skydrive do educaunifesp08@gmail.com

As práticas sugeridas são:

Automassagem matinal chinesa

Lian Gong em 18 terapias


Hatha Yoga

Meditação

As primeiras práticas já foram ensinadas nas aulas 2 e 3 e estão descritas na wikiversidade. Quem quiser acompanhar pela internet, os links estão acima.

O áudio do Lian Gong segue também anexo em MP3.


Segue abaixo um trecho da mestra Lúcia Lee, presente no seu blog, que pode ajudar a inspirar a escrita dos diários. O diário deve narrar 15 encontros, com notas descritivas, mas sobretudo intensivas, ou seja, O importante não é descrever os os resultados objetivos da prática e sim a descrição do seu processo de aprendizagem, suas percepções e consciência do corpo, narrando-a em primeira pessoa e fazendo relações com o módulo, em aulas e textos. 

Exemplo: "Ao praticar as artes corporais terapêuticas chinesas, temos sensações agradáveis como aquecimento, refrescamento, formigamento suave, leveza… Temos também sensações desconfortáveis de frio, calor, dor ácida, entorpecimento, intumescimento, cansaço… Todas essas sensações indicam que o qi está fazendo a sua ação terapêutica de harmonizar ou de expulsar o qi perverso, que desequilibra o corpo. Quando não se realiza a prática com a devida intenção, amplitude e esforço, não há sensações e não se obtém o qi, ou seja, o efeito terapêutico da prática não se realiza"